Gastroenterite ou gripe intestinal

INDICE


 
 
A gastroenterite ou gripe intestinal é uma inflamação da mucosa do intestino causada por um vírus, bactérias ou parasitas.
Um vírus é a causa mais comum de gastroenterite.
Por exemplo, infecção por norovírus e o adenovírus são causas freqüentes de gastroenterite em adultos no Reino Unido, mas também outros vírus podem causar inflamação.

A gastroenterite afeta freqüentemente crianças menores de 4 anos de idade e lactentes, neste caso é geralmente viral e o responsavél é o rotavírus.


 

Causas da gastroenterite

Existem muitos organismos ou substâncias que podem causar gastroenterite, incluindo:

  • Vírus – como o norovírus, rotavírus, astrovírus, calicivirus e adenovírus.
  • Bactérias – como a bactéria Campylobacter.
  • Parasitas – por exemplo, Entamoeba histolytica, Giardia lamblia e Cryptosporidium.
  • Toxinas bacterianas – a bactéria não causam a doença, mas seus subprodutos tóxicos podem contaminar a comida. Algumas cepas de bactérias como Staphylococcus produzem toxinas que podem causar gastroenterite.

È possível pegar a gastroenterite em todas as estações, mesmo no verão, mas muitas vezes o responsavél é a esposição ao frio.

 

Tipos de gastroenterite

1. Aguda dura menos de 2 semanas.
2. Persistente se dura mais de 2 semanas.
3. Crônica dura mais de um mês.
4.
A gastroenterite eosinofílica é uma doença que provoca sintomas ao estômago e intestino (dor de estômago, dor de barriga, náusea, vômitos e diarréia) em uma área caracterizada por infiltração de leucócitos eosinófilos (glóbulos brancos).


 

Sintomas

Os sintomas da gastroenterite são:

  • Diarréia,
  • Náuseas,
  • Dor abdominal e cólicas,
  • Vômitos.
  • Febre

Raramente se nota a barriga inchada.

Muitas pessoas se referem a gastroenterite como uma “virose intestinal”.
Isto pode ser confudido às vezes com a gripe que causa:

Mas a virose não envolve o trato gastrintestinal.
O termo “gripe intestinal” pressupõe uma infecção viral, embora possa haver outras causas.
Infecções virais são a causa mais comum de gastroenterite, mas as bactérias, parasitas e intoxicação alimentar (como a de mexilhões e mariscos contaminados ou comida crua ou mal cozida) podem ser a causa da gastroenterite.
Quem viaja para o exterior pode ter a “diarreia do viajante” causada por alimentos contaminados e água impura.
A gravidade da gastroenterite infecciosa depende da capacidade do sistema imunológico de resistir a infecção.
Sais minerais (incluindo o sódio, magnésio e potássio) são prescritos quando o indivíduo tem muita diarréia e vômitos.
A maioria das pessoas recuperam facilmente após um curto episódio de vômito e diarréia, bebendo líquidos e seguindo uma dieta especial. Mas para outros, como crianças e idosos, a perda de fluidos corporais pode causar gastroenterite com desidratação que é uma doença perigosa, exceto quando se recuperam os fluidos perdidos.


 

Como é feito o diagnóstico de gastroenterite?

O médico deverá avaliar a história médica para assegurar que nada mais está causando os sintomas.
Além disso, seu médico pode realizar um exame abdominal ou retal para descartar doenças inflamatórias (ex. doença de Crohn) e abcessos pélvicos (bolsas de pus).
Uma cultura de fezes (um teste de laboratório para identificar as bactérias e outros organismos a partir de uma amostra de fezes) pode ser usada para determinar o germe que causa gastroenterite ou vírus específicos.
Outras doenças que podem causar diarréia e vômitos são a pneumonia, septicemia (infecção do corpo), infecções do trato urinário e meningite (uma infecção que causa inflamação das membranas exteriores do cérebro ou da medula espinhal). Além disso, as doenças que requerem cirurgia, tais como apendicite (inflamação do apêndice), a intussuscepção (uma doença em que o intestino dobra sobre si mesmo causando a obstrução intestinal) e doença de Hirschsprung (uma doença em que falta uma parte das células nervosas nas paredes intestinais) pode causar sintomas semelhantes da gastroenterite.

 

Como se espalha a gastroenterite?

Na maioria dos casos, a gripe intestinal é altamente contagiosa. A doença é transmitida principalmente quando as bactérias nas fezes são transferidas para a boca.
As bactérias podem ser transferidas por falta de higiene. Por exemplo, se alguém não lava as mãos após ir ao banheiro, qualquer vírus ou bactéria sobre as mãos é transferido a tudo que se toca, como o vidro, utensílios da cozinha ou alimentos.
É possivél pegar infecção de vírus ou bactérias se tocamos um objeto contaminado e depois tocamos o rosto, ou comemos alimentos contaminados.
Uma vez infectado, notamos os sintomas da gastroenterite, tais como vômitos e diarréia.
No caso de gastroenterite, não precisa retornar ao trabalho até 48 horas depois que as fezes volta sólida para evitar a transmissão de pessoa para pessoa.


 

Qual é o período de incubação?

O período de incubação normalmente varia de 1 a 3 dias, mas no caso de infecção por adenovírus pode durar uma semana.

 

Como os alimentos são contaminados pelo vírus da gastroenterite?

Alimentos podem ser contaminados por cozinheiros ou o pessoal que está na cozinha com a gastroenterite viral, especialmente se não lava as mãos regularmente após usar o banheiro. Frutos do mar podem ser contaminados por água suja, pessoas que comem marisco cru ou mal cozido ou pescado em águas contaminadas podem ter diarréia. Água potável também pode ser contaminada por esgoto e é uma fonte desses vírus.


 

Qual é o tratamento para a gastroenterite em adultos?

Os sintomas normalmente passam dentro de alguns dias, este é o período em que o sistema imunológico elimina vírus e bacterias.
Raramente precisa de uma internação, somente se os sintomas são graves ou se eles desenvolvem complicações.



Dicas para aliviar os sintomas
-Você tem que beber muitos líquidos.
O objetivo é prevenir a desidratação ou tratar a desidratação para quem sofre.
Como orientação, devemos beber pelo menos 200 ml após cada ataque de diarréia.
Este fluido deve ser adicionado aquele que se bebe normalmente.
Por exemplo, um adulto bebe normalmente cerca de dois litros a mais por dia, em países quentes.
O Conselho de beber 200 ml mais após cada ataque de diarréia são para ser adicionada à quantidade que normalmente é bebida.
Se você vomita, espere 5-10 minutos e em seguida, começar a beber novamente, mas mais lentamente.
Por exemplo, um gole cada 2-3 minutos, mas prestando atenção à ingestão total que deve ser conforme descrito acima.
Quem é desidratado deve beber muito mais. O médico indica o quanto os pacientes desidratados devem beber.
Para muitos adultos, beber líquidos para manter a idratatação deve ser principalmente água e possivelmente uma sopa. É melhor não beber bebidas que contenham muito açúcar, como a cola cola, dado que por vezes pode piorar a diarréia.
Bebidas hidratantes (por exemplo, Powerade) são recomendadas para pessoas fracas ou com idade superior a 60 anos com outros problemas de saúde.
São encontado em garrafas que podem ser comprados em farmácias ou supermercados.
Estão disponíveis com receita médica.
A reidratação com bebidas dão um bom equilíbrio de água, sais minerais e açúcares.
A pequena quantidade de açúcar e a água salgada ajuda a ser melhor absorvida no intestino, mas não reduz ou para a diarréia.
Não use bebidas sal/açúcar feitas em casa desde que a quantidade de sal e açúcar deve ser proporcionada exatamente.


 

Medicamentos para a gripe intestinal

medicamentos para a gastroenterite,gripe,virose intestinal
Grant-Cochrane-freedigitalphotos-net

Medicamentos anti-secretores são projetados para ser usado com terapia de reidratação.
Eles reduzem a quantidade de água liberada no intestino durante um episódio de diarréia.
É aconselhável não comer por um tempo em caso de gastroenterite.
Precisa ser guiados pelo apetite.
Comer assim que você é capaz, mas nunca parar de beber. Quem quer comer deve evitar alimentos gordurosos, picantes ou pesados na primeira fase. Alimentos como pão integral e arroz faz bem no início.
Geralmente, medicamentos contra diarréia não são necessários.
No entanto, é melhor tomar para reduzir o número de idas ao banheiro.
É possivél comprar remédio contra diarréia na farmácia. Um dos mais eficazes e mais amplamente utilizado é a loperamida.


A dose por adultos é de duas cápsulas com cada ataque de diarréia, por um período máximo de 8 comprimidos por dia. Então é alternardo para um comprimido a cada ataque.
Funciona diminuido a atividade do intestino.
A loperamida não deve ser tomada por mais de cinco dias consecutivos.
Nota: não dar medicamentos contra diarréia as crianças menores de 12 anos.
Além disso, você não pode usar drogas contra diarréia se as fezes contêm sangue ou muco ou em caso de febre alta.
Pessoas com certas doenças não devem tomar loperamida.
Portanto, ler a bula que acompanha o medicamento para ter certeza.
Por exemplo, as mulheres grávidas não devem tomar loperamida.
Paracetamol e ibuprofeno (Advil) são úteis para aliviar a febre alta ou dor de cabeça.
Como explicado acima, se os sintomas são graves ou persistem durante vários dias, seu médico pode pedir um exame de fezes que será enviado para o laboratório para procurar micróbios que causaram a infecção.
Às vezes um tratamento antibiótico ou outro são necessários se as bactérias são a causa da doença.
Antibióticos são contra-indicados para gastroenterite causada por vírus, porque eles podem agravar a situação.


 

 

Quanto tempo dura a  gastroenterite?Gastroenterite ou gripe intestinal

O prognóstico para a gastroenterite viral aguda é de 2-5 dias, mas muitas vezes passa dentro de uma semana.
Se os sintomas persistirem pelo menos 2 semanas, precisa considerar outras doenças.
Uma gastroenterite bacteriana pode durar algumas semanas.
Geralmente os sintomas gradualmente melhoraram, mas durante um mês você pode haver uma perda de apetite, fadiga extrema e sonolência após as refeições, especialmente depois de uma refeição abundante.
É importante não se assustar se à noite depois de comer sua temperatura atinge 37°.
Não é considerada febre até este nível.


 

Remédios naturais

A flora intestinal é fundamental para o bom funcionamento do intestino. Infelizmente, a diarréia também pode excluir as bactérias “boas” que ajudam a digestão.
Para restaurar a flora bacteriana existem suplementos de ácido láctico como o Yovis que são muito úteis e eficazes.

 

O que pode comer uma pessoa com gastroenterite?

A dieta é um dos aspectos mais importantes do tratamento.
Os primeiros dias deve jejuar pelo menos 3 dias ou quando a febre passa.
Estes dias você tem que beber muita água.
Quando o paciente se sente melhor, ele deve começar a comer os frutos suculentos: laranjas, melão, melancia, etc. e os vegetais: cenoura, aipo, folhas verdes e legumes.
Então você pode adicionar grãos inteiros e depois de 5/7 dias você pode retomar a dieta anterior, de preferência alimentos vegan ou cru para restaurar a saúde intestinal.

Após os primeiros dias, você pode comer uma maçã ou duas por dia, faz bem ao estômago.
Para aliviar as cólicas abdominais, você pode tomar escopolamina (Buscopan ®).


 

Prevenção da gastroenterite

Dicas gerais para reduzir o risco de gastroenterite:

  • Lave as mãos cuidadosamente com água e sabão após ir ao banheiro ou após trocar uma fralda, depois de fumar, depois de usar um lenço ou depois de tocar os animais.
  • Lavar as mãos completamente com sabão e água antes de preparar alimentos ou comer.
  • Use uma toalha de papel para secar as mãos ao invés de toalha de pano porque as bactérias podem sobreviver por um tempo nos objetos.
  • Não manipule alimentos crus e cozidos com os mesmos utensílios (alicates, facas, tábuas de corte), exceto se são lavados cuidadosamente.
  • Limpe todas as superfícies da cozinha e utensílios.
  • Manter os alimentos frios abaixo de 5° C e alimentos quentes acima de 60° C para parar o crescimento de bactérias.
  • Certifique-se de que a comida é bem cozinhada.
  • Limpar o sanitário e o banheiro regularmente, especialmente a tampa do sanitário, maçanetas e torneiras.
  • Limpar regularmente as roupas das crianças.
  • Em viagens ao exterior, em países onde a higiene é suspeita, beber só água engarrafada sem gelo.
  • Não se esqueça de lavar os dentes com água de garrafa. Evite alimentos de buffet, alimentos crus, frutas e verduras descascadas.
  • Durante a amamentação, existem riscos de infecção de mãe para filho, ou vice-versa, mas devemos ter cuidado com qualquer lesão da pele.

 

    Leia também