Sangue nas fezes

INDICE


 
O sangue nas fezes pode ser vermelho, marrom e roxo, preto e alcatroado ou oculto (não visível a olho nu).
As causas de sangue nas fezes são inofensivos distúrbios do tracto gastrointestinal, tais como hemorróidas a doenças graves como câncer de cólon.


 

Tipo de sangramento retal

Existem duas possíveis fontes de sangue nas fezes: o aparelho digestivo superior (estômago e intestino delgado) e o trato digestivo baixo (cólon, reto e ânus).
A hemorragia do trato digestivo superior geralmente provoca fezes pretas e alcatroadas.
O sangramento do trato digestivo inferior comumente é visto porque as fezes são revestidas ou misturadas com sangue vermelho brilhante.
Certos alimentos e medicamentos podem causar sangue nas fezes.
No entanto, não sempre é possível saber a origem ou o tipo de sangramento retal, de acordo com a aparência das fezes.
Às vezes a quantidade de sangue é pequena e pode ser visível somente no papel higiênico.
Um exame físico e a avaliação do médico são necessários na maioria dos casos.
Às vezes, o sangramento no trato gastrointestinal pode ser demais lento para causar sangramento retal.
Nesses pacientes, o sangramento é oculto (não visível a olho nu). O sangue encontra-se apenas com a análise de fezes (exame de sangue oculto fecal) em laboratório.
O sangramento oculto tem muitas causas semelhantes a sangramento retal e pode causar os mesmos sintomas.
Pode ocorrer junto com a anemia que é causada pela perda de ferro no sangue (anemia por carência de ferro).


 

Causas de sangue nas fezes

Possíveis causas de sangue nas fezes são:

Diverticulite. Os divertículos são pequenas bolsas que se formam na parede do cólon. Os divertículos geralmente não causam problemas, mas às vezes podem sangrar ou tornar-se infectados.

Fissura anal. É um pequeno corte ou rasgo na mucosa de revestimento do ânus, semelhante às rachaduras que ocorrem nos lábios rachados. As fissuras anais são causadas por fezes grandes e duras que causam dor durante as evacuações e sangue que pode ser observado quando a pessoa se limpa.

Colite ou inflamação do cólon. Entre as causas mais comuns de sangue nas fezes ocassionais (ocorre de vez em quanto) estão infecção ou doença inflamatória intestinal.

Angiodisplasia. Uma doença na qual os vasos sanguíneos anormais e frágeis causam hemorragia.

Úlceras pépticas. Uma lesão aberta na parede interna do estômago ou duodeno, a extremidade superior do intestino delgado.
Muitas úlceras pépticas são causadas por infecção por uma bactéria chamada Helicobacter pylori. A ingestão a longo prazo de antiinflamatórios como aspirina, ibuprofeno e naproxeno pode causar gastrite crônica e úlceras.

Gastroenterite ou gripe intestinal. A gastroenterite é uma infecção viral ou bacteriana do estômago e intestinos que normalmente o sistema imune resolve em poucos dias. Pode causar diarréia com traços de sangue e muco, bem como sintomas como dor de estômago e vômitos.

Pólipos ou câncer
Os pólipos são crescimentos benignos que podem crescer, sangrar e se tornar cancerosas.
Muitas vezes, causam sangramento que não é visível a olho nu.

O câncer no estômago pode causar sangue nas fezes.

Problemas de esôfago. As varizes (veias) do esôfago ou o rasgo do esôfago podem causar perda de sangue significativa.

Trauma ou corpo estranho

Malformação vascular (estruturas anormais de vasos sanguíneos chamados malformações arteriovenosas).
Esta doença também pode causar fezes líquidas com sangue.

Endometriose. Esta doença pode causar sangue nas fezes das mulheres, antes e durante o ciclo menstrual.


 
O que pode causar sangue nas fezes, durante a gravidez?

Geralmente, o sangramento retal é causado por hemorróidas que são os vasos sanguineos no reto que ficam maiores e ficam inflamados.
As hemorróidas são relativamente comuns durante a gravidez, especialmente no último trimestre e nas semanas após o parto.

A ansiedade e o estresse promovem a prisão de ventre e portanto a inflamação das hemorróidas.
Quem sofre uma laceração das veias durante uma evacuação, se as fezes são duras e esfrega com muita energia durante a limpeza com papel higiênico, estas veias inchadas podem sangrar.
As fissuras anais são outra causa de sangramento retal. Estas lesões dolorosas da pele do ânus podem ser causadas pela evacuação de fezes duras devido à constipação que é comum durante a gravidez.


 

Sangue nas fezes de crianças

Sangue nas fezesAs fissuras anais — fissura anal pode ocorrer em todas as faixas etárias, de lactentes para crianças que vão à escola, aos idosos.
Os sintomas da fissura anal são a dor e o sangue vermelho vivo nas fezes ou no papel higiênico.



Intolerância de proteína do leite ou da soja, também conhecida como alergia a leite, a enterocolite induzida por leite ou proctocolite é uma doença que afeta recém-nascidos.
Também pode ocorrer em crianças que bebem leite materno se a mãe bebe leite ou produtos com soja.
A intolerância a proteína geralmente se resolve a 1 ano de idade.
Sintomas de intolerância à proteína de leite e soja incluem vómitos e diarreia, além de sangue nas fezes ou excrementos tingido com sangue.
A terapia é uma dieta isenta de leite.

Causas menos freqüentes
Doença inflamatória intestinal, também conhecida como doença de Crohn ou a colite ulcerativa, são doenças que causam a inflamação da parede intestinal. A inflamação e ulceração causam sintomas como sangue nas fezes, diarréia, perda de apetite e perda de peso.

Diarréia infecciosa
Diarreia infecciosa é causada por um vírus, bactéria ou parasita que pode causar sangue nas fezes em crianças na pré-escola e na idade escolar.

A diarréia infecciosa pode se desenvolver depois de comer alimentos contaminados e bebidas ou depois de tomar um ciclo de antibióticos.
Os sintomas de diarréia infecciosa geralmente são dor de barriga, febre e sangue nas fezes moles.

Os pólipos juvenis são formações que podem se desenvolver entre dois e oito anos. Geralmente, o sintoma é sangramento retal indolor.
Os pólipos juvenis não são geralmente cancerosos ou pré-cancerosos, mas devem ser avaliados por um médico e, geralmente, precisam ser retirados.

megacólonAlgumas doenças mais graves, incluindo invaginação intestinal (uma forma de obstrução intestinal) ou doença de Hirschsprung ou megacólon aganglionar intestinal (ou seja, uma forma de obstrução intestinal que se desenvolve antes do nascimento, devido à falta de alguns nervos) pode causar sangue nas fezes.
A obstrução é o termo médico para um bloqueio intestinal.
A maioria destas doenças causam uma mal-estar súbito do recém-nascido


 

Quando se preocupar? Diagnóstico de sangue nas fezes

É importante visitar um médico para avaliar o sangue nas fezes.
Por exemplo, as fezes pretas como piche podem ser causadas por uma úlcera péptica ou outro problema na parte superior do aparelho digestivo e podem ser acompanhados de dor de estômago.
O sangue vermelho vivo ou as fezes de cores marrons, geralmente indicam um problema na parte inferior do aparelho digestivo, tais como hemorróidas ou diverticulite.
Depois de ver o histórico médico e após o exame físico, o médico pode pedir exames para determinar a causa do sangramento.

Quem contactar?
O médico especializado é o gastroenterologista.


 

Que exames fazer:

Endoscopia. Este é um procedimento que envolve a inserção de um endoscópio no sistema digestivo pela boca e o esôfago, estômago e duodeno.
O endoscópio é um tubo flexível com uma câmera minúscula no final.
A endoscopia também pode ser usada para coletar amostras de tecido para ser analisada ao microscópio (biópsia).

Colonoscopia.
Um procedimento no qual um dispositivo chamado colonoscópio é inserido pelo reto para visualizar o cólon. Como acontece com a endoscopia, a colonoscopia também pode ser usada para coletar amostras de tecido para biópsia.colonoscopia

Enteroscopia.
Um procedimento semelhante a colonoscopia e endoscopia é realizado para examinar o intestino delgado.
Em alguns casos, precisa engolir uma cápsula com uma pequena câmera que transmite imagens para um monitor enquanto passa através do trato digestivo.

Enema de bário.
Um procedimento que utiliza um material de contraste chamado bário para tornar o sistema digestivo visível na radiografia. Bário pode ser ingerido ou inserido no reto.

Angiografia.
Um procedimento que envolve a injeção de um corante especial na veia. Esta substância permite ver os vasos com uma radiografia ou uma tomografia computadorizada.
O procedimento detecta a hemorragia porque a tintura vaza dos vasos sanguíneos e acumula-se no ponto onde tem sangramento.

Laparotomia.
Um procedimento cirúrgico no qual o médico faz várias pequenas incisões e examina o abdômen.
Isso pode ser necessário se os outros exames não conseguem identificar a causa do sangramento.
Os médicos também exigem exames de laboratório quando há sangue nas fezes. Estes exames podem controlar o problema de sangramento, anemia e infecção por Helicobacter pylori.


 

Tratamento para sangue nas fezes

O tratamento varia dependendo da causa e inclui medicamentos, tais como:diverticulite,diverticulose

  • Antibióticos para o tratamento de Helicobacter pylori
  • Medicamentos anti-inflamatórios para tratar a colite,
  • Cirurgia para remover os pólipos ou as partes danificadas do câncer de cólon, diverticulite ou doença inflamatória intestinal.

Entre os tratamentos também pode estar os cremes e supositórios para hemorróidas.
Em muitos casos, no entanto, a terapia envolve simples remédios naturais que podem ser feito em casa.

Os remédios podem ser:

Uma alimentação rica em fibras para aliviar a constipação que pode causar e agravar hemorróidas ou fissuras anais;

Recomendamos comer muitas frutas (especialmente ameixas) e vegetais (por exemplo, abobrinha, vegetais verdes, evitar comer fritos, carne, laticínios e açúcar;
Permanecer sentado em um banho quente ou salgado para aliviar sintomas de rachaduras e favorecer a cicatrização.
Nadar no mar é um excelente remédio porque a água salgada é terapêutica.
Existem algumas pessoas com poucas plaquetas que levam meses para a completa a cicatrização após um corte ou uma escoriação.
Se estes indivíduos entram na água do mar aceleram o fechamento da lesão e a formação de pele normal.

 

 

    Leia também