Lesões cutâneas

As lesões cutâneas incluem qualquer anomalia que ocorre na pele, de uma pequena escoriação a uma ferida profunda.

ÍNDICE

 

Classificação das lesões cutâneas

As lesões elementares são divididas em:

  • Lesões primárias ou primitivas, são as consequências iniciais de uma doença inflamatória da pele;
  • Lesões secundárias são evolução das lesões primárias.

 

Lesões cutâneas primárias

Entre as lesões cutâneas primárias estão:

As vesículas são pequenas saliências cheias de líquido claro.
As vesículas podem ser a consequência de:

As máculas são pequenas manchas marrons, vermelhas ou brancas. A cor depende da quantidade de melanina.
Entre as máculas claras estão:

  • Nevos anêmicos,
  • Vitiligo,
  • Pitiríase alba.

Entre as máculas escuras estão:

  • As sardas ou efélides,
  • Os nevos.

Um nódulo é uma formação sólida da pele:

  • Saliente,
  • Com um diâmetro maior do que 1 cm,
  • Que penetra até a derme e hipoderme.

A pápula é uma formação superficial saliente de menos de 1 cm, causada por:

  • Espessamento da pele ao nível da epiderme,
  • Acumulação de fluido inflamatório na derme.

A maioria das pápulas desenvolve-se em cachos e também ocorre uma erupção cutânea.
Algumas pápulas típicas são aquelas causadas por:

Placa
A placa é uma formação sólida superficial.
As pápulas que se desenvolvem em grupos podem formar uma placa.
As placas são comuns em pessoas com psoríase.

As pústulas são lesões pequenas cheias de pus.
São geralmente a consequência de:

 

Lesões cutâneas primárias causadas por reações alérgicas

As erupções cutâneas são lesões que cobrem áreas pequenas ou grandes da pele.
Podem ser causadas por uma reação alérgica.
Uma urticária é uma reação da pele que ocorre quando alguém entra em contato com uma substância (alimentos, plantas, metais, etc.) que desencadeia uma reação de tipo alérgico.

As lesões cutâneas típicas das reações alérgicas são:.

Os vergões são lesões cutâneas causadas por uma reação alérgica.
Os vergões são formações em relevo sólidas e avermelhadas que causam coceira intensa. Tipicamente desaparecem num curto espaço de tempo.
O vergão é uma lesão típica da urticária.

O eritema é uma área da pele avermelhada ou irritada. As lesões eritematosas podem ter bordas irregulares e uma extensão variável.


Lesões cutâneas secundárias

  • A crosta é a evolução de uma lesão de pele.
  • A escoriação é uma lesão da pele causada por coceira que pode ser provocada pelo atrito contra uma superfície áspera ou uma doença com coceira, como a sarna.
  • A erosão é causada pela perda de células epidérmicas, pode ser a evolução de uma vesícula ou bolha que estoura.
  • A fissura é uma ferida linear que pode penetrar profundamente até a derme.
    Se sangrar deixa cicatrizes, por exemplo as fissuras anais.
  • A ulcera é uma lesão do tecido que pode se estender em profundidade e geralmente torna-se crônica.
    Por exemplo, é possível ver as úlceras varicosas causadas por:

  • A cicatriz é composta por tecido conjuntivo fibroso e é o resultado do processo de reparação de uma lesão aguda ou uma úlcera.

 


Causas das lesões cutâneas

As lesões cutâneas podem ser a consequência de diversas doenças de pele.
Estas incluem:

Lesão física
Alergia a alimentos/substâncias. Os alérgenos comuns são:

  • Leite,
  • Ovos,
  • Grãos de pólen,
  • Grama, etc.

Doenças de pele, tais como:

As lesões da pele causadas pela AIDS
As lesões cutâneas podem ser causadas por doenças como a AIDS.
A síndrome da imunodeficiência adquirida ou AIDS é causada pelo vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) que enfraquece o sistema imunológico do corpo.
Os pacientes com AIDS desenvolvem frequentemente lesões porque o corpo não é capaz de resistir ou combater o vírus.

Alergias e reações alérgicas
As erupções cutâneas ocorrem principalmente por causa da alergia a certas substâncias, produtos químicos, cosméticos, etc.
Às vezes, podem ocorrer por causa de overdose de medicamentos ou administração de remédios errados, por exemplo, a hidroxiureia (Oncocarbide ®) pode causar vermelhidão e atrofia de pele.

Leishmaniose cutânea
A forma mais frequente de leishmaniose provoca uma ou mais úlceras na pele.
Inicialmente, a lesão é uma placa vermelha pequena cujo tamanho alcança até 2 cm de diâmetro.
A lesão parece-se com uma picada de inseto comum.
Após várias semanas, as placas tornam-se mais escuras e formam úlceras com:

  • Bordas levantadas,
  • Uma cavidade central.

A úlcera pode ser úmida com exsudação de pus ou seca com uma crosta.
As feridas aparecem geralmente em áreas expostas da pele, especialmente:

  • A face,
  • As extremidades.

As lesões podem ocorrer imediatamente após a picada de um flebótomo infectado ou podem ter um período de incubação de semanas ou meses antes de causar as feridas.

Doença de Lyme
A doença de Lyme é uma infecção bacteriana causada por uma espiroqueta: Borrelia burgdorferi.
Pega-se esta doença com a picada de carrapato.
A doença de Lyme provoca uma mácula que pode se estender até meio metro.
Por este motivo também é chamada eritema migratório.
A lesão de pele é plana e é mais escura ao redor da borda.

Síndrome de Behçet
Os problemas de pele são um sintoma comum da doença de Behçet.
As manifestações de pele da síndrome de Behçet são diferentes e muitas vezes desenvolvem-se nódulos vermelhos ou podem formar-se protuberâncias cheias de pus (pústulas).
As lesões são:

  • Levantadas,
  • Vermelhas.

Podem ocorrer em qualquer parte do corpo, mas geralmente aparecem:

  • Nas pernas,
  • Na parte superior do tronco.

Em algumas pessoas, as feridas ou lesões podem ser vistas quando a pele é arranhada ou mordida.
As pústulas lembram a acne e podem ocorrer em qualquer lugar do corpo.
Esta erupção é chamada às vezes de “foliculite“.

Diferentemente do eritema nodoso causado por outras doenças (que curam sem deixar cicatrizes), a lesão da doença de Behçet torna-se muitas vezes ulcerada.



Eritema nodoso: nódulos vermelhos e dolorosos que ocorrem geralmente nas pernas e tornozelos, mas às vezes também aparecem na face, pescoço ou nos membros.

Sífilis
A sífilis primária é uma doença sexualmente transmissível que provoca a formação de uma pápula (sifiloma) nos órgãos genitais: em mulheres na vulva, vagina ou colo do útero. Nos homens na glande e prepúcio.
O sifiloma evolui para uma úlcera cutânea.

Dermatite herpetiforme
Esta doença faz parte das lesões bolhosas da pele (tais como pênfigo vulgar).
A dermatite herpetiforme é uma erupção cutânea com coceira e bolhas que ocorre quando a pele reage aos anticorpos antiglúten que circulam no sangue.
Também é chamada de doença celíaca da pele porque ocorre junto com a doença celíaca.
Embora a dermatite herpetiforme possa se formar em qualquer lugar no corpo, os locais mais comuns são:

  • Os cotovelos,
  • Joelhos,
  • Nádegas,
  • Costas,
  • Parte de trás do pescoço.

Na maioria dos casos (mas não todos), é uma das doenças da pele que causa mais coceira.

Sintomas da dermatite herpetiforme
Os sintomas de dermatite herpetiforme vêm e vão, por exemplo:
1. Bolhas extremamente pruriginosas ou vesículas,
2. A erupção tem o mesmo tamanho e forma em ambos os lados;
3. Na pele pode se manifestar como um eczema.


Catapora

  • A erupção cutânea da catapora começa no tronco e espalha-se para a face e extremidades.
  • A catapora provoca a formação de pápulas vermelhas de 2 a 4 mm, com um contorno irregular (pétala de rosa). Em geral, as lesões são muito numerosas: 200-500.
  • Em seguida, uma vesícula com paredes finas e clara desenvolve-se sobre a área avermelhada.
    Esta lesão de pele é muito característica da catapora.
  • Após cerca de 8 a 12 horas, o fluido da bolha torna-se turvo e a vesícula estoura deixando uma crosta.
    O líquido é muito contagioso, mas as cicatrizes não são consideradas contagiosas.
  • Geralmente, a crosta cai depois de 7 dias. Às vezes, deixa uma cicatriz parecida com um buraco.
  • Embora a lesão atravesse este ciclo completo em cerca de 7 dias, outro marco da catapora é que novas pápulas surgem todos os dias durante cerca de uma semana.
  • As crianças não podem voltar para a escola antes que todas as lesões tenham a crosta sobre elas.

 

Diabetes
Cerca de um terço das pessoas com diabetes desenvolve um problema de pele durante a vida.
Alguns desses problemas de pele são exclusivos para pessoas com diabetes, mas outros ocorrem porque os diabéticos podem ter uma predisposição para infecções e problemas de circulação.

As doenças de pele causadas por diabetes incluem:

  • Infecções (furúnculos, calázio, foliculite e infecções nas unhas)
  • Micose (pé de atleta e micose que muitas vezes se encontram nas áreas interdigitais)
  • Necrobiose lipoídica
  • Xantomatose eruptiva
  • Granuloma anular disseminado
  • Lesões vasculares nos membros inferiores (por exemplo, o pé diabético)
  • Acantose nigricans.

 

Lúpus eritematoso cutâneo
O lúpus é uma doença da pele que pode ser:

  • Crônica (discoide),
  • Aguda,
  • Subaguda.

O sol agrava os problemas cutâneos do lúpus.
Todos os tipos de lúpus causam problemas de pele, conforme listado abaixo:

  • Lesões anulares (manchas circulares com a pele saudável no centro) no rosto e na cabeça;
  • Pele escamosa em áreas em forma de disco;
  • Perda de cabelo;
  • Erupções cutâneas lisas no rosto e corpo que se assemelham a uma queimadura;
  • Calcinose cutânea;
  • Pequenas manchas pretas ou vermelho-roxas nas mãos e nos pés;
  • Úlceras dentro da boca e do nariz;
  • Pequenas manchas vermelhas nas pernas;
  • Fenômeno de Raynaud;
  • Eritema palmar.

Mordidas e picadas: insetos
Pulgas e ácaros mordem muitas vezes os humanos, mas não são venenosos. Às vezes é difícil avaliar que tipo de inseto causou a mordida ou se a coceira é causada por hera venenosa ou outras doenças de pele.
Os sintomas mais comuns são:
1. Pequenas lesões salientes
2. Dor ou coceira
3. Dermatite (inflamação da pele)
4. Alergias em pessoas hipersensíveis com bolhas ou inchaço.


Impetigo
O impetigo é uma infecção das camadas superiores da pele e é mais frequente em crianças de 2 a 6 anos.
Geralmente ocorre quando a bactéria entra em um:

  • Corte,
  • Arranhão,
  • Picada de inseto.

O impetigo é causado pela bactéria Staphylococcus, mas também pode ser causada por Streptococcus (grupo A).
Os sintomas iniciais são semelhantes às espinhas vermelhas, rodeadas por pele avermelhada.
Nessas lesões forma-se uma vesícula cheia de líquido claro.
Essas lesões podem ocorrer em qualquer lugar no corpo, mas geralmente são encontradas no rosto, braços e pernas.
As lesões enchem-se de pus e depois de alguns dias estouram, formando uma crosta grossa. A coceira é comum.

Se o impetigo for causado por Streptococcus, o médico prescreve antibióticos por via oral e pomada antibiótica para ser usada na pele.

 

Lesões cutâneas
Lesões cutâneas

Lesões de pele em crianças

  • As crianças podem ter os mesmos problemas de pele que os adultos. Os recém-nascidos e crianças estão em risco para os distúrbios relacionados com a fralda.
  • Apesar de muitos problemas de pele de infância desaparecerem com a idade, as crianças podem herdar doenças genéticas e permanentes da pele.
  • As crianças pequenas têm uma pele mais delicada e são mais suscetíveis que os adultos a desenvolver erupções cutâneas ou urticária em resposta a alérgenos alimentares ou ambientais.
    Elas também têm mais probabilidade que os adultos de ter uma doença infantil (catapora ou sarampo).
  • Na maioria dos casos, as doenças de pele na infância são temporárias e podem ser tratadas com:
    • Cremes,
    • Banhos mornos,
    • Medicamentos específicos.

Entre as doenças da pele mais comuns em crianças estão:
1. Eczema (dermatite atópica)
2. Assadura do bebê
3. Dermatite seborreica (seborreia)
4. Catapora e sarampo
5. Verrugas
6. Acne
7. Roséola
8. Eritema infeccioso
9. Urticária
10. Micose
11. Erupção cutânea causada por infecções bacterianas ou fúngicas
12. Erupção cutânea provocada por reações alérgicas.

 

Lesões cancerosas e pré-cancerosas

As lesões pré-cancerosas são alterações cutâneas da pele que, com o tempo, podem se tornar um câncer da pele.
Entre as lesões pré-cancerosas são:

Lesões cancerosas cutâneas: o câncer de pele

A lesão cancerosa pode ser a consequência de um câncer primário ou de metástase na pele.
Uma lesão cancerosa pode ter o aspecto de:

  • Uma cavidade,
  • Um espaço aberto na superfície da pele,
  • Um nódulo,
  • Uma mancha na pele em forma de mapa.

Uma lesão maligna pode ocorrer com:

  • Odor,
  • Corrimento,
  • Sangramento,
  • Coceira,
  • Dor.

No caso de câncer de mama (carcinoma de mama), as lesões de pele que podem se formar são:

  • Pápulas,
  • Nódulos subcutâneos,
  • Vesículas,
  • Úlceras.
    Leia também