Dor no peito

A dor no peito pode ser causada por uma inflamação, infecção, doenças do coração, pulmão ou trato digestivo.

INDICE

 

Dor aguda no peito

A dor aguda no peito, generalizada e difícil de localizar, pode ser uma dor do tipo visceral.
Essa dor ocorre quando  os nociceptores na cavidade torácica (neurônios sensoriais que enviam sinais nervosos da dor para o cérebro e a medula espinhal) se ativam.

 

A isquemia ou inflamação das estruturas e dos órgãos dentro da caixa torácica podem provocar dor no peito de tipo visceral.

O estiramento dos músculos da parede torácica também pode ser um fator de risco de dor aguda no peito.

Fatores de risco da dor no peito

Algumas doenças que podem causar uma dor surda no peito são:

Doenças coronarianas
As doenças das artérias coronárias ocorrem quando as placas de colesterol se formam nas artérias que levam o sangue para o coração.
O acúmulo de colesterol pode causar arteriosclerose (endurecimento das artérias).
Como consequência, as artérias coronárias se tornam estreitas e o fluxo de sangue ao músculo cardíaco é reduzido.
A angina é o sintoma mais característico das doenças coronarianas.

O termo “angina pectoris” refere-se a uma dor surda e semelhante à uma sensação de compressão no peito que ocorre em caso de falta de sangue arterial que chega ao coração.
A dor começa de repente e muitas vezes piora ao longo do tempo.
Os sintomas podem durar mais de quinze minutos, além disso também podem ocorrer quando a pessoa está em repouso.
As opções de tratamento para a angina incluem uma dieta saudável e natural, exercício físico regular, angioplastia (dilatação do estreitamento das artérias coronárias), a colocação de um stent para manter a artéria aberta e os medicamentos.

Infarto do miocárdio
O infarto do miocárdio é conhecido como ataque cardíaco, ocorre devido à uma interrupção do fluxo sanguíneo para uma parte do coração que resulta danificado.

Os sintomas de infarto são:
1. Dor surda e constritiva,
2. Ansiedade,
3. Tontura,
4. Falta de ar,
5. Nervosismo,
6. Transpiração,
7. Arritmia, batimento cardíaco irregular, etc.

Entre outras doenças do coração que podem causar dor no peito estão:

1. Os problemas das válvulas cardíacas
2. Pericardite (inflamação da membrana exterior do coração)
3. Endocardite ou inflamação do endocárdio (membrana interna das câmeras do coração e das válvulas).

O tratamento de um ataque cardíaco pode incluir:
1. Oxigenoterapia,
2. Angioplastia,
3. Cirurgia de ponte (Bypass).

Os medicamentos que o médico prescreve são:
1. Nitroglicerina,
2. Anticoagulantes,
3. Betabloqueadores,
4. Inibidores da Enzima Conversora da Angiotensina (IECA) , etc.

Distúrbios do esôfago
A dor na caixa torácica que deriva de distúrbios do esôfago pode ocorrer devida à espasmos do esôfago, esofagite (inflamação do esófago) ou doença do refluxo gastroesofágico.
A esofagite é mais provável em pessoas com doença do refluxo gastroesofágico, pessoas que fumam muito e aquelas que bebem muito álcool.
A dor é retroesternal e epigástrica, ou seja na região central do tórax e na altura do esôfago.
Para o tratamento da esofagite, o médico prescreve analgésicos, antiácidos ou medicamentos anti-inflamatórios.

As doenças que afetam os pulmões
A dor no peito pode ocorrer mesmo em pessoas com hipertensão pulmonar, pneumotórax ou pneumonia.

A hipertensão pulmonar ocorre por causa da pressão de sangue elevada nas artérias pulmonares que transportam o sangue venoso do coração para os pulmões.
Entre os fatores de risco de hipertensão pulmonar estão as seguintes doenças:

1. Cirrose hepática (fibrose do fígado),
2. Doença pulmonar crônica,
3. Insuficiência cardíaca,
4. Embolia pulmonar (presença de coágulos sanguíneos nos pulmões).

Sensação de queimação no peito

As causas de queimação no peito são as seguintes.

Dor no peitoProblemas cardíacos
Uma sensação de queimação recorrente no peito esquerdo poderia ser um problema de coração, como a angina.
Essa é causada por um fornecimento insuficiente de sangue oxigenado para o coração.
A dor vem por trás do esterno e se estende para a área esquerda do braço, ombro e queixo.
Geralmente se sente uma sensação de opressão na caixa torácica.
A inflamação ou infecção da membrana externa do coração é chamada de pericardite e provoca uma dor afiada no peito juntamente com febre baixa.
Pode ser um sintoma de outra doença grave conhecida como dissecação aórtica que é causada por uma lesão na artéria aorta.

Doenças do pulmão
Em caso de dor urente no peito ao tossir ou respirar profundamente, isso pode ser uma indicação de doença pulmonar.
As razões podem ser uma infecção nos pulmões, pneumonia, embolia pulmonar causada por um coágulo de sangue no interno dos pulmões ou pleurisia.
Estas dores ocorrem durante os ataques de asma, neste caso, existem outros sintomas como respiração curta e chiados durante a respiração.aneurisma,aorta,abdominal

Problemas digestivos
Este tipo de dor no peito pode ser causado por vários distúrbios digestivos.
A dor urente causada por azia no estomago ocorre logo abaixo do peito.
Se a sensação de queimação é causada por uma úlcera de estômago, a dor aumenta com o estômago vazio e melhora depois de comer.
Quando a dor é causada por inflamação na vesícula biliar, piora depois de comer refeições especialmente gordurosos ou picantes.inflamação,da,vesícula,biliar

Costocondrite
Esta doença é caracterizada pela inflamação da cartilagem costal que liga as costelas ao esterno e provoca uma dor queimante no interno da caixa torácica.
A dor é sentida nas costelas ao toque e muitas vezes piora com a flexão ou rotação do tórax.

Outras causas
1. Uma fratura das costelas (causa uma dor persistente por dois dias, depois ocorre apenas durante a execução de determinados movimentos),
2. Uma lesão de tendões ou nervos do peito (muito rara),
3. Ataque de pânico,
4. Uma infecção viral chamada herpes zoster, que causa queimação á nível intercostal.

Ansiedade e dor no peito

As principais causas de dor no peito e ansiedade são as seguintes:

Doença do refluxo gastroesofágico: a ansiedade provoca a formação de ácido no estômago que soube do estômago para o esôfago e provoca uma dor queimante no peito.

Dor muscular: um dos sintomas mais comuns da ansiedade é uma contínua tensão muscular.
Quando os músculos da parede torácica tornam-se involuntariamente contratos, ocorre dor no peito.

Em caso de excesso de estresse, se pode sentir uma sensação de aperto na área do peito. Isso pode afetar a respiração normal.
A dor no peito causada por stress e ansiedade ocorre por alguns segundos ou por um longo tempo.

Opressão precordial
Esse distúrbio provoca dor no peito principalmente em crianças e adolescentes.
É uma dor aguda no lado esquerdo do peito ou sob a axila.
A duração da dor pode variar de alguns segundos a alguns minutos e, em seguida, desaparece.
A respiração profunda pode agravar ainda mais a dor.
A causa exata não foi ainda estabelecida, provavelmente é uma cãibra súbita causada por um ataque de pânico.

Dor no peito e na garganta

Causas de dor no peito e dor de garganta junto

Doença do refluxo gastroesofágico
O refluxo ocorre quando o ácido no estômago sobe para o esôfago por causa do mau funcionamento dos músculos do esfíncter inferior.
É uma causa frequente de dor durante a noite.

Alergia
A alergia à poeira, pólen ou determinados alimentos pode desencadear uma reação alérgica que causa dor de garganta e dor no peito.
Outros sintomas de alergia no ar são coceira, espirros e dor de cabeça.

alergia,inflamação

Bronquite
A bronquite é uma doença respiratória que ocorre quando os brônquios ficam inflamados devido à uma infecção viral ou bacteriana ou fumaça.
Outros sintomas incluem tosse, febre leve e dor de cabeça.



Tuberculose
A tuberculose é uma doença respiratória, de acordo com a medicina convencional é contagiosa e causada por uma bactéria.
É uma doença muito contagiosa e os sintomas são:
1. Tosse grave,
2. Perda de peso,
3. Fadiga,
4. Ardência no peito,

5. Febre
6. Dor de garganta.

Outras causas

1. Pneumonia
2. Asma
3. Gastrite
4. Ansiedade
5. Transtornos psicológicos.


Dor no peito durante a gravidez

Causas de dor no peito na gravidez

Indigestão
Durante a gravidez, o útero aumentado pressiona o estômago e os hormônios liberados relaxam o esfíncter entre o estômago e o esôfago.
Esta ação retarda o processo de digestão e permite ao ácido de subir ao longo do esfíncter.
Isso provoca desordens que causam a sensação de queimação no peito, por exemplo:
1. Má digestão,
2. Azia,
3. Constipação,
4. Meteorismo.

Congestão nasal
O nariz entupido é outra razão de dor no peito. As mulheres grávidas produzem muito estrogênio e progesterona.
Isso provoca inchaço das membranas nasais.
As consequências são congestão nasal, dificuldade em respirar e dores no peito.

Anemia
Dado que o corpo consome mais ferro e vitaminas durante a gravidez, as mulheres muitas vezes sofrem de anemia.
A anemia significa um menor fornecimento de oxigênio às células do sangue.
A consequência é que o feto não recebe o oxigênio necessário.
Isto provoca palpitações e dores no peito.
Existem dois tipos de anemia que afetam as mulheres grávidas:
1. Anemia hipovolêmica (causada pelo aumento do volume de sangue em comparação com a quantidade de células vermelhas do sangue),
2. Anemia por deficiência de ferro.
A anemia também causa:
1. Falta de ar,
2. Fadiga,
3. Palpitações,
4. Irritabilidade.

Muitas pessoas estão convencidas de que eles têm que comer alimentos com alto teor de ferro ou suplementos, mas muitas vezes isso não resolve o problema da anemia.
Uma terapia que muitos não conhecem, mesmo se é muito útil para estes problemas de assimilação é o jejum terapêutico.
A interrupção da alimentação permite que o corpo se concentre na eliminação de toxinas que prejudicam a funcionalidade dos órgãos.

 

Deficiência de cálcio
Uma mulher grávida precisa de pelo menos 1200 mg de cálcio para atender as necessidades do corpo.
Se não tiver o suficiente, o organismo utiliza o cálcio dos ossos para o desenvolvimento do feto.

A deficiência de cálcio provoca:
1. Diminuição da densidade mineral óssea;
2. Cãibras musculares do peitoral e portanto dor no peito.músculos,do,ombro,e,peito

Stress e ansiedade
O stress e a ansiedade podem causar dor no peito e uma sensação de caroço na garganta.
As pessoas estressadas tem respirações mais curtas.
Isto provoca dificuldade na respiração e aumenta a pressão nos pulmões.
A consequência é a dor no peito.
O stress também pode causar:
1. Ataques de pânico,
2. Dores de cabeça,
3. Dor nas costas (devido à contração muscular prolongada),
4. Insônia,
5. Sistema imunológico fraco,
6. Dores musculares difusa.

Inchaço e dor em baixo do peito
Durante a gravidez, os seios de uma mulher aumentam de tamanho devido à alterações hormonais (aumento dos níveis de estrogênio e progesterona) que ocorrem no corpo.
Outra razão para os seios inchados é o acúmulo de gordura e o aumento do fluxo sanguíneo para os seios.
O peso adicional dos seios pode causar dor no peito.

Expansão da caixa torácica
A caixa torácica aumenta para dar mais espaço para o feto.
Isso provoca o aumento da tensão sobre o peito.
Quando a criança cresce, aumenta a pressão sobre a caixa torácica e sobre o diafragma, causando dor no peito.

Dor no peito em crianças

Abaixo estão os principais fatores de risco de dor torácica em crianças.

Traumas
Uma contusão ou lesão é a causa mais comum de dor torácica aguda em crianças.
As dores no peito ocorrem devido à inflamação das articulações entre as costelas e o esterno ou por causa do alongamento dos músculos intercostais.
A dor ocorre ao respirar, durante certos movimentos do tórax e levantamento de objetos pesados.
A fratura das costelas provoca uma dor localizada nos ossos quebrados.

Problemas respiratórios
A dor no peito por asma provoca dificuldade na respiração e tosse produtiva.
Os sintomas de asma pioram:

  • À noite
  • Cedo de manhã ao acordar,
  • Quando se chora,
  • Depois de uma corrida.

Se a dor é causada por uma infecção pulmonar, como pneumonia ou bronquite, também provoca:
1. Calafrios,
2. Febre,
3. Tosse,
4. Vômito, etc.

coronáriasProblemas cardíacos
A dor torácica pode ser causada por:
1. Um ataque de coração.
2. A pericardite é um problema onde a membrana externa do coração torna-se inflamada devido à uma infecção.
3. Uma anormalidade nas artérias coronárias é uma desordem hereditária do coração que pode causar dores no peito.
4. A arritmia ou batimentos cardíacos irregulares. Este tipo de dor no peito, muitas vezes se espalha para o pescoço, ombros, braços e mandíbula.
Em caso de dor no peito com o exercício físico, se o batimento cardíaco está irregular o distúrbio cardíaco pode ser grave.

 

Doença do refluxo gastroesofágico

Esta é uma doença caracterizada pela subida dos sucos gástricos ácidos do estômago ao longo do esôfago.
Os sintomas são azia e irritação na área  esquerda, logo abaixo do esterno.
Neste caso, a dor no peito ocorre depois de comer e se agrava quando a criança dorme.
Outros sintomas que podem ocorrer incluem: dor de garganta, dor ao engolir, boca amarga, náusea ou vômito.

Outras causas
1. Anemia falciforme,
2. Câncer de pulmão ou linfoma,
3. Ansiedade e ataques de pânico,
4. Infecção das cartilagens das costelas.

 


Dor no peito e tosse

Causas e tratamento

Asma
A asma é uma doença respiratória crônica, caracterizada por inflamação e inchaço das vias aéreas.
A inflamação causa falta de ar e favorece as reações alérgicas.
Sintomas:
1. Dor no peito,
2. Falta de ar,
3. Tosse seca,
4. Insônia.

Bronquite
A bronquite é uma doença respiratória causada pela inflamação dos brônquios devido a uma infecção bacteriana ou viral.
As causas da bronquite são:
1. Reações alérgicas,
2. Fumo,
3. Exposição à poluentes industriais.

Os sintomas da bronquite aguda ou crônica são:

  • Dor no peito,
  • Febre leve,
  • Dispneia,
  • Dor de cabeça,
  • Nariz entupido.

 

Pneumonia
A pneumonia é uma doença respiratória caracterizada pela inflamação dos pulmões causada por vírus e bactérias.
Sintomas: Febre, pontadas no peito, falta de ar, tosse com catarro.

Tuberculose
A tuberculose é uma doença infecciosa dos pulmões.
De acordo com a medicina convencional, as pessoas que entram em contacto com esta bactéria ficam doentes, é muito contagiosa.
As pessoas com um sistema imunológico fraco têm um risco maior.
Sintomas: Febre baixa, perda de peso, fadiga, tosse forte.
As doenças causadas por bactérias como a bronquite bacteriana, a tuberculose e a pneumonia bacteriana podem ser tratadas com o antibiótico.

Câncer de pulmãocâncer,de,pulmão
O crescimento anormal e descontrolado das células nos pulmões causa câncer de pulmão.
O tumor pode se originar de outras partes do corpo e depois alcançar os pulmões, isso é chamado de metástase.

Sintomas:

 

Doença do refluxo gastroesofágico

O refluxo ácido no estômago para o esôfago é causado pelo mau funcionamento dos músculos do esfíncter esofágico.
Os fatores de risco são:
1. Fumo,
2. Maus hábitos alimentares,
3. Alimentos muito picantes.
4. Obesidade
5. Gravidez

Sintomas:
1. Dor de garganta,
2. Boca amarga,
3. Dor no peito,
4. Tosse,
5. Azia,
6. Náusea, etc.

Outras causas de dor no peito com tosse:

1. Mononucleose infecciosa,
2. Estenose mitral,
3. Dissecção aórtica, etc.dissecção,aórtica

    Leia também