Bursite do joelho

ÍNDICE

A bursite do joelho significa a inflamação de uma estrutura chamada bolsa também conhecida como bursa sinovial, um saco membranoso que contém o fluido sinovial e serve para facilitar o deslizamento dos tendões, músculos e pele.
Se a bursa fica inflamada, aumenta a produção de fluido sinovial e aumenta o volume de modo a formar uma bolha de alguns centímetros de diâmetro.

Em certos casos, alguns vasos sanguíneos presentes dentro da bursa sofrem uma lesão causando o derramamento de sangue no interior da bursa.
Bursite do joelho O sangue líquido se acumula formando um hematoma, este é o caso da bursite hemorrágica.

Pode acontecer no joelho direito e esquerdo com a mesma probabilidade, e raramente acomete as crianças.
As bursas que se inflamam mais facilmente são: no ombro, no joelho e no quadril (Bursite trocantérica).

Existem 5 bursas em torno ao joelho.

  • A bursa pré-patelar está localizada entre a rótula e a pele, entre aquelas do joelho é a que tem mais chances de desenvolver a inflamação;
  • A bursa da pata de ganso (anserina) está na superfície interna do joelho, entre os tendões dos músculos: grácil, sartório e semitendinoso;
  • A bursa  infrapatelar está localizada abaixo da rótula sob o tendão patelar;
  • A bursa infrapatelar profunda fica entre o tendão patelar e a gordura de Hoffa;
  • A bursa semimembranosa está localizada no lado medial do joelho a um nível mais elevado do que a da pata de ganso.

A bursite inflamatória é a mais frequente e é causada por uma inflamação que pode ser:

  • Por sobrecarga ou por esfregamento se ela é causada por atividades repetitivas não fisiológicas;
  • Químicas se ela é causada por certas substâncias;
  • Séptica se ela é causada por uma infeção.

Quais são as causas da bursite do joelho?

Bursite, joelho fisioterapia, supra-patelar bola, líquido, dor, flexão, infiltração de água, a terapia de bolha de vácuo, e reabilitação, cuidados, sentado inflamação,
Bursite do joelho sentado

A bursite do joelho pode ser causada por uma pressão contínua, por um trauma direto (contusão), por microtrauma repetitivo ou pela repetição prolongada de certos gestos e movimentos.

A bursa do joelho inflamado é conhecida como “joelho de empregada doméstica” (também conhecida como água no joelho) porque no passado as empregadas domésticas lavavam o chão de joelhos apoiadas na rótula e, como tal, na bolsa prerotulea.
Normalmente os trabalhadores que devem manter uma posição ajoelhada, por exemplo, um pedreiro ao colocar pisos de cerâmica e alguns carpinteiros, podem desenvolver uma bursite.
Os esportistas que praticam esportes de contato como rugby, futebol, vôlei e artes marciais são susceptíveis a desenvolver essa doença, sobretudo os esportistas que correm o risco de cair sobre o joelho.
A inflamação da bursa do pé ou pata de ganso ou do semimembranoso é causada por sobrecarga.
Os fatores que podem predispor a bursite são as doenças reumáticas, como a artrite reumatoidegota e diabetes.

Quais são os sintomas da bursite do joelho?

Os sintomas da bursite do joelho incluem:

O paciente se queixa de pontadas intensas.

Os sinais são:

  • Inchaço (causado por fluido sinovial)
  • Se a inflamação também é acompanhada  por uma infecção, o joelho tem pele vermelha e está quente.

O inchaço pode ser muito volumoso como uma bola na frente do joelho.
Uma bursite hemorrágica será caracterizada por um hematoma visível.
Se você pressionar a bursa ou realizar uma flexão ou extensão do joelho, os sintomas se agravam.
A bursite séptica também causa febre, geralmente existe uma ferida de onde iniciou a infeção.




Quais são os exames de imagem úteis para o diagnóstico da bursite do joelho?

O médico deve observar a área dolorosa, realizar o exame clínico, a palpação e verificar o histórico médico.
Estes são suficientes para o médico chegar ao diagnóstico de uma bursite do joelho.
Se o médico pensa que é útil aprofundar o caso, pode recomendar uma radiografia para excluir fraturas ou outras doenças ósseas.
A confirmação da bursite vem através de uma ultrassonografia músculo-esquelética que mostra os tecidos moles: músculos, tendões, ligamentos, bursa, etc.
Se o médico o considerar adequado, também pode prescrever exames laboratoriais para analisar o líquido dentro da bursa.

Como se chega a um diagnóstico de uma bursite no joelho?

Bursite, joelho, supra-patelar ,bola, líquido, inflamação, dor, flexão, infiltração de água, terapia , fisioterapia e reabilitação, cuidados.
Como você recebe o diagnóstico de uma bursite no joelho?

O médico apalpa a área inflamada, verifica o historial médico e faz os testes de verificação da presença dos sinais musculares característicos da doença.
Se for necessário, o médico solicita exames de imagem (ultrassonografia, radiografia) e exames laboratoriais (exames de sangue, análise do líquido da bursa).

Se chega ao diagnóstico diferencial considerando que o paciente pode ter uma fratura óssea ou uma contusão com hematoma, mas nesse caso os sintomas são diferentes porque a amplitude de movimento é reduzida.
O médico pode encaminhar o paciente para um ortopedista que faz o diagnóstico e prescreve o tratamento necessário.

A aspiração do líquido é feita se o médico suspeitar de uma infecção para confirmação e como tratamento.


Qual é o tratamento para a bursite do joelho?

O tratamento é adaptado ao tipo de bursite do paciente.
Em qualquer dos casos, na fase aguda é necessário aplicar crioterapia (ou gelo) para evitar o agravamento da inflamação.
O gelo é aplicado por 20 minutos, três vezes por dia, não é necessário mantê-lo mais tempo.
Entre os remédios naturais para curar uma bursite leve no joelho, a argila verde é muito eficaz. É necessário molhar e aplicar sobre a área inchada pelo menos 30 minutos.
Um creme de arnica montana também pode ser aplicado.
Independentemente se a bursite for hemorrágica, traumática ou por sobrecarga, o tratamento é o mesmo: repouso, crioterapia, proteção da área com uma joelheira para evitar novos traumas.

As opções de tratamento são:

Se os tratamentos não forem suficientes, a única alternativa é a cirurgia: o ortopedista realiza a limpeza e pode remover a bursa.
A intervenção consiste em uma incisão na pele ao longo da bolsa e na remoção total da bursa.
A operação é realizada sob anestesia local, não pode ser feita em regime de internação em hospital-dia, o paciente é internado e mantido em observação por toda a noite.
No caso da bursite séptica, o tratamento consiste na resolução da infeção com antibióticos.

Quanto tempo dura? Qual é o tempo de recuperação?

O tempo de recuperação depende da causa da doença. Em caso de infeção, após o tratamento com antibióticos, o paciente deve se curar.
Se o distúrbio for traumático, mas a bursite não estiver infetada ou hemorrágica, os tempos de recuperação são muito longos. Sem um tratamento apropriado pode se tornar crônica e pode durar mais de um ano.


Como prevenir o retorno de uma bursite no joelho?

A prevenção é feita tentando evitar situações que podem causar bursite, por isso, se você tem que se ajoelhar no chão é melhor apoiar os joelhos em uma superfície macia como um travesseiro. É melhor minimizar os esportes e atividades que envolvem um movimento repetitivo por um longo período de tempo.

Entre os esportes permitidos estão a natação e o ciclismo (se não provocar dor).

 

Dr. Massimo Defilippo Fisioterapista Tel 0522/260654 Defilippo.massimo@gmail.com
P. IVA 02360680355

http://www.facebook.com/fisioterapiarubierese?ref=hl

http://www.fisioterapiareggio.com

© Scott Maxwell – fotolia.com

    Leia também

Deixe uma resposta