Barriga inchada

INDICE

A barriga inchada ou distensão abdominal é um aumento no tamanho (circunferência) do abdômen proporcional ao resto do corpo.
Este fenômeno pode ser chamado abdômen distendido ou barriga inchada. Um abdômen inchado tem várias causas potenciais e ocorre muitas vezes.

Para curá-lo, é importante compreender a diferença entre inchaço e distensão.

barriga inchada, constipação, distensão, ascite, cólon.

O inchaço é a sensação que sentimos quando a região abdominal é maior.
A distensão significa que o tamanho do abdômen é na verdade maior do que a norma e pode ser visto sem dúvida.
É possível sentir o inchaço sem ser realmente inchado.
Por exemplo, se fazemos uma refeição saudável, podemos sentir a barriga inchada, mas na realidade não está dilatada. Para ser definido como dilatado, o abdômen deve aumentar em tamanho em um quarto.

As causas mais comuns de barriga inchada

Síndrome do intestino irritável
A síndrome do intestino irritável (SII) é uma doença que provoca cólicas e dor no estômago, entre outros sintomas. A SII também pode causar inchaço e gás que poderiam causar a dilatação abdominal.

Intolerância à lactose
A intolerância à lactose é uma doença que ocorre quando o corpo é incapaz de digerir a lactose, um açúcar encontrado em produtos lácteos. Os sintomas são barriga inchada e distensão.

Se sentimos o abdômen inchado depois de duas horas após a ingestão de produtos lácteos, podemos ser intolerantes à lactose.

Ascite
Ascite é uma doença que ocorre quando o fluido se acumula dentro do abdômen.
Este acúmulo é geralmente causado por problemas de fígado, incluindo cirrose.
A cirrose ocorre quando o fígado torna-se fibroso.
Na primeira fase de ascite provavelmente não se notam os sintomas.
Com o tempo acumula-se muito fluido e se começa a perceber o abdômen cada vez mais inchado, mesmo fora de refeições.
A ascite pode causar desconforto.

Flatulência
Poderia ser a causa quando se expelem muitos gases intestinais, mas sem outros sintomas.
Todos nós temos flatulência de vez em quando, é perfeitamente normal chegar a 15 vezes por dia.
Não existe nenhuma definição médica de flatulência excessiva, se sente vergonha ou há uma sensação de desconforto, existem produtos que se podem tomar para reduzi-la.
Tente reduzir alimentos ricos em carboidratos não-absorvíveis.
Os culpados mais comuns incluem feijões e legumes, brócolis, repolho, ameixas, maçãs e alimentos que contêm sorbitol.
Estes tendem a ser digeridos lentamente e podem liberar pequenas quantidades de gases de enxofre quando passam através dos intestinos.
O consultor nutricional Ian Marber diz: “comer lentamente e lembre-se de mastigar.

Doença celíaca
A doença celíaca ou intolerância ao glúten pode ser causada se:
1. Entre os sintomas existe a fadiga,
2. Se perde peso sem um motivo aparente,
3. Sofre de dor abdominal.

A doença celíaca é um efeito clínico adverso ao glúten encontrado no trigo, cevada, centeio e todos os alimentos que os contêm, toda a massa e o pão, bolos, alguns molhos e salsas.
É uma doença auto-imune na qual o corpo confunde o glúten por uma ameaça e ataca-lo, então danifica a superfície do intestino delgado que reduz a capacidade de absorver os nutrientes dos alimentos.
O inchaço pode começar de repente após as refeições.

Alterações hormonais
Pode ser a causa do inchaço antes da menstruação ou na fase inicial da gravidez.
Durante a gravidez e apenas antes do ciclo, crescem os níveis de hormônio progesterona.
A síndrome pré-menstrual pode retardar a evacuação e a mobilidade intestinal, isto significa que o alimento passa lentamente através do corpo. A consequência é a barriga inchada e constipação.

Tratamento
Os exercícios podem ajudar a melhorar a mobilidade intestinal e caminhar durante 30 minutos por dia pode fazer a diferença.
Além disso, a dieta deve ser mudada porque precisamos beber muitos líquidos e comer muita fruta, legumes e grãos integrais para evitar a constipação.

estômago,duodeno,anatomiaPeritonite
O peritônio é uma fina camada de tecido conjuntivo que cobre o interior do abdômen e a maioria dos seus órgãos.
A inflamação do peritônio é chamada peritonite.
A inflamação é causada por uma infecção bacteriana ou fúngica, geralmente é causada por uma lesão no abdômen, uma doença ou um dispositivo para fazer as terapias, tais como um tubo de alimentação ou o cateter por diálise.
Os sintomas variam dependendo da causa da infecção.
São sintomas freqüentes de peritonite:
1. Dor de barriga,
2. Dor no abdômen que se agrava durante os movimentos ou com a pressão,
3. Inchaço ou distensão abdominal,
4. Náusea e vômitos,
5. Diarréia,
6. Constipação ou distensão.

Medicamentos
Se tomamos medicamentos a base de cortisona por um período prolongado de tempo, a conseqüência é a distensão abdominal.
O efeito do cortisona é o aumento de gordura e o enfraquecimento dos músculos e pode ser doloroso. O tratamento prever reduzir a dose de esteróides, se possível.

Distúrbios da parede abdominal
O inchaço geralmente é causado pelo acúmulo de gordura e geralmente faz parte do ganho de peso.
O inchaço local pode ser causado por:
1. Lipoma, um tumor benigno de gordura;
2. Hérnia inguinal ou abdominal – normal ou preso;
3. Tumores.

Conteúdo da cavidade abdominal
1. Ascite – líquido na cavidade abdominal, geralmente associado com falência de órgãos (coração ou fígado) ou devido a depósitos malignos no peritônio.
2. Gás – o excesso de gás no intestino, geralmente a causa de problemas de dieta ou carência da enzima, o ar engolido, a obstrução intestinal parcial ou total.
3. Gás na cavidade peritoneal, por exemplo, por um intestino perfurado.tumor,abdominal,massa,pressão



Alargamento do órgão
Todos os órgãos abdominais (fígado, rins, baço, pâncreas, rim, etc) podem aumentar devido a:
1. Infecções tais como hepatite;
2. Câncer – linfoma, aumento do baço, câncer de ovário;
3. Congestão do fígado devido a insuficiência cardíaca;
4. Problemas congênitos tais como a doença renal policística;
5. Oclusão, pode provocar uma distensão intestinal;
6. Aneurisma da aorta.

Causas do inchaço na área umbilical

  • Hérnia paraumbilicais ou umbilical.
  • Um câncer de estômago.
  • Ao nível do cólon transverso, por exemplo um carcinoma, constipação, diverticulite.
  • No intestino, tais como a doença de Crohn.
  • Aneurisma da aorta retroperitoneal ou linfadenopatia.

Barriga inchada depois de comer

Comida aquecida

 

Barriga inchadaPara algumas pessoas, o inchaço ocorre só quando comem fora.
Há pacientes que relatam inchaço quando comem massas, arroz ou batatas no restaurante.
Esse distúrbio pode ocorrer porque os alimentos foram aquecidos duas vezes.
Parece que o duplo aquecimento dos alimentos compostos de amido muda a estrutura molecular, transformado-se em ‘amido resistente’. Isto não pode ser digerido no intestino delgado e intestino grosso, as bactérias que o decompõem produzem gás, então o inchaço.
Algumas pessoas têm mais dificuldade em digerir o amido do que outras substâncias.
Não é necessário evitar esses alimentos, apenas certifique-se que eles são cozidos apenas uma vez.
Alimentos processados como refeições prontas e pão cozido à parte, como baguette tem amido ainda mais resistente.


Remédios naturais para o abdômen inchado

De acordo com a causa da barriga inchada, podemos ser capaz de tratar os sintomas facilmente em casa.
Comer refeições menores pode ajudar a evitar esse problema no futuro.
É melhor comer devagar para dar tempo aos alimentos de serem processados pelo estômago.
Se o abdômen é inchado por causa de gases intestinais, tente evitar alimentos que causam gases como feijão e alguns vegetais como brócolis e repolho.
Evitar beber bebidas carbonatadas e é melhor não beber de canudo.
Comer devagar pode ajudar a evitar engolir ar que causa inchaço.
Evitar produtos lácteos pode ajudar a aliviar o inchaço causado pela intolerância à lactose.
No caso de síndrome do intestino irritável, reduzindo os níveis de estresse se aumenta a fibra, foi mostrado que ajuda a aliviar os sintomas.
Em caso de ascite, o repouso na cama e reduzir a ingestão de sódio pode ajudar o corpo a se livrar do excesso de líquido.

Diagnóstico e exames instrumental

Tratamento e prevençãodigestao,degluticao

Quando se sofre de um aumento na produção de gases intestinais, prisão de ventre ou distúrbios digestivos, o tratamento pode consistir em uma modificação da dieta com mais fibra, tomar ervas e mudar o estilo de vida.

Outra solução muito eficaz é substituir as enzimas digestivas que o corpo perde com a idade.

Um sistema digestivo bom contém mais enzimas, desde que cada tipo de alimento ingerido precisa de uma enzima diferente para ser digerido.
Entre a mudança no estilo de vida mais fácil e mais rápido é manter um diário alimentar.
Escrever o que se come todos os dias, quanto se come, quando se come e como se sente depois.
Avalie os resultados depois de uma semana.
Procure alimentos, combinações de alimentos ou horários para comer que causam a sensação de plenitude.
Depois de identificar as causas do problema,podemos alterar a alimentação e evitar alimentos e comportamentos que causam problemas.

Abaixo estão algumas mudanças úteis para aliviar o inchaço, gases e flatulência.

  • Coma legumes e frutas frescas. Estes têm um alto teor de fibras e reduzem a constipação.
  • Beba muitos líquidos claros por dia. Isso ajuda o deslizamento do alimento no intestino e mantém os líquidos no cólon.
  • Evite refrigerantes, cerveja e bebidas carbonatadas. Dióxido de carbono pode permanecer preso no estômago causando inchaço.
  • Coma alimentos que são frescos e naturais. Alimentos embalados contêm conservantes e são mais difíceis de digerir.
  • Leia rótulos e evite alimentos que são ricos em sódio. O refrigerante desidrata e provoca a retenção de água.
  • Coma produtos lácteos com moderação.Quem sofre de intolerância à lactose nota que reduzir a quantidade de produtos lácteos favorece a digestão destes produtos. Procure produtos sem lactose.
  • Evite alimentos que são muito frios ou muito quentes porque eles aumentam a ingestão de ar durante a refeição.
  • Evite cafeína porque age como um estimulante e pode excitar o sistema digestivo.
  • Evite alimentos gordurosos porque são difíceis de digerir e podem causar espasmos digestivos.
  • Exercício regular. O movimento, especialmente na manhã antes do café da manhã, promove atividade intestinal.
  • As mulheres podem tomar suplementos para síndrome pré-menstrual para reduzir o inchaço típico do ciclo menstrual.
  • Aumente gradualmente a fibra para 25-30 gramas por dia. A fibra reduz distúrbios digestivos, incluindo distensão abdominal e inchaço.
  • Considere os cuidados preventivos como limpeza sazonal do cólon.

Fazer essas mudanças gradualmente, começando com apenas uma ou duas por vez. Estudos mostram que as pessoas podem mudar seu comportamento mais facilmente com mudanças graduais. Manter o controle de progresso. Isso cria uma motivação para mudar e melhorar suas vidas.


O carvão vergetal
O carvão vergetal é um remédio natural eficaz para barriga inchada.Pode ser comprado em farmácia de manipulação ou como medicamento sob a forma de comprimidos ou cápsulas.
É útil como terapia para cãimbras abdominais, colite, aerofagia, flatulência, indigestão e constipação.

 

 

    Leia também