Mobilização passiva

ÍNDICE

A mobilização passiva consiste no movimento de uma articulação em todas as direções possíveis sem contração muscular por parte do paciente.
Pode ser realizada por um fisioterapeuta ou por uma máquina como o Kinetec.
É melhor não forçar muito as articulações com mobilidade reduzida porque isso pode causar muita dor e uma exacerbação dos sintomas.
A mobilização das articulações dolorosas é difícil porque os músculos do paciente não relaxam.


Mobilização passiva
Um movimento lento é mais adequado do que um rápido.


Quando você precisa da mobilização passiva?

Na maioria dos casos, você precisa da mobilização passiva quando o movimento de uma articulação é limitado, por exemplo:



No pós-operatório de reconstrução do ligamento cruzado anterior, a mobilização passiva precoce reduz a taxa de complicações graves, tais como a rigidez muscular ou hipotrofia, e também favorece a fixação do neoligamento. Os resultados são obtidos através da colocação do peso do corpo inteiro em pé, durante o primeiro mês.
Em pacientes acamados por doença grave, é usada para manter a amplitude de movimento, bem como a prevenção de aderências e de retração.

Quais são os efeitos biológicos da mobilização passiva?

As células perisinoviais fazem parte da membrana sinovial, ou seja, uma estrutura articular que produz um líquido para a lubrificação da articulação. Este líquido (sinovial) é necessário para um movimento fluido e sem dor.
O movimento passivo estimula a secreção de fluido sinovial. O paciente contrai seus músculos para reação de defesa.

Com a mobilização passiva, se relaxam também os tecidos moles (retraídos), melhora a circulação sanguínea e, especialmente, a nutrição da cartilagem articular.
A dor diminui especialmente para os pacientes em pós-operatório ou com uma lesão na fase aguda.

Dr. Massimo Defilippo Fisioterapista Tel 0522/260654 Defilippo.massimo@gmail.com
P. IVA 02360680355

http://www.facebook.com/fisioterapiarubierese?ref=hl

http://www.fisioterapiareggio.com

© Scott Maxwell – fotolia.com  

 

    Leia também

Deixe uma resposta