Remédios naturais para vômito

 

INDICE

Remédios naturais e caseiros para o vômito

O vômito é o esvaziamento forçado ou involuntário do conteúdo do estômago através da boca.
A náusea é um desconforto no estômago que ocorre muitas vezes antes de vomitar.

 

Tipos de vômitos:

  • Vômito alimentar: se rejeita a comida, é amarelado ou marrom claro. Por exemplo, acontece a uma pessoa embriagada, imediatamente depois de rejeitar a pessoa está melhor.
  • Vômito aquoso: é ácido, com sucos gástricos.

Remédios naturais para vômitos

  • Vômito mucoso: não é ácido, mas é cheio de muco e sucos gástricos.
  • Vômito amarelo ou verde: contém a bile, é um líquido verde produzido pelo fígado.
  • Vômitos fecal: a cor é marrom escuro e o cheiro é o de fezes.
    Geralmente a causa é um bloqueio intestinal.
  • Vômito vermelho ou hematêmese: contém sangue vermelho brilhante, geralmente é causada por uma úlcera ou cirrose hepática.
  • Vômitos com cor de café tem uma cor semelhante ao alcatrão porque se trata de sangue digerido.

 

Nós falamos sobre vômito incessante se este sintoma é constante e se rejeita tudo o que se come. É muito grave e pode causar grave desconforto ao paciente.

 

As principais causas de vômitos

A principal causa é a infecção do estômago por um vírus (por exemplo, rotavírus).
A doença começa com vômitos, a diarréia normalmente segue entre 12 a 24 horas.

Intoxicação alimentar – o avenenamento de toxinas produzidas por bactérias que crescem em alimentos mal armazenados (por exemplo, Staphylococcus na salada) ou da toxina do Bacillus cereus em pratos de arroz.

O vômitos também podem ser desencadeada por uma tosse forte. Isso é comum, especialmente em crianças com refluxo.

Gravidez
A gravidez pode causar vômitos. As mulheres grávidas muitas vezes sofrem de náusea e vômito pela manhã.

Enxaqueca
Na enxaqueca o vômito geralmente começa com uma excruciante dor de cabeça e desaparece uma vez que passe a enxaqueca.
O médico prescreve medicamentos para enxaqueca a fim de aliviar o vômito.

Apendicite
A apendicite é uma emergência médica que pode causar vômitos. Também se sente uma dor de barriga fortissima e o apêndice deve ser removido.

Labirintite
A labirintite é uma infecção do ouvido interno que causa tontura e zumbido. Seu médico pode prescrever medicamentos para aliviar os sintomas, enquanto o sistema imunológico combate a infecção. Podem ser necessárias duas semanas para passar.

Congestionamento
O vômito pode ocorrer em caso de bloqueio de digestão por causa da esposição ao frio, depois de entrar em uma banheira de água fria, no mar, ou depois de beber bebidas quase geladas.

Vômito auto-induzido
O vômito auto-induzido é típico de pessoas com transtornos alimentares como bulimia e anorexia. É uma manobra na qual o paciente coloca “dois dedos na garganta” ou um palito perto do epiglote. Desta forma se estimula a abertura do esfíncter gastroesofágico e a contração do músculo que empurra o alimento para a boca.

Outras causas

  • Alergias alimentares
  • Refluxo gastroesofágico, deixado do conteúdo do estômago (comida ou líquido) para cima,
  • Medicamentos ou tratamentos, por exemplo, tratamento do câncer com quimioterapia ou radioterapia,
  • Mau de mar,
  • Dor grave, por exemplo as pedras nos rins.

Causas graves do vômito

Se o vômito persiste por mais de 24 horas como um sintoma isolado (sem diarréia), devem ser considerados casos mais graves, por exemplo:

  • Apendicite,
  • A infecção do rim,
  • Meningite,
  • O trauma crâniano,
  • Obstrução intestinal,
  • Câncer ou um tumor,
  • Úlceras na parede interna do estômago ou do intestino delgado.

 

Sintomas que podem sugerir uma doença subjacente grave

1. Vômito com sangue ou bile.
2. Emagrecimento.
3. Dor abdominal.
4. Febre alta, rigidez na nuca, relutância em olhar para a luz.
5. Aumento da fraqueza/perda de consciência.

 

Diagnóstico

O médico controla a febre, peito e abdômen.

O momento em que a náusea ou vómitos aparece, pode indicar a causa.
Quando aparecem pouco depois de uma refeição, a náusea ou vómitos podem ser causados por:

  • Intoxicação alimentar,
  • Gastrite (inflamação da mucosa do estômago),
  • Úlcera,
  • Bulimia.

A náusea ou vómitos uma a duas horas após uma refeição podem também indicar intoxicação alimentar.
No entanto, algumas desordens, tais como Salmonella podem causar sintomas após muito tempo, entre 12 e 72 horas.

 

Gravidade do vômito
Aqui está uma classificação possível dos vômitos de acordo com o risco de desidratação:

  • Leve: 1 – 2 vezes ao dia,
  • Moderada: 3 – 7 vezes por dia,
  • Grave: Vomitar tudo ou quase tudo, pelo menos 8 vezes por dia.

No início da intoxicação alimentar é comum que uma criança vomita tudo por 3 ou 4 horas e então tornar-se estável com um vômito de leve a moderado.
Menor a criança, maior o risco de desidratação.

 

Vômitos em crianças

As causas de vômitos mudam com base na idade.
Em crianças, é mais freqüente em caso de:

  • Infecção virai,
  • Intoxicação alimentar,
  • Alergia ao leite,
  • Cinetose (enjoo de movimento ou mal do movimento),
  • Indigestão (demais alimentos ingeridos),
  • Tosse,
  • Obstrução intestinal,
  • Febre alta.

 

Qual é o melhor tratamento para vômitos?

Na maioria dos casos, os vômitos passam sem um tratamento.
Na maioria dos casos são causados por um vírus e melhoram por si só.
Nunca tome medicamentos de venda livre ou com prescrição, se não são prescritos pelo pediatra.

Quando o bebê vomita, precisa mantê-lo deitado de lado, tanto quanto possível.
Isso minimiza as chances de inalar o vômito nas vias aéreas e pulmões.

Atenção à desidratação
Quando existe vômito continuado, é necessário evitar a desidratação. A desidratação é um termo usado quando o corpo perde muita água e esta carência causa problemas no funcionamento dos órgãos.
Para impedir que isso aconteça, certifique-se de que seu filho consoma mais liquído para restaurar o que foi perdido com vômitos.



Mudanças na dieta da criança
Para as primeiras vinte e quatro horas após o aparecimento de vômitos, não dê alimentos sólidos a criança e encorajá-la a chupar a ou beber pequenas quantidades de solução eletrolítica com água e açúcar.
Líquidos ajudam a prevenir a desidratação e são menos propensos a estimular o vômito.
Certifique-se de seguir as orientações do pediatra para dar líquidos a criança.

Diretrizes para reidratação oral

Para crianças com menos de 6 meses
Evite dar água normal a um recén-nascido, exceto se o médico indica uma quantidade precisa.
Seu filho deve beber cerca de 2-3 colheres de solução eletrolítica a cada 15-20 minutos. Os líquidos também devem conter o açúcar.
Pare com essa solução quando seu filho pode comer normalmente porque pode irritar a barriga já irritada e provavelmente causa mais vômitos.
Quando a criança há pelo menos 8 horas sem vomitar, reintroduzir o leite se a criança pode se alimentar.
Se o bebê é amamentado no seio e vomita (não apenas cuspir, mas vomita o que parece ser toda a alimentação) mais de uma vez, amamentar por 5-10 minutos a cada duas horas. Se a criança vomita novamente, contactar o médico.
Após 8 horas sem vomitar, você pode retomar a amamentação como normal.
Se sua criança tem menos de 2 meses e vomita todas as mamadas, chame seu médico imediatamente.

Para bebês de 6 meses a 1 ano
Evite dar água normal para um bebê com menos de 1 ano a menos que seu médico especifica uma quantidade diretamente.
Dar a sua criança pequenas quantidades freqüentes (aproximadamente 3 colheres de chá) de uma solução eletrolítica oral cada 15-20 minutos.

É importante que os fluidos tenham o equilíbrio correto de sais minerais.
Estão disponíveis soluções aromatizadas ou se podem adicionar 5 colheres de suco de fruta para cada mamada para dar um melhor sabor à bebida.
Aumente gradualmente a quantidade de solução que se dá a criança se ele está pelo menos duas horas sem rejeitar.
Temos de tentar chegar à quantidade consumida normalmente durante todo o dia.

Quando a criança está pelo menos 8 horas sem vomitar, você pode reintroduzir o leite ou comida.
É possível começar com pequenas quantidades de alimentos macios, como bananas, cereais ou liofilizados.
Se estas não dão problemas, se pode passar para caldo de carne, sopa, purê de batatas, arroz e pão.

Para crianças de 1 ano de idade:
Dar líquidos claros (leite e produtos lácteos devem ser evitados) em pequenas quantidades que variam de 2 colheres de chá a 2 colheres de sopa ou até 30 mililitros, dependendo de como a criança pode tolerar a cada 15 minutos.

Quantos líquidos devemos dar a criança?

O erro maior que fazem os pais quando os filhos têm diarréia e vômitos é dar as crianças demais para beber de uma vez. Especialmente se a criança vomita com freqüência, se devem limitar os líquidos a apenas uma colher de chá de cada vez, usando uma seringa, uma colher ou conta-gotas.

È possível aumentar gradualmente a quantidade que se dá em todos os momentos em que a criança deixa de rejeitar.
Um bom programa incluirá uma colher de sopa de líquido a cada cinco ou dez minutos na primeira hora ou duas.
A quantidade de líquidos que se deve administrar depende de quanto o bebê está desidratado.

Crianças com:

  • Mínima ou nenhuma desidratação devem beber cerca de 100 ml para cada episódio de vômito ou diarréia, se eles pesam menos de 10 kg, enquanto deveriam beber 200 ml se eles pesam mais de 10 kg.
  • Leve desidratação o moderada com diurese reduzida, boca seca e perdeu 3-9 por cento do peso corporal, devem beber cerca de 25-50 ml de líquido por quilo de peso corporal a cada 3-4 horas.
  • Desidratação grave, uma perda superior a 9% do peso corporal, ritmo cardíaco acelerado, respiração profunda, boca seca, olhos encovados profundamente, diurese mínima e extremidades (mãos e pés) frias. Temos de ir imediatamente ao médico.

Embora muitos casos de gastroenterite, diarréia e vômitos podem ser tratados em casa, é preciso consultar um médico se você é capaz de cuidar do bebê em casa, especialmente se seu bebê é inferior a 6 meses de idade, se recusa a beber e continua a vômitar freqüentemente, tem uma desidratação grave, febre, mudança de humor (torna-se letárgica ou irritável), tem diarreia com sangue ou se a desidratação continua a piorar.

 

Quais são os remédios caseiros para vômitos?

Para vômitos, siga as instruções na seguinte ordem:
1. Não comer ou beber nada durante várias horas após vomitar.
2. Beber pequenas quantidades de água em 15 minutos por 3-4 horas.
3. Quando você pode tolerar líquidos claros por várias horas sem vômitar e sente fome, tente comer pequenas quantidades de alimentos macios. Tente alimentos tais como bananas, arroz, maçã, pão seco (estes são chamados de alimentos de dieta BRAT) e cenouras. Por 24-48 horas após o último episódio de vômito, evitar alimentos que podem irritar ou podem ser difícil de engolir: álcool, cafeína, gorduras/óleos, alimentos picantes e produtos lácteos
4. Quando se tolera uma alimentação leve, pode retomar sua dieta normal.
Quem vomita depois de tomar pílula contraceptiva, use outro método contraceptivo para o resto do mês.

É importante descansar o estômago e prevenir a desidratação.
Líquidos claros devem ser tomados nas primeiras 24 horas e, em seguida, se deve restaurar a dieta normal se conseguir tolerar.
Líquidos claros são fáceis de ser absorvidos pelo estômago, por exemplo:

  • Água
  • Bebidas esportivas
  • Caldos claros

Os produtos lácteos devem ser evitados nas primeiras 24-48 horas de um episódio de náusea e vômitos. A enzima que ajuda a digerir o leite pode ser encontrada em células que revestem o estômago. Com o vômito, o corpo pode se tornar relativamente intolerante à lactose.
É possível sentir dores abdominais, estômago inchado, vômitos e diarréia. Quando a pessoa começa a se sentir melhor, pode começar a comer, mas no início tem que seguir a dieta com alimentos leves, como bananas, maçãs, arroz, torradas (a dieta BRAT).

 

Qual é o tratamento para a gastroenterite viral?

A maioria dos casos de gastroenterite viral se resolve ao longo do tempo sem tratamento. Os antibióticos não são eficazes contra infecções virais.
Os medicamentos tais como a Loperamida (Imosec) e aqueles que exigem uma prescrição como cloridrato de metoclopramida monoidratada (Plasil) podem aliviar os sintomas em adultos.
Esses medicamentos não são recomendadas para crianças.

Comer, dieta e alimentação
Estes passos podem ajudar a aliviar os sintomas de gastroenterite viral em adultos:

  • Beber bastante líquidos, como sucos de frutas, bebidas com cafeína e caldos para substituir fluidos e eletrólitos,
  • Tomar pequenas quantidades de líquidos claros ou chupar gelo,
  • Reintroduzir gradualmente alimentos macios e facilmente digeríveis,
  • Evitar alimentos gordurosos, alimentos açucarados, produtos lácteos, cafeína e álcool, até a completa recuperação.

As crianças corre o risco de desidratação mais rapidamente por causa de diarréia e vômitos porque o corpo é pequeno.
Idosos e adultos com sistema imunológico fraco devem beber soluções reidratantes para evitar a desidratação.

 


Remédios naturais para vômitos em adultos

1. Gengibre
O gengibre é um excelente remédio para o sistema digestivo e trabalha como anti-emético natural (eviene vómitos).
Misture uma colher de chá de suco de gengibre com suco de limão, beber várias vezes ao dia.
Em alternativa, preparar uma xícara de chá de gengibre com um pouco de mel ou comer algumas fatias de gengibre fresco com ou sem mel.

2. Canela
A canela ajuda a reduzir náusea e vómitos causados por problemas digestivos.
1. Em um copo de água fervente, adicione uma colher de chá de canela em pó.
2. Deixe em infusão por alguns minutos e, em seguida, filtrar a água.
3. Opcionalmente, adicione uma colher de mel.
4. Beber lentamente.

3. Hortelã
O chá de hortelã pode aliviar vômitos.
Adicione uma colher de sopa de folhas de hortelã secas em um copo de água quente.
Deixe em infusão por 5 a 10 minutos. Filtrar e beber este chá.
Você pode apenas mastigar as folhas de hortelã.

4. Vinagre de maçã
O vinagre de maçã pode aliviar a náusea e promove a desintoxicação alimentar devido às suas propriedades antimicrobianas.
Misture uma colher de sopa de vinagre de maçã e uma colher de sopa de mel em um copo de água.
Beber e repetir se necessário.

5. Beber suco de limão
O suco de limão contém todas as vitaminas e minerais necessários que podem parar o vômito.

 

Como podemos prevenir o vômito?

A higiene e lavar as mãos ajuda a prevenir a propagação do vírus.
Higiene na cozinha minimiza o risco de intoxicação alimentar.
Evitar o consumo excessivo de álcool.
Pessoas que sofrem de enxaqueca podem ser capazes de identificar disparadores e podem tentar evitar alguns alimentos como o queijo.

 

Qual é o prognóstico? Quanto tempo demora?

Isto depende da causa subjacente, mas o prognóstico é bom.
Pessoas que regularmente vomitar por causa do álcool devem lidar com o vício.
A maioria das náuseas e vômito são causados por infecção viral de curta duração, não precisa de um tratamento especial e deve melhorar dentro de uma semana.