Dor na panturrilha

 

INDICE


A dor na panturrilha é causada por uma lesão muscular, doenças neurológicas ou problemas de circulação na perna.
A dor pode ocorrer na panturrilha esquerda ou direita com a mesma probabilidade.

 

Anatomia
A panturrilha se origina de trás do joelho e se insere na parte de trás da perna, a partir daqui começa o tendão de Aquiles que desce abaixo do tornozelo e chega no calcanhar.

 

É composto por três músculos ditos tríceps sural.Tendão,de,Aquiles
Consiste de gastrocnêmio medial (para dentro), lateral (fora) e o sóleo.

O músculo gastrocnêmio tem duas origens que estão em ambos os lados da parte inferior do fêmur, pouco acima do joelho.
O gastrocnêmio é um músculo superficial, apenas sob a pele.
O sóleo é profundo, sob o gastrocnêmio.
Começa na parte superior da tíbia, logo abaixo do joelho.
Os dois músculos se unem a metade da tíbia para formar o tendão de Aquiles que se insere na parte de trás do calcanhar.


Causas da dor na panturrilha

Lesão muscular na panturrilha
Uma lesão muscular na panturrilha é a causa mais frequente de dor. Esta lesão ocorre durante atividades esportivas.
Os sintomas mais frequentes de uma lesão na panturrilha são as seguintes:

Estiramento do gastrocnêmio medial
O gastrocnêmio medial ou interno é a parte do músculo da panturrilha mais propensa a um estiramento.
A dor é localizada na área afetada, se sente especialmente nos primeiros 2/3 dias, mesmo ao caminhar.
Nos dias seguintes, os sintomas ocorrem durante uma contração ou um alongamento do músculo.

Lesão no músculo plantar
O músculo plantar é uma estrutura fina, frágil e pequena.
Este músculo não está presente no 10-20% da população.
O músculo plantar está localizado atrás do gastrocnêmio.
O músculo plantar pode rasgar causando uma dor súbita.

Ruptura do tendão de Aquiles
O tendão de Aquiles liga os músculos da panturrilha ao calcanhar.
Em caso de ruptura do tendão de Aquiles se sente dor na parte inferior da perna e na parte de trás do calcanhar.

Cisto de Baker
O cisto de Baker não é um verdadeiro cisto mas é um acúmulo de líquido na parte de trás do joelho.
Quando ocorre um acúmulo de uma quantidade excessiva de líquido, pode causar dor na parte de trás da perna.
Entre as causas de joelho inchado por trás da articulação estão a lesão meniscal, do LCA (ligamento cruzado anterior) e artrose do joelho.
Raramente, o cisto de Baker pode quebrar causando a entrada de líquido nos tecidos da panturrilha.operação,ao,menisco

Distúrbios vasculares
Um coágulo de sangue é uma causa frequente de dor na panturrilha, especialmente quando a dor não é causado por uma lesão.
Os coágulos de sangue podem causar uma trombose venosa profunda na perna que provoca um bloqueio da circulação.
Isso provoca inchaço e dor na panturrilha.
Os coágulos de sangue são comuns após uma lesão ou a cirurgia.

Entre os problemas circulatórios também existe a flebite ou inflamação das veias que ocorre principalmente ao nível da panturrilha.
As causas são: congestão de sangue, um trauma, lesão ou cirurcia que impedem a pessoa de apoiar o peso sobre a perna afetada, etc.
Os sintomas são forte dor na panturrilha, rigidez e dureza ao toque.

Cãibras nas pernas
As cãibras nas pernas são uma causa comum de dor na panturrilha.

Os sintomas são:

  • Dor intermitente, especialmente à noite,
  • Rigidez no tornozelo,
  • Músculo duro na pressão.
  • O calor alivia os sintomas.

Todos pensam que um acúmulo de ácido lático causa dor muscular, mais realmente não é assim.
O ácido láctico é produzido pelo organismo durante os exercícios atléticos intensivos.
A presença de ácido láctico provoca ardência.
No entanto, o ácido láctico é reabsorvido dentro de uma hora. A dor muscular dura cerca de 24 a 30 horas.
Os médicos concluíram que o estresse excessivo causa dor nos músculos.
Todos podem haver cãibras musculares na panturrilha, especialmente após a corrida ou durante o treinamento de bicicleta.

Fratura óssea, entorse no joelho, entorse no tornozelo
A fratura da tíbia ou fíbula (ossos quebrados) ou a entorse de tornozelo (lesões dos ligamentos) provocam dor nas pernas.
Para entorses leves recomendamos o tratamento RICE: repouso, gelo, compressão, sentar com a perna levantada.
Para uma grave entorse ou uma fratura, é necessário colocar gelo e consultar um médico. O médico pode aconselhar uma órtese.
A fisioterapia melhora a circulação e acelera a recuperação.

Nervo comprimido
A compressão dos nervos na perna pode causar dor ardente, dormência e formigamento da panturrilha até o pé.
O nervo comprimido pode ser o ciático que se origina da coluna, o tibial (ou ciático poplíteo interno) ou o fibular comum (ou ciático poplíteo externo).
A dor ciática causa uma dor mais forte ao acordar de manhã, quando você dobra o corpo para frente.

Veias e artérias
Abaixo estão listadas as mais frequentes causas de má circulação:

Coágulo de sangue. Um trombo em uma veia é uma doença chamata de trombose venosa profunda (TVP). A maioria dos coágulos sanguíneos ocorrem na coxa ou na panturrilha.
A probabilidade de haver coágulos de sangue é maior quando a pessoa:


  • Permanece na cama por um longo tempo
  • Está acima do peso
  • Fuma
  • Toma medicamentos coagulantes

Quando se suspeita de um trombo, é necessário ir imediatamente ao médico ou ao pronto socorro.
Os êmbolos (pedaços de coágulos que se soltam) entram na circulação e podem causar uma embolia pulmonar ou derrame.
Os medicamentos, meias ortopédicas e a perda de peso são os tratamentos para prevenir coágulos sanguíneos.trombose,venosa,embolia,pulmonar

Veias varicosas
Se as válvulas e as paredes das veias são fracas podem causar coloração azul ou roxa da veia perto da pele.
As varizes podem causar dor, especialmente após longos períodos em pé.
É aconselhável usar meias ortopédicas.
Se as varizes causam muita dor, é necessário conversar com um médico sobre outras opções de tratamento.

Infecção

Durante uma infecção, a pele torna-se:

O calor reduz a dor. O médico pode prescrever antibióticos.
Procurar um médico se os sintomas se agravam ou se a febre sobe.

Doença arterial periférica
As paredes das artérias nas pernas se podem endurecer (aterosclerose).
Se as artérias tornam-se apertadas ou bloqueadas, o fluxo de sangue diminui.
Isto provoca dor na perna ou cãibras quando a pessoa caminha, quando sobe ou desce as escadas ou outras atividades.

Dor de “Crescimento” nas crianças
Muitas vezes, as crianças têm dor nos membros inferiores durante o crescimento, em particular no joelho, panturrilha, coxa e virilha.
O sintoma ocorre principalmente à noite e é uma dor intermitente, se sente só em determinados momentos.

Tumor
O osteosacroma (cancer ósseo) pode se desenvolver no joelho e na tíbia, como as metástases ósseas.
Neste caso, a dor é persistente (mesmo parado) e nos últimos estágios da doença é acompanhada de sintomas graves.


O que fazer? Tratamento para dor na panturrilha

As opções de tratamento incluem:

Reposo
O músculo precisa de tempo para curar.
Não realizar atividades que causam dor (correr, saltar e levantamento de peso).
Se um passeio provoca dor, recomenda-se fazer passos mais curtos.
Consulte o médico antes de retomar a atividade esportiva, especialmente em esportes onde você corre ou pula (futebol, vôlei, tênis, etc.)

Frio
Aplique o gelo na perna por 15-20 minutos por vários dias após o trauma. Não aplique o gelo sobre a pele. Enrole o gelo em uma toalha.

Compressão
A compressão impede mais inchaço. O médico pode realizar uma Ligadura elástica para compressão em torno da panturrilha. Tenha cuidado para não enrolar com muita força.

Elevação
Manter o membro para cima ajuda a prevenir o inchaço.

Medicamentos para a dor
Para tratar a dor, o médico pode recomendar:

  • Medicamentos como aspirina, ibuprofeno ou paracetamol,
  • Cremes ou tiras analgésicas que se aplicam na pele.

Fisioterapia e reabilitação
A reabilitação de uma lesão na panturrilha depende da gravidade da lesão.

A reabilitação inclui:
1. Descansar o músculo. Suspender a atividade física (futebol, basquete, tênis, atletismo, levantamento de peso).
Não fazer exercícios até que a dor desaparece completamente.
2. Usar o kinesio taping na panturrilha. Alguns atletas acham que o Kinesio taping-reduz a dor e impede novas lesões.

Massagem terapêutica, pé, perna, panturrilhaEletroterapia e ultra-som.
A ultra-som terapia e a T.E.C.R. terapia reduzem a contratura, o inchaço e estimulam a cicatrização das lesões musculares.
Nas fases posteriores da reabilitação, a massagem terapêutica pode aumentar o fluxo sanguíneo no músculo.
Após a fase inicial, é necessário praticar técnicas de massagem desportiva para os músculos da panturrilha. A massagem desportiva aumenta a circulação sanguínea e alivia a tensão.

Exercícios de alongamento.
Quando a dor inicial desaparece, começa o alongamento do músculo com exercícios de alongamento progressivos para recuperar a amplitude de movimento.
Se começa sentado no chão e em seguida se tiram os dedos dos pés com as mãos.
Puxe delicadamente o pé e os dedos dos pés enquanto o joelho é estendido para alongar o tríceps sural.
Manter a posição por 10 segundos e repetir 5 – 10 vezes.

Após a cura, devemos reforçar a parte inferior da perna para reduzir as chances de uma segunda distensão muscular.

Reforço
Iniciar o reforço muscular com exercícios específicos.

Na primeira parte da reabilitação recomenda-se a bicicleta de corrida ou bicicleta de montanha nas planícies.
Para os exercícios, você deve consultar um fisioterapeuta que pode preparar um programa para ser realizado na academia.


Remédios naturais para dor na panturrilha

Calor
Use o calor quando você começa a atividade física.
Recomendamos de aplicar uma pomada quente antes de fazer esportes.

Saltos
Os sapatos podem causar dor nos músculos da panturrilha. Usar os sapatos errados pode impedir a recuperação do músculo.
Evite usar saltos altos ou sapatos baixos.
Se possível, usar sapatos com saltos um pouco mais altos da ponta.
Aqueles que não possuem este tipo de calçado podem comprar palmilhas para colocar sob o calcanhar.

Creme de arnica
Massagear os músculos doridos com um creme feito de arnica. Esta massagem aquece a pele e reduz a dor.
Esta erva medicinal é conhecida por suas propriedades analgésicas e anti-inflamatórias.
Lembre-se de lavar as mãos depois de aplicar o creme e evitar o contacto com os olhos para evitar a irritação.
Os cremes e as pomadas de arnica são encontrados em farmácia de manipulação ou farmácias.


Quanto tempo demora? O prognóstico

O tempo de recuperação depende da lesão.
Com os devidos cuidados, uma contratura desaparece em 4/5 dias, enquanto uma lesão pode causar dor por mais de um mês (dependendo do tamanho).
Em caso de trombose venosa profunda, os pacientes precisam de pelo menos 3 meses para a recuperação.
Se a dor não passa apesar das terapias é necessário entrar em contato com um médico que pode prescrever exames complementares.


Dor nos músculos da panturrilha durante a gravidez

Causas da dor na panturrilha durante a gravidez

A dor muscular na panturrilha é causada por vários motivos: o mais comum é o ganho de peso.
O peso da futura mãe aumenta no segundo trimestre.
Quando o útero se expande causa uma pressão nos vasos sanguíneos e nos nervos das pernas.

A dor no tríceps sural é causada por:

  • Falta de vitaminas
  • Falta de minerais
  • Desidratação
  • Problemas circulatórios
  • Imobilidade


Dor na panturrilha durante a corrida

Causas de dor na panturrilha ao correr:

  • Exercício intenso
  • Lesão muscular
  • Distúrbios circulatórios
  • Aquecimento insuficiente
  • Desidratação
  • Carência de sais minerais
  • Hiperpronação
  • Fraqueza muscular


Dor na panturrilha durante a caminhada