Cólica renal – sintomas e o que fazer

As cólicas renais são causadas por a formação de pedras nos rins que bloqueiam o trato urinário.

INDICE

 

As pedras nos rins são agregados de sais (por exemplo, oxalato de cálcio ou ácido úrico) que podem crescer e formar cristais duros.
O sistema urinário inclui:

  1. Rins,
  2. Ureteres,
  3. Bexiga,
  4. Uretra.

Os ureteres levam a urina dos rins para a bexiga.
A uretra transporta a urina para o externo durante a micção.

As causas de cólicas renais são as pedras nos rins que podem se formar em ambos os rins.
Enquanto os cálculos estão no rim, o paciente não apresenta sintomas, mas quando o cálculo atinge o ureter, bloqueia o fluxo urinário.
Isso pode causar uma dor aguda e súbita.
Assim que o cálculo chega à bexiga, a dor desaparece imediatamente.dor,nos,rins,irradiação

Também os coágulos de sangue e os espasmos musculares do ureter podem bloquear o trato urinário.

As pedras de cálcio nos rins são mais freqüentes em homens entre 30 e 50 anos.

 


Causas da cólica renal

A cólica renal é desencadeada pelo acúmulo de cálculos ou pedras nos rins.
Quando estas pedras reduzem o fluxo de urina podem causar inchaço e dor fortíssima nos rins (cólica).
As pedras nos rins também podem ocorrer em crianças, embora seja muito raro.

Causas de pedras nos rins
Os cálculos que provocam a cólica renal consistem em são compostos de diferentes substâncias químicas e podem ser devido a:

  • Quimioterapia
  • Cistinúria (doença hereditária caracterizada por excesso de cistina na urina)
  • Doença do intestino delgado
  • Gota (um reumatismo causado pelo acúmulo de ácido úrico nas articulações)
  • Hipercalciúria (excesso de cálcio na urina)
  • Hiperuricosúria ( excesso de ácido úrico na urina)
  • Doença inflamatória intestinal (doença de Crohn e colite ulcerativa)
  • Doença renal
  • Cirurgia abdominal
  • Infecção do trato urinário.

Uma cirurgia abdominal como bypass gástrico pode causar má absorção de cálcio e água, a conseqüência é um aumento no oxalato que forma as pedras na urina.

O diabetes tipo 2 pode aumentar a acidez da urina, isso favorece a formação de pedras.

Gota
Esta doença provoca um acúmulo de ácido úrico no sangue que forma cristais nas articulações e nos rins.

Paratireoidismo
Se as glândulas paratireóides produzem muitos hormônios, o nível de cálcio no sangue aumenta.

Acidose tubular renal
Este problema renal é caracterizado pelo excesso de acidez no corpo.

Problemas intestinais
As pedras são o problema renal mais comum em pessoas com doença inflamatória intestinal, tais como:

  1. Doença de Crohn,
  2. Colite ulcerativa.

Os problemas intestinais podem causar diarréia, então você perde muito líquido e a quantidade de urina diminui.
Além disso, o corpo pode absorver mais oxalato no intestino.

 


pedras,nos,rinsFatores de risco para as cólicas renais

Existem vários fatores que aumentam o risco de cólica renal.
Nem todas as pessoas com os fatores de risco desenvolvem cólica renal.
Entre os fatores de risco incluem:

  • Desidratação
  • Esporte (provoca uma forte perda de líquidos)
  • Dieta rica em vitamina D
  • História familiar de cálculos renais
  • História pessoal de pedras nos rins
  • Infecção do trato urinário
  • Uso de antiácidos à base de cálcio
  • Uso de certos medicamentos.

Entre as drogas que podem causar a formação de pedras estão:

  1. Alguns antibióticos, incluindo a ciprofloxacina e os antibióticos sulfonamídicos
  2. Alguns medicamentos para o tratamento da SIDA
  3. Alguns diuréticos usados para tratar a pressão alta. Mas alguns diuréticos tiazídicos ajudam a evitar cálculos.

Além disso, a ingestão prolongada de suplementos de vitamina D e cálcio pode causar um alto nível de cálcio na urina. Este mineral promove a formação de pedras nos rins.

 


Como prevenir a cólica renal?

Para reduzir o risco de desenvolver os cálculos e as cólicas renais é necessário:

  • Evitar suplementos de cálcio
  • Evitar determinados alimentos ricos em oxalato, como ruibarbo e espinafre
  • Remover ou reduzir o sal na dieta
  • Evitar aves, peixe e carne em excesso
  • Beber muitos líquidos, especialmente água, para prevenir a desidratação.

 


Quais são os sintomas da cólica renal?

Os sintomas das cólicas renais podem ocorrer diariamente ou ocasionalmente.
Alguns desses sintomas podem ser graves:

O sangue na urina pode ser visto se a pedra danificar a parede dos órgãos do sistema urinário.
A queimação durante a micção está presente quando o cálculo está próximo da bexiga.
A febre é causada pela estagnação da urina no rim e na parte superior do ureter que se infecta.
Uma infecção do trato urinário pode causar febre e calafrios.

Intensidade da cólica renal
As cólica renais são muito dolorosas e normalmente as pessoas com cálculos biliares sentem uma dor aguda e repentina sem aviso prévio.areia,renal
A intensidade pode ser pior que a dor:


  1. Do parto,
  2. Das fraturas ósseas.

Posição e características da dor causada pelas pedras nos rins
As pedras nos rins se movem para o ureter até a bexiga.
Quando o interno do ureter é bloqueado pode ocorrer uma forte dor juntamente com irradiação para o abdômen inferior, testículos ou vulva.
Pode ocorrer juntamente com náusea e vômitos.

Sintomas que podem indicar uma doença grave
Em alguns casos a cólica renal é uma doença grave que deve ser imediatamente avaliada pelo médico.
Procure assistência médica imediata em caso de:

  • Febre alta (acima de 38° C)
  • Incapacidade de urinar
  • Vômitos incontroláveis.

hydronephrosis

 


Diagnóstico de cólica renal

O médico deve visitar o paciente para entender a causa dos sintomas, também deve excluir outras doenças com sintomas semelhantes, tais como cistite ou apendicite.

  1. O primeiro exame é a ultrassonografia mostrando o cálculo e a dilatação do rim.
    A ultrassonografia mostra bem o rim e a parte inicial e final do ureter, mas não a parte central.
    Este exame pode ser feito durante a gravidez.
  2. O médico também pode prescrever a radiografia mostrando cálculos se não são muito pequenos.
  3. Se não é possível ver o cálculo, a tomografia computadorizada sem meio de contraste mostra bem todo o ureter e ajuda a diagnosticar outras doenças.

Para diagnosticar a cólica renal também podem ser feitos:

  • Exames de sangue para verificar o nível de cálcio ou ácido úrico no sangue.
  • Exame de urina para controlar a quantidade de minerais que podem formar pedras na urina.

 


Tratamento para cólica renal

Quando o paciente sente uma dor muito forte, deve ir imediatamente ao pronto socorro.
Na fase aguda, geralmente o médico recomenda repouso e possivelmente os medicamentos para a dor.
Você não deve beber água durante a cólica aguda, porque isso aumenta a sobrecarga renal.

O tratamento das pedras nos rins é a redução da dor e a ruptura dos cálculos.
Em alguns casos as pedras nos rins e os sintomas relacionados podem desaparecer por si só.
Em 90% dos casos, se o cálculo tem dimensões de 6-7mm pode sair sozinho, se for maior, é necessário um tratamento.

No entanto, as recorrências dos cálculos renais são freqüentes. Beber muitos líquidos pode ajudar a curar e diminuir a dor da cólica renal.

Medicamentos para cólica e pedras nos rins
Geralmente, na fase aguda o médico recomenda antiinflamatórios, como diclofenaco (Voltaren ®), ou cetorolaco (Toradol ®).
O anti-spasmodics como brometo de N-butilescopolamina (Buscopan ®) não são necessários nesta fase porque a causa dos sintomas não é o espasmo muscular.

Após as primeiras horas, o médico pode prescrever alguns medicamentos para favorecer a expulsão das pedras nos rins e aliviar a dor.
Os medicamentos para cólica renal incluem:

  • Alopurinol (para cálculos renais de ácido úrico).
  • Medicamentos alfa-bloqueadores para eliminar os cálculos, já que relaxam o ureter e facilitam a expulsão da pedra.
  • Antibióticos para eliminar a infecção.
  • Medicamentos para reduzir os níveis de cistina que diminuem o nível deste aminoácido na urina.
  • Analgésicos e antipiréticos (para abaixar á febre), por exemplo, o acetaminofeno (Paracetamol ®).
  • Citrato de potássio para ajustar o pH da urina e evitar a formação de cálculos biliares.

 

Cólica renal
Cólica renal

Outros tratamentos para as cólicas e os cálculos renais grandes
Além de medicamentos, podem ser necessários outros tratamentos para a cura ou a remoção dos cálculos renais.
Em alguns casos, é necessário recorrer à cirurgia.
As opções de tratamento para pedras nos rins incluem:

  • Litotripsia (uso de ondas de choque para quebrar as pedras nos rins), que são feitos nos rins para cálculos menores de 2cm, se o cálculo for no ureter, esse tratamento é menos efetivo.
  • Cirurgia para remover as pedras grandes, pode ser feito em laparoscopia quando o paciente tem outros distúrbios, por exemplo, um estreitamento do ureter.
  • Colocação de um stent ureteral para manter aberto os dutos urinários dos rins para a bexiga (ureteres).
  • Ureteroscopia (Cirurgia minimamente invasiva).

Depois de algumas horas, alguns pacientes com cólica renal podem sentir alívio significativo com o deslocamento dos cálculos na bexiga e ao passar através da uretra. Se o paciente ainda está sob supervisão médica, é possível filtrar a urina para verificar so cálculo renal saiu.

 


Quanto tempo demora? Qual é o tempo de recuperação?

Com a terapia adequada, a duração da terapia é de algumas horas.


Remédios naturais para cólica renal

Na fase aguda os remédios naturais não são eficazes, algumas pessoas têm alívio com a bolsa de água quente.


O que comer? Dieta e alimentação para cólica renal

Pedras nos rins de cálcio
Limitar os alimentos que tem um conteúdo elevado de oxalato. Alguns alimentos são ricos em oxalatos como:

  • Espinafre,
  • Ruibarbo,
  • Aspargos,
  • Abobrinha,
  • Nozes,
  • Farelo de trigo.

Estes alimentos causam a excreção excessiva de oxalatos na urina que se combinam com o cálcio para formar as pedras de oxalato de cálcio.
O cálcio pode interagir com os oxalatos e fosfatos para a formação de cálculos biliares.
Durante a digestão, o cálcio nos alimentos e suplementos vincula-se ao oxalato dos alimentos. Este composto não entra no sangue e no trato urinário, impedindo a formação de cálculos renais de oxalato de cálcio.

Os suplementos de vitamina C e D podem aumentar o risco de pedras nos rins. A vitamina C ou ascorbato de cálcio pode ser convertido em oxalato de cálcio no organismo.

Diminuir o sódio (sal) na alimentação ajuda a prevenir as pedras de cálcio.
O aumento de sódio na urina pode causar aumento da excreção de cálcio.

É necessário limitar alimentos ricos em sódio como:

  • Cachorros-quentes,
  • Sopas e vegetais enlatados,
  • Alimentos congelados e processados,
  • Almoço de fast-food.

Ao verificar os rótulos devem ser evitados alimentos que contenham sódio oculto como:

  • Glutamato monossódico (MSG),
  • Fosfato dissódico,
  • Alginato de sódio,
  • Nitrito de sódio,
  • Nitrato etc.

O suco de limão ou limonada é ótima para reduzir o ph da urina, portanto previne a formação de pedras nos rins.
Recomenda-se incluir o gengibre na alimentação.

É necessário limitar as proteínas animais porque elas aumentam a excreção de cálcio na urina e reduzem a excreção de citratos.

Cálculos renais de ácido úrico
As proteínas animais contêm purinas que se dividem em ácido úrico e são excretadas na urina. Portanto, você tem que limitar o consumo de proteína animal para evitar a formação de pedras de ácido úrico.
É necessário evitar ou comer pouco leite, produtos lácteos, aves, ovos, peixe, etc.
A carne de órgãos como o fígado contêm altos níveis de purinas.
Manter um peso saudável, uma dieta adequada e exercício físico adequado reduz a incidência de pedras de cálcio e ácido úrico.

Água
Para evitar a formação de pedras nos rins, é necessário beber mais água (2 litros por dia).

Os estudos têm mostrado que o suco de laranja e limonada podem aumentar a concentração urinária de citrato e diminuir o pH, reduzindo o risco de pedras nos rins.
Para a prevenção, é preferível o suco de laranja do que a limonada ou o suco de mirtilo porque tem um efeito mais alcalinizante e por sua capacidade de aumentar a excreção urinária de citrato, a consequência é uma maior solubilidade dos cálculos.

Qual água beber?
É recomendável beber água com um ph e um resíduo fixo baixos.