Coceira no pênis – vermelhidão e ardência

A coceira no pênis ou na genitália externa ocorre frequentemente pelas mesmas razões que causam coceira no resto do corpo.

INDICE


Em alguns casos, a coceira no pênis é apenas um problema de falta de higiene.

Isso ocorre principalmente em homens que não são circuncidados.
É importante lavar bem o pênis, lembrando de empurrar o prepúcio para trás para lavar completamente dentro.

Aparelho genital masculino

Causas de coceira intíma na região pubiana

Quando um homem sente coceira na área genital, a razão pode ser uma erupção cutânea causada por:

  1. Uma doença inflamatória da pele,
  2. Fungos,
  3. Piolhos
  4. Uma infecção viral.

Enquanto a infecção viral e a infestação de piolhos são transmitidas sexualmente, outras doenças da pele não são causadas por relações sexuais.
No entanto, qualquer que seja a causa da coceira na pele sobre o pênis, recomendamos sempre consultar um médico em vez de tratar o problema com cremes sem uma prescrição médica.

Piolhos pubianos ou chatos.
Os piolhos são pequenos parasitas que vivem nos pêlos pubianos dos seres humanos.
Os chatos geralmente se espalham através do contato sexual com uma pessoa infectada.
Os principais sintomas são coceira na região pubiana, como manchas de sangue e pontinhos pretos sobre as calças que são as fezes de piolhos.

A foliculite afeta a região pubiana, mas geralmente causa mais dor do que coceira.

O molusco contagioso é uma infecção viral que se parece com pequenos pontos vermelhos ou manchas vermelhas (pápulas) na glande.
Esta infecção sexualmente transmissível (DST) às vezes pode aparecer no corpo do pênis.


Causas de coceira que podem afetar o corpo do pênis

Herpes genital: uma infecção sexualmente transmissível causada pelo vírus herpes simplex tipo 1 (HSV-1) ou tipo 2 (HSV-2).
É possível desenvolver essa infecção com as relações sexuais.
A herpes genital pode causar bolhas.

O líquen nitidus provoca pequenas pápulas na cabeça do pénis que podem causar coceira e uma leve dor. Não é uma doença sexualmente transmissível.

 

Causas de coceira na pele sobre a glande e o prepúcio

Muitas vezes a herpes genital afeta a glande e o prepúcio e causa bolhas que estouram e provocam úlceras muito dolorosas.

A candidíase peniana é uma infecção fúngica que pode ser o primeiro sintoma de diabetes em homens.
Muitas vezes ocorre depois de tomar um antibiótico por muito tempo.
A candida provoca:

  1. Coceira íntima,
  2. Ardência na glande,
  3. Dor durante a relação sexual,
  4. Dor depois de urinar,
  5. Mau cheiro íntimo,
  6. Erupção cutânea.

As verrugas genitais (ou condilomas) são uma doença sexualmente transmissível causada por uma infecção viral pelo vírus do papiloma humano.
As verrugas muitas vezes aparecem na glande e no prepúcio que causam coceira.
As verrugas podem aparecer:

  1. No corpo do pênis,
  2. Na região pubiana.

Na fase inicial o paciente observa pontos brancos na glande.
Outras doenças que podem causar coceira e não são sexualmente transmissíveis são:

  1. Líquen plano,
  2. Psoríase,
  3. Dermatite seborréica,

As doenças da pele como psoríase, muitas vezes provocam coceira peniana.
A psoríase peniana pode causar dor, coceira intíma masculina e manchas vermelhas na glande.

A falta de higiene pessoal pode causar o acúmulo de material esbranquiçado ao redor da coroa da glande.
A sujeira pode causar uma leve coceira.

Outras doenças da pele
Estes distúrbios afetam diferentes partes da genitália masculina.

Sarna: Esta é uma infestação da pele do ácaro Sarcoptes scabiei.
A causa é o contato pele a pele e pode ocorrer:

  1. Durante a relação sexual,
  2. Em lugares lotados como hospital, escola e casas de repouso.

A sarna é caracterizada por uma forte coceira nas áreas da pele infectada.
O resto do corpo pode ser afetado da mesma forma, em especial:

  1. Os dedos,
  2. Sob as axilas,
  3. O umbigo.

O líquen escleroso masculino é uma doença inflamatória crônica da pele responsável pela dor na relação sexual.
A causa desse distúrbio não é certa.
O líquen escleroso causa balanopostite aguda e crônica e a formação de cicatrizes que podem causar disfunções sexuais e urinárias significativas, além de aumentar o risco de carcinoma de células escamosas do pênis. (Fonte: Bunker CB. London: Saunders; 2004. Male genital skin disease).
O líquen escleroso pode se apresentar de muitas maneiras diferentes.
Pode não causar sintomas ou pode causar:

  1. Coceira,
  2. Ardencia,
  3. Sangramento,
  4. Lesão,
  5. Separação entre frênulo e prepúcio,
  6. Vesículas cheias de sangue,
  7. Problemas urinários, como dificuldade em urinar e redução do fluxo urinário,
  8. Alterações anatômicas dos genitais,
  9. Estreitamento do prepúcio (fimose)
  10. O prepúcio permanece retraído (parafimose),
  11. Uretrite,
  12. Estenose uretral,
  13. Retenção urinária,
  14. Insuficiência renal.

Fonte: Male Genital Lichen Sclerosus – Christopher Barry Bunker and Tang Ngee Shim

Dermatite de contato: esta doença é causada pelo contato direto com um irritante ou alérgeno.
Entre as causas da dermatite estão:

  1. Sabonetes medicinais,
  2. Sabonete líquido,
  3. Produtos de borracha.

O eczema é uma doença de pele que pode afetar o pênis.
A dermatite atópica pode causar dor, coceira e se pode observar um escorrimento de líquido das lesões cutâneas abertas.
Alguns homens observam que o preservativo reduz a freqüência e a gravidade das erupções cutâneas.

 

Coceira na glande causada por uma alergia

A alergia a perfumes ou corantes encontrados em sabonetes, loções ou detergentes é uma causa freqüente de:

  1. Coceira no pênis,
  2. Vermelhidão,
  3. Inchaço,
  4. Bolhas.

É difícil entender o produto que causa os sintomas, mas quando se detecta e se elimina essa substância, a coceira desaparece por si só.
Evitar o uso de preservativo de látex pode ajudar.
Na verdade, a reação alérgica na glande pode causar mais desconforto do que coceira, especialmente se afeta a pele escrotal.

A dermatite de contato (devido ao uso de preservativo) pode causar uma erupção cutânea pruriginosa na glande.
A erupção pode se espalhar para:

  1. O corpo do pênis,
  2. A pele do escroto,
  3. A virilha.

Também pode ocorrer a dermatite de contato na região vulvar do parceiro feminino.
Da mesma forma, a utilização de espermicida pela mulher pode dar origem a dermatite de contato ao parceiro masculino.
É necessário controlar o sabão e o sabonete líquido para o banho.

A balanite é a doença inflamatória mais frequente do pênis.
O acúmulo de leveduras e outros microorganismos sob o prepúcio promove a inflamação do tecido circundante.
Os sintomas podem ser:

  1. Coceira,
  2. Desconforto,
  3. Dor.

A inflamação do pênis é responsável por uma variedade de doenças, incluindo:

  1. Fimose,
  2. Balanopostite,
  3. Líquen escleroso.

Fonte: Brian J. Morris e John N. Krieger (Penile Inflammatory Skin Disorders and the Preventive Role of Circumcision).

A balanite pode ser a conseqüência de alergia a perfume, sabão e detergente.
Nunca use um desinfectante para lavar a glande porque isso pode ser muito irritante.

O que fazer para a balanite
Evite o sabão perfumado. Uma alternativa de tratamento é um ‘creme aquoso’ vendido em farmácias e usado para lavar o corpo (ou seja, aplicar uma pequena quantidade e enxágüe).
Colocar dois punhados de bicarbonato de sódio no banho, mas sem outros aditivos (sem banho de espuma, óleo de banho ou desinfectante).

Seu parceiro deve ir ao médico para descobrir se ele tem a infecção por candida na glande ou na boca (especialmente se a balanite ocorre após a relação sexual).

Segundo os estudos científicos, a circuncisão masculina tem reduzido significativamente o risco de doenças inflamatórias do pênis, especialmente se realizado nos primeiros anos de vida.

 


Como curar a coceira na glande e o prepúcio?

Os homens devem proceder da seguinte maneira para evitar a coceira genital:

  • Lavar bem o pênis, incluindo a área sob o prepúcio nos homens não circuncidados.
  • Manter a área seca, porque a umidade na área genital pode causar uma infecção.
  • O pó de amido de milho, durante o verão pode ser útil para a absorção da umidade.

Seja os homens que as mulheres devem proceder do seguinte modo para evitar a coceira genital:

  • Vestir um vestido e a roupa intíma não apertada e de fibra natural.
  • Trocar a roupa intíma pelo menos a cada 24 horas.
  • Manter a área genital limpa e seca.
  • Use sabão neutro e enxágüe bem.
  • Use um detergente suave e sem fragrância para lavar a roupa intíma
  • Seque bem o corpo após o banho e a natação.
  • Evite usar roupas molhadas por longos períodos de tempo.
  • Evitar relações sexuais sem proteção, especialmente quando você suspeita que seu parceiro pode ter uma infecção.

 


Remédios naturais para a coceira na glande

Certas mudanças no estilo de vida podem prevenir ou aliviar a coceira do pênis.
Adicionar um pouco de farinha de aveia ou bicarbonato de sódio na água do banho pode ajudar a reduzir a coceira.

De acordo com o higienismo, para as infecções bacterianas e fúngicas, a melhor terapia natural é a mudança da alimentação.
Fungos e bactérias proliferam se encontrarem a nutrição necessária, caso contrário a infecção não se desenvolve.
Esses microrganismos se alimentam apenas de tecidos mortos ou em decomposição, logo de acordo com os higienistas, eles podem crescer em uma pessoa somente se houver muitas toxinas no sangue.
As toxinas são produzidas pela digestão de:

  1. Alimentos processados, por exemplo doces,
  2. Café e chá,
  3. Produtos lácteos,
  4. Carne e peixe (as aminas nocivas são formadas durante a digestão),
  5. Cereais ou farinha.

Se nenhum dos métodos acima pode aliviar os sintomas, recomendamos uma visita ao médico para descartar doenças mais graves como:

  1. A diabetes,
  2. Doenças sexualmente transmissíveis.

O médico prescreve, muitas vezes, os cremes com hidrocortisona para aliviar a coceira do pênis.

Top