Bursite do calcanhar

A bursite do calcanhar é a inflamação da bursa retrocalcaneana (ou na parte posterior inferior do calcanhar) subcutânea que se enche de líquido, engrossa e preme contra as estruturas circundantes, causando dor.

ÍNDICE


Esta bursa cheia de líquido serve para reduzir o atrito entre tendões e osso e para distribuir uniformemente a carga na articulação.
A bursa retrocalcaneal está localizada na parte de trás do calcanhar, entre este e o tendão de Aquiles.

O calcanhar é um osso fundamental na dinâmica do caminhar, visto que é o primeiro a apoiar no chão e a transmitir o peso do corpo no chão.

O hallux valgus pode causar o joanete (inflamação da bursa), que está localizado na base do hallux na parte interna.

A bursite pode ser:

  • Física – é causada por sobrecarga ou por atrito excessivo das estruturas circundantes
  • Química – se é causada por determinadas substâncias derivadas de processos inflamatórios e degenerativos dos tendões
  • Séptica – se é causada por bactérias como Staphylococcus
  • Hemorrágica – se o sangramento ocorre após um trauma que enche a bursa de sangue.

 

Quais são as causas da bursite do calcanhar?

As principais causas de bursite são os traumas, especialmente no caso da bursa retrocalcaneana. Existem vários atletas que sofreram uma entorse do tornozelo ou contusão.

As possibilidades de haver bursite no pé esquerdo ou direito são iguais.
Os atletas que correm muito: futebolistas, corredores, jogadores de handebol, vôlei, basquete, rugby, futebol americano, etc. podem sofrer dessa doença por causa do deslizamento contínuo dos tendões causado pelo movimento do tornozelo.

O esporte em um chão de jogo duro pode forçar o calcanhar a trabalhar em forma não fisiológica por causa da dificuldade em absorver os choques durante a corrida e nas mudanças de direção.
A mudança de calçados pode causar uma sobrecarga do tendão de Aquiles. Os sapatos de salto alto mantêm o tendão encurtado e relaxado, enquanto os tênis ou sapatos sem salto mantém o tendão de Aquiles estirado. Mudar os sapatos de salto alto para sapatos baixos pode inflamar a bursa.

Até mesmo um sapato muito grande ou desamarrado (como muitas vezes usam os jovens), pode causar um atrito na parte de trás do calcanhar que promove o desenvolvimento da bursite.
O esportistas do domingo são as pessoas que podem ter uma bursite do calcâneo porque provocam estresse a um tendão que não está acostumado.
As doenças reumáticas também podem causar a bursite do calcanhar, em particular:

 


Quais são os sintomas da bursite do calcanhar?

Quem é afetado pela bursite do calcanhar sente dor durante a caminhada, durante os movimentos do tornozelo (mesmo sem carga) e pressionando a área inflamada, nos casos mais graves pode ser insuportável.
O desconforto é localizado na região posterior e superior do calcanhar e ocorre principalmente durante a caminhada e corrida.
No caso de bursite pós-traumática, é possível sentir dor nos movimentos sem carga, por exemplo, deitado.
O alongamento do tríceps sural ou panturrilha coloca em tensão o tendão de Aquiles, portanto pode causar pontadas nos pacientes com bursite do calcanhar.

 

Como chegar a um diagnóstico?

Para o diagnóstico da bursite do calcanhar é necessária uma ultrassonografia músculo-esquelética dos pés. O ultrassonografista deve ver um espessamento da bursa serosa retrocalcaneana.
O médico avalia os sinais e os sintomas típicos da doença e com a cartela médica pode determinar se o incômodo é causado pela bursa ou por outras doenças.

 

O que fazer? Qual é a terapia mais adequada para a bursite do pé?

Bursite do calcanhar

© fotolia.com

A bursite do calcanhar do tipo inflamatório deve ser tratada em todos os aspectos, é necessária a prevenção para evitar recorrências, a resolução da inflamação e a eliminação da causa da doença.

Na fase aguda é possível tentar colocar gelo por 10 minutos pelo menos 3 vezes por dia, mas apenas para reduzir a dor temporariamente.

Um esportista que sobrecarregou o calcanhar e o tendão de Aquiles precisa descansar por um período curto e, depois, precisa ajustar o sapato, o campo ou inserir palmilhas ortopédicas no sapato para tornar uniforme o apoio do pé.

Se isso não for suficiente, o médico indica se é necessário iniciar uma terapia com base em anti-inflamatórios e fisioterapia ou infiltração.
Se o distúrbio é pós-traumático, o médico se concentra na inflamação e no bloqueio da articulação. Um trauma pode mover ligeiramente o calcanhar em relação ao astrálago ou a tíbia e a fíbula.
Este mínimo desnivelamento e bloqueio articular podem mudar o deslizamento dos ossos entre eles e manter a inflamação.

Se a bursite persiste por vários dias você deve consultar um médico ou especialista (fisiatra ou ortopedista) que decidirá se prescrever anti-inflamatórios ou terapias físicas (por exemplo, ondas de choque) e manuais.
Entre os remédios naturais, o retorno aos velhos sapatos se os novos provocam a bursite.
Uma bursite causada pela mudança dos calçados deve ser curada retornando aos velhos sapatos ou simplesmente inserindo uma palmilha ortopédica que acostuma o pé para apoiar adequadamente no chão.
Se a causa da bursite crônica é uma doença reumatológica como a gota, o médico especialista é o reumatologista que pode recomendar uma dieta e um tratamento farmacológico.

 


Quanto tempo dura? O prognóstico

Se o distúrbio for traumático, os tempos de recuperação são curtos, em 2/3 semanas o paciente pode se curar sem tratamento.
Em caso de sobrecarga ou se a causa é o atrito contra o sapato, a bursite do pé pode durar por muitos meses, por isso é aconselhável fazer o tratamento precoce indicado pelo médico.

Leia também

Deixe uma resposta