Coceira no ânus

 

ÍNDICE

A coceira no ânus é a irritação da pele no final do intestino reto (ânus) que provoca o desejo de coçar.
Mesmo se a coceira puder ser uma reação às substâncias químicas contidas nas fezes, muitas vezes significa que há uma inflamação da região anal.

A intensidade da coceira anal e a gravidade da inflamação aumentam se:

  1. O indivíduo coçar o ânus,
  2. O ânus estiver úmido ou molhado (por exemplo, quando se usa um biquíni molhado depois de ter entrado no mar).

Os sintomas podem ser piores:

  • À noite,
  • Logo após a evacuação.

 

 

Quem sofre de coceira anal?

A coceira no ânus é um problema frequente, mas o número exato de pessoas que sofrem desse distúrbio é desconhecido.
No entanto, parece ser mais comum em homens que em mulheres.
Geralmente afeta as pessoas com idade entre 40 e 60 anos, mas também pode afetar crianças de qualquer idade.

 

 

Causas da coceira no ânus

Doenças de pele

Doenças de pele que podem afetar a pele ao redor do ânus e causar coceira.
Por exemplo:

Dermatite significa inflamação da pele.
Esta doença pode ser causada por:

  • Transpiração excessiva e líquido ao redor do ânus. Pode ocorrer principalmente em crianças pequenas que não conseguem se limpar corretamente ou em adultos que transpiram no trabalho ou com muitos pelos ao redor do ânus.
  • Limpeza excessiva da área anal.
  • Alguns sabonetes, perfumes, cremes, pomadas ou o papel higiênico podem sensibilizar (irritar) a pele ao redor do ânus em algumas pessoas. O indivíduo pode ser alérgico ou sensível a um ou mais ingredientes destes produtos.
  • Roupa íntima sintética ou apertada.

Infecções que causam coceira anal

  • As infecções fúngicas são causadas por bactérias que vivem melhor em zonas úmidas, quentes e pouco arejadas como o ânus. A cândida é mais frequente em pessoas com diabetes e em pessoas que estão tomando antibióticos.
    Outras infecções, tais como:

  • As verrugas genitais causadas pelo papilomavírus humano (na vulva ou pênis) prosperam em condições quentes e úmidas como a pele perto do ânus e podem ser muito pruriginosas.
  • A herpes genital (causada pelo vírus do herpes) pode infectar o ânus e causar coceira durante a fase de cicatrização.
  • É também possível ter outros sintomas, tais como erupções cutâneas, uma protuberância ou secreções.
  • Algumas outras infecções e as doenças sexualmente transmissíveis são a principal preocupação de muitas pessoas, mas geralmente não são a causa da coceira.

Parasitas intestinais, tais como giárdia, vermes e lombrigas

  • Os oxiúros são uma causa frequente de coceira em crianças. Os oxiúros são pequenos vermes que vivem na parte inferior do intestino e têm um comprimento de cerca de 10 mm.
    Esta infecção é muito comum: estima-se 40 milhões de casos nos Estados Unidos por ano.
    A fêmea sai do ânus à noite e põe milhões de ovos na pele do ânus.
    Os ovos causam coceira insuportável:

    • À noite
    • De manhã cedo.

Quando a criança se coça, pega os ovos com as unhas. Dessa maneira é mais fácil transferir os ovos para a boca e, em seguida, infectar o intestino se a criança colocar as mãos na boca e engolir acidentalmente.
Se várias pessoas da família tiverem coceira anal, os oxiúros podem ser a causa.
Entre os medicamentos antiparasitários mais prescritos está o mebendazol (Pantelmin).
Entre os remédios caseiros para oxiúros estão o alho e a cebola, que devem ser incluídos na dieta.

  • A giárdia é um parasita que adere à parede interna do intestino delgado.
    Ela é transmitida através da água contaminada. Também pode causar coceira e diarreia.
  • A tênia (ou solitária) é um verme parasita que pode viver no intestino do homem. Um indivíduo pode ficar doente se comer carne de porco ou carne infectada, crua ou mal cozida.
    A solitária pode causar:

Doenças não cutâneas que causam coceira anal

Algumas doenças podem causar coceira generalizada que pode parecer mais intensa ao redor do ânus.
Entre as doenças que causam esse sintoma estão:

 

Alimentação que causa coceira anal

Alguns alimentos não são totalmente digeríveis e podem sensibilizar a pele ao redor do ânus após a evacuação intestinal.
Eles incluem:


  • Cítricos,
  • Tomates,
  • Especiarias,
  • Pimentas,
  • Grandes quantidades de cerveja, leite, chá ou café.

Medicamentos que causam coceira anal

  • Alguns antibióticos podem causar diarreia. Ter muita diarreia pode irritar a pele do ânus e pode causar coceira anal. Os antibióticos podem modificar a flora intestinal e promover as infecções, tais como a Cândida.
  • Medicamentos com cortisona ou outros remédios que podem enfraquecer o sistema imunológico aumentam o risco de desenvolver infecções cutâneas que podem afetar a pele ao redor do ânus.
  • Os medicamentos que são aplicados na pele do ânus para tratar certas doenças, tais como hemorroidas, podem irritar a pele anal e causar dermatite.

 

Coceira anal na gravidez

Uma mulher grávida pode ter prurido anal do terceiro trimestre até o nascimento da criança.
Os fatores predisponentes são:
A) Alongamento da pele,
B) Alterações hormonais,
C) A colestase gravídica é uma doença que provoca coceira:

  • Na sola dos pés,
  • Nas palmas das mãos.

Sucessivamente esse sintoma:

  • Espalha-se para todo o corpo,
  • Piora à noite.

A causa é uma congestão hepática de sais biliares.
A colestase intra-hepática da gravidez (ou icterícia da gravidez) passa espontaneamente após o parto.
D) Cândida e coceira íntima.

 

Sinais e sintomas que acompanham a coceira anal

A coceira anal pode ocorrer juntamente com outras sintomas semelhantes ao redor do ânus, incluindo:

  • Ardência anal,
  • Dor.

A coceira e irritação dentro ou fora do ânus podem ser:

  • Uma condição temporária,
  • Um problema persistente e irritante.

Para algumas pessoas, a irritação é tão intensa que a vontade de coçar é irresistível e causa embaraço.

 

 

Diagnóstico da coceira anal

Os médicos fazem o diagnóstico da coceira anal com base no histórico médico do paciente.
Precisam saber qual sabonete, creme e óleo o paciente aplicou no ânus, e também é importante compreender se os sintomas pioram depois de comer certos alimentos.

O médico também pode perguntar:

  • Quando piora a coceira,
  • Quanto tempo dura,
  • Se um outro membro da família teve ou sofre de prurido anal.

O médico pode ser capaz de chegar ao diagnóstico com esses dados.
No entanto, se a causa não for clara, o médico pode recomendar uma consulta a um especialista em:

  • Proctologia (um proctologista é o médico especialista em doenças do intestino reto e ânus),
  • Dermatologia (um dermatologista é o especialista da pele),
  • Um ginecologista.

Para o diagnóstico pode ser suficiente um exame retal.
Essa avaliação prevê a verificação da área anal para ver se a pele:

  • Está inflamada,
  • Está ferida,
  • Sangra.

Para o efeito, o médico insere um dedo no ânus do paciente.
Isso pode ajudar a determinar a causa do coceira anal e excluir doenças mais graves, como os pólipos do reto.

 

 

Tratamento para coceira anal e prevenção

  • A região anal deve estar limpa e seca para evitar este distúrbio, especialmente após a evacuação.
  • Deve-se ter o cuidado de não expor a área à umidade em excesso.
  • Após a defecação, a área perianal deve limpa delicadamente com um pano úmido (não os lenços umedecidos industriais), com papel higiênico macio ou com água morna corrente.
    Esfregar a área vigorosamente com papel higiênico seco pode causar mais irritação.
  • Após a limpeza da área, é necessário secá-la com um pano de algodão macio, enxugando a região sem esfregar.

 

Coceira no ânus
Coceira no ânus

Medicamentos para coceira anal

  • Existem vários medicamentos de venda livre ou com prescrição disponíveis sob a forma de gel, pomada, creme, comprimido e supositório para o tratamento desta desordem.
  • Às vezes, são administrados anestésicos locais para proporcionar alívio temporário.
    Estes medicamentos não podem ser usados por um longo tempo.
  • Se estiver presente inchaço junto com a coceira, podem ser aplicados medicamentos vasoconstritores.
    Estes medicamentos ajudam a reduzir a dor, inchaço e prurido.
  • Muitos cremes e pomadas utilizados para tratar este sintoma contêm substâncias protetoras que formam uma barreira sobre a pele da região perianal.
    Isso evita o contato com substâncias que podem causar irritação.
    Por exemplo, é possível usar:

    • Lanolina,
    • Glicerina,
    • Caulim,
    • Vaselina,
    • Óxido de zinco.
  • Além desses produtos, podem ser usados:
    1. Adstringentes como calamina e hamamélis,
    2. Analgésicos como mentol e cânfora,
    3. Antissépticos,
    4. Cortisona tópica.
    5. O Quadriderm ® é um medicamento que contém um antibiótico (gentamicina) e cortisona (besometasone).
  • No entanto, os corticosteroides não podem ser administrados por um longo tempo porque eles podem causar alguns efeitos colaterais.
    O uso prolongado de corticosteroides tópicos pode danificar a pele.
  • Os anestésicos locais podem causar reações alérgicas em alguns indivíduos e podem provocar comichão e uma sensação de queimação.
    É necessário interromper imediatamente o uso de anestésicos locais se os sintomas piorarem após a aplicação.
  • É sempre melhor falar com um médico antes de usar qualquer medicação.
    Isso ajuda a descobrir e tratar as doenças que podem causar coceira anal.

 

 

Remédios naturais e caseiros para coceira anal

Além de manter o ânus seco e limpo, há várias medidas que podem ser tomadas para manter a coceira anal sob controle.

É necessário:

1. Usar papel higiênico macio;
2. Tomar banho todos os dias;
3. Lavar a área suavemente com água morna e bicarbonato de sódio;
4. Aplicar uma pasta de bicarbonato de sódio e água sobre a área, deixar atuar durante alguns minutos e enxaguar com água morna;
5. Limpar cuidadosamente e suavemente a área após a defecação;
6. Usar somente roupa íntima de algodão macia e trocar a calcinha/cueca todos os dias;
7. Vestir a roupa íntima somente quando o ânus estiver completamente seco;
8. Evitar usar calças apertadas;
9. As mulheres não devem usar meia-calça, para evitar o calor excessivo na área perianal;
10. Usar um edredom leve à noite para não ter muito calor e suar;
11. Não aplicar sabonetes e sabões líquidos perfumados ou perfumes ao redor do ânus;
12. Manter as unhas curtas para limitar os danos à pele ao coçar a região anal;
13. Evite coçar a área, os arranhões podem irritar ainda mais a área.

 

 

Dieta e alimentação para coceira anal

Alguns alimentos podem piorar a coceira anal. Se a vontade de coçar aumentar depois de comer certos alimentos, a pessoa deve tentar reduzir ou evitar esses alimentos.

Os alimentos que podem piorar a coceira são:

  • Tomates,
  • Alimentos picantes,
  • Frutas cítricas, como laranjas,
  • Caldos em cubo,
  • Chocolate,
  • Produtos lácteos,
  • Café,
  • Quantidades excessivas de bebidas como leite, chá, cerveja ou vinho,
  • Frios,
  • Nozes e amêndoas,
  • Especiarias.

 


Coçar-se e círculo vicioso

Coçar-se pode piorar a coceira, aumentando a vontade de coçar e assim por diante.
É importante evitar coçar tanto quanto possível.
Isso é difícil, especialmente à noite, porque a coceira piora quando a pessoa está tentando dormir.
Uma pessoa pode se coçar também durante o sono sem perceber.

Para evitar ferir-se:
1. Use luvas de algodão para evitar cortar a pele com as unhas.
2. Um medicamento anti-histamínico pode ser útil antes de dormir. Seu médico pode aconselhar o medicamento mais adequado.