Dor de garganta

ÍNDICE

A dor de garganta é uma das doenças mais frequentes em todo o mundo. Pode ser um sintoma de outras doenças como gripes e resfriados.
A dor de garganta é a inflamação da laringe, faringe e amígdalas, é geralmente bilateral, mas pode ser unilateral (direita ou esquerda).

 

Quais são as causas da dor de garganta?

Amigdalite ou faringite
A inflamação das amígdalas causa amigdalite, enquanto a faringe inflamada causa faringite.

Anatomia dos pulmões, brônquios, garganta

Dor de garganta

Estas doenças são as causas mais frequentes de dor de garganta ao engolir.
A causa pode ser uma infecção bacteriana ou viral.
O contágio é direto, o vírus no ar é transmitido através das gotículas de uma pessoa infectada.

Mononucleose
A mononucleose é causada pelo vírus de Epstein-Barr.
Junto com a dor de garganta, a pessoa também tem febre.
Cerca de 95% da população mundial foi infectada pelo vírus de Epstein-Barr.
A maneira de transmissão deste vírus é através da saliva, especialmente durante os beijos.

Câncer e tumores
O câncer oral ou câncer de laringe pode causar uma dor de garganta persistente. No entanto, o tumor nem sempre é maligno.
O câncer origina-se principalmente na glote da laringe, mas no final formam-se metástases (por exemplo nos gânglios linfáticos) e ele se espalha para outros órgãos.

Doenças sexualmente transmissíveis
As doenças sexualmente transmissíveis como clamídia e gonorreia podem ser responsáveis pela dor de garganta.
Neste caso, a duração pode ser de um mês ou até mais.

 


Sinais e sintomas que podem ocorrer juntamente com uma dor de garganta

-Inchaço da garganta e cor vermelho brilhante
-Manchas vermelhas escuras na parte de trás da garganta
-Febre alta
Inchaço dos gânglios linfáticos no pescoço que doem ao toque
-Amígdalas inflamadas com pus
Placas brancas ou acinzentadas na amígdalas
Dor de cabeça
Dor nas articulações
Náusea
-Dor ao engolir, bocejar e quando se tosse
Perda de apetite
Erupção cutânea (escarlatina)
Corrimento nasal
Dor no pescoço
Dor muscular
Rigidez das articulações
Dor de ouvido
Ouvidos entupidos

 

Amígdalas inchadas sem dor de garganta

Uma pessoa pode ter as amígdalas inchadas devido a uma dor de garganta, alergia, sinusite, etc.
Também existem outros fatores que podem causar amigdalite.
Uma infecção viral ou bacteriana causada pelo contato com uma pessoa infectada pode causar amígdalas inchadas.
Muitas vezes, as crianças pequenas têm amigdalite crônica devido a resfriado ou gripe.
Os adultos e adolescentes têm muitas vezes as amígdalas inchadas devido a infecções bacterianas.
Em casos raros, as bactérias que causam certas doenças, como a escarlatina ou a difteria, podem provocar o inchaço das amígdalas.
As alergias alimentares podem causar amígdalas inchadas.

 

Úvula inchada e dor de garganta

Uma dor de garganta é frequentemente acompanhada por úvula inchada.

Sintomas de dor de garganta e úvula inflamada
1. É impossível engolir por causa da dor
2. Presença de manchas brancas e pus na garganta
3. Náusea
4. Dor de cabeça
5. Amígdalas inchadas e inflamadas
6. Febre alta
7. Rouquidão ou disfonia
8. Vontade frequente de tossir.

 

Quais são as causas de dor de ouvido e de garganta irritada?

A dor de garganta é a inflamação das amígdalas, laringe e faringe.
Na maioria das vezes, a dor de garganta é causada por infecções microbianas, que podem ser tratadas com diferentes medicamentos de venda livre.

A dor de ouvido é a consequência de uma infecção do ouvido externo, médio ou interno (otite).
Os ouvidos e a garganta estão ligados entre si; portanto, um distúrbio em qualquer um desses órgãos pode influenciar o outro.

A dor de garganta é o principal culpado de dor de ouvido.
A causa da dor nos ouvidos e na garganta de um lado só pode ser uma infecção de um lado da garganta.
Sente-se o desconforto apenas naquele lado, enquanto o outro é completamente normal.
Abaixo estão algumas causas de dor de garganta que causam também dor de ouvido.

  • Amigdalite
  • Infecções de ouvido
  • Rinite alérgica
  • Sinusite
  • Infecção da úvula
  • Tosse
  • Gripes e resfriados
  • Infecção dentária
  • Alergia
  • Uso excessivo das cordas vocais (por exemplo gritar)
  • Fumo
  • Beber álcool em excesso
  • Comer alimentos muito quentes ou frios

 


Dor de garganta de manhã

A dor de garganta de manhã é um problema bastante comum e na maioria dos casos não é causada por uma doença real, como o resfriado ou gripe.
Muitas vezes é causada pelo ambiente, o ar muito seco em casa ou no trabalho ou por fumaça de cigarro (também a fumaça emitida pelos cigarros eletrônicos).
Além disso, alguns distúrbios como apneia do sono ou refluxo gastroesofágico podem causar dor de garganta ao acordar de manhã.

 

Dor de garganta à tarde e à noite

A dor de garganta que ocorre somente à tarde ou à noite pode ser um problema ambiental: a pessoa pode ser alérgica ao pólen, aos pelos de animais ou ao mofo que pode ser encontrado no ar.
Além disso, o ar que a pessoa respira pode ser muito seco, especialmente em uma casa aquecida.
Os irritantes externos podem ser prejudiciais, incluindo o fumo.
Uma dor de garganta pode ser causada por refluxo gastroesofágico que provoca a subida para o esôfago de ácidos acumulados no estômago.
Este fenômeno pode ser mais intenso após as refeições, por exemplo, o jantar.
Se a dor de garganta ocorrer à noite, depois de ter gritado, a causa é provavelmente o esforço muscular.

 

O que fazer contra a dor de garganta? Tratamento e medicamentos

Antibióticos
Geralmente, o médico prescreve um antibiótico oral, tal como:

Penicilina. É possível fazer uma injeção dessa medicação, por exemplo, se a dor de garganta for forte e a criança não conseguir engolir ou tiver vômitos.

Amoxicilina (por exemplo Amoxil®). Este medicamento é da mesma categoria da penicilina, mas é uma opção preferida para crianças porque tem um gosto melhor e está disponível em forma de comprimido mastigável.
Se o paciente for alérgico à penicilina, o médico provavelmente pode prescrever:

  • Uma cefalosporina,
  • Claritromicina (por exemplo Klaricid),
  • Azitromicina (por exemplo Zitromax),
  • Clindamicina.

Estes antibióticos reduzem a duração e a intensidade dos sintomas, e também reduzem o risco de complicações e as chances de transmissão da doença.

Medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos
O médico pode recomendar medicamentos de venda livre para aliviar dores de garganta e reduzir a febre, por exemplo:
1. Ibuprofeno (Advil),
2. Cetoprofeno,
3. Paracetamol (Sonridor, Tylenol, etc.).

Não se deve dar aspirina para crianças porque ela pode causar a síndrome de Reye, que é muito perigosa.

Se a dor de garganta não passar, é possível tomar medicamentos à base de cortisona (por exemplo Betnelan ®), que são anti-inflamatórios muito fortes.

Colutório e spray
É possível usar sprays e colutórios bucais que dão alívio rápido, mas são indicados apenas para os adultos.
Entre os colutórios e sprays anti-inflamatórios para reduzir a inflamação na garganta estão:
1. Benzitrat,
2. Benzidamina (Flogoral).

 

Remédios naturais para dor de garganta

Existem muitos métodos naturais para reduzir os sintomas da dor de garganta sem tomar medicamentos.

Entre os remédios caseiros estão:

Bebidas quentes e frias
Beber bebidas quentes é um dos melhores remédios para aliviar a dor e inflamação da garganta.
Por exemplo, é possível pode beber chá de gengibre, chá de ervas, etc.
No verão é possível tomar granitas, sorvetes ou colocar na boca um cubo de gelo para obter algum alívio temporário, mas isso não ajuda a reduzir a inflamação.

Limão e mel
O limão tem propriedades antibacterianas naturais e o mel é um excelente remédio contra a congestão.
Misturar 2 colheres de chá de mel em água morna e 1-2 gotas de suco de limão. Beber a mistura 1 – 2 vezes ao dia.

Vinagre de maçã
O vinagre de maçã ajuda no tratamento de infecções.
Uma mistura de limão, mel, vinagre de maçã e pimenta de Caiena é um dos mais eficazes remédios contra dor de garganta.

  • Pegar uma colher de sopa de vinagre de maçã, uma colher de sopa de mel, uma colher de chá de pimenta de Caiena e uma colher de sopa de suco de limão.
  • Despejar tudo num copo de água quente,
  • Mexer e beber três vezes por dia.

Alho
O alho é um antibiótico e antisséptico natural que ajuda no tratamento de infecções.
É possível adicioná-lo aos alimentos durante as refeições ou colocar de molho 2-3 dentes de alho no mel e comer depois de uma hora.

Eu recomendo preparar um jantar como este:

  • Picar 2 dentes de alho,
  • Picar um pedaço de gengibre (cerca de 20 gramas),
  • Cozinhar um prato de arroz com legumes e depois de cozido acrescentar o alho e o gengibre,
  • Beber água quente ou uma infusão de gengibre e mel.

Chá de gengibre

  • Aquecer uma xícara de água.
  • Quando a água ferver, desligar o fogo, retirar a tampa da panela e esperar 10 minutos.
    Não é recomendável colocar o gengibre e limão em água fervente porque a essa temperatura os nutrientes degeneram e perdem suas propriedades nutricionais.
  • Adicionar um pedaço de gengibre, cerca de 20 / 30g.
  • É possível colocar também meio limão sem casca na panela.
  • Fechar a panela com uma tampa e aguardar 20 minutos.
  • Quando a água estiver morna, coar a infusão.
  • Beber uma ou duas vezes por dia.

Alcaçuz
O alcaçuz é um outro remédio da vovó para a dor de garganta e dá alívio rápido.
É um ingrediente que é usado em muitos chás de ervas.

Manjericão
O manjericão (Ocimum tenuiflorum) é uma erva com propriedades curativas naturais.
É possível ferver algumas folhas de manjericão para fazer gargarejos com água.

Chás de ervas
Os chás de ervas são muito eficazes contra as dores de garganta.
Podem ser preparados com os seguintes ingredientes:
1. Trevo vermelho,
2. Bérberis,
3. Camomila,
4. Madressilva,
5. Ulmus rubra,
6. Eucalipto,
7. Alcaçuz,
8. Pimenta de Caiena,
9. Sálvia.

 

Gargarejo com água salgada

A solução de água e sal alivia a dor de garganta e também desentope o nariz.

Preparação
☞ Pegar um recipiente com um litro de água morna.
☞ Adicionar 3 colheres de sopa de bicarbonato de sódio.
☞ Agitar o conteúdo até a mistura estar completamente dissolvida. Em seguida, fazer o gargarejo várias vezes por dia.
☞ Fechar o recipiente com uma tampa e colocá-lo na geladeira. Aquecer e agitar o conteúdo antes de usar.

 

É melhor o calor ou o frio?

Esta é uma pergunta que os pacientes fazem frequentemente porque não sabem como se comportar.
O frio deveria agir como um anti-inflamatório na fase aguda, mas não serve para tratar, só permite reduzir a dor temporariamente.
O calor aumenta o metabolismo celular e então facilita a cura; de fato, a febre (aumento de temperatura) é um mecanismo do corpo para lutar contra muitas doenças.

 


Remédios para dor de garganta em mulheres durante a gravidez e lactação

Geralmente, a dor de garganta durante a gravidez é um sintoma de uma infecção viral ou irritação na faringe.
O único remédio que pode ser tomado é o acetaminofeno (Paracetamol); assim, é melhor tomar remédios naturais.
O chá de gengibre é um remédio eficaz.
Adicionar mel e meio limão em uma xícara de chá quente e beber.
Ao preparar o chá, adicionar um pedaço de gengibre e ferver.
Em seguida, adicionar metade do limão e uma colher de sopa de mel.

Para a dor de garganta que não passa, um excelente remédio natural é gargarejo com própolis (substância resinosa obtida pelas abelhas) porque tem uma ação antibacteriana e fortalece o sistema imunitário.
Deve ser usado a nível preventivo, especialmente se o paciente tiver dor de garganta recorrente.

 

Remédios homeopáticos para a dor de garganta

A homeopatia é uma terapia que pode ser realizada isoladamente ou em combinação com outros medicamentos.

Beladona: este é o medicamento homeopático mais utilizado para dor de garganta, boca seca, ardor e amígdalas vermelhas.

Mercurius: é indicado quando a garganta ou o nariz estiverem inflamados e para resfriados.

Phytolacca: com este remédio homeopático é possível tratar as amígdalas inflamadas, laringite, crupe, inchaço dos gânglios linfáticos e outras doenças.

 

Quanto tempo demora? O prognóstico do paciente com dor de garganta

O tratamento com medicamentos ou remédios naturais deve reduzir os sintomas em 2/3 dias.
Procure um pediatra se a criança ou o bebê não se sentir melhor depois de tomar antibióticos durante 48 horas.
Se as crianças estiverem tomando antibióticos, se sentirem bem e não tiverem febre, podem voltar para escola.
A criança deixa de ser contagiosa aproximadamente 24 horas após o início do tratamento.

O tempo para sarar da dor de garganta é 5/6 dias, menos de uma semana.

Leia também