Ejaculação precoce – causas e drogas

Ejaculação precoce significa que o esperma sai muito rápido e é um dos problemas sexuais mais comuns.

ÍNDICE

 

Para determinar se uma pessoa sofre de ejaculação precoce existem três parâmetros:

  • Ocorre dentro de um minuto após a penetração,
  • O homem não consegue controlar ou retardar a ejaculação durante a relação sexual,
  • Provoca ansiedade e a pessoa evita as relações sexuais.

Em uma sondagem feita em milhares de homens britânicos, cerca de 10 por cento disse sofrer deste problema muitas vezes ou às vezes.

Esta doença é comum em jovens devido a:

  • Excessiva excitação,
  • Falta de experiência,
  • Ansiedade de desempenho.

Geralmente os homens têm um controle melhor envelhecendo.

Muitos casais se preocupam por acreditarem que a ejaculação precoce possa causar problemas de fertilidade.
Na realidade, há apenas uma redução da duração da relação sexual, mas o homem não tem problemas para fertilizar.

Não existe nenhuma evidência de que a ejaculação precoce seja um problema hereditário.

 

Classificação da ejaculação precoce

A ejaculação precoce primária é uma doença crônica que:

  • Começa durante a primeira relação sexual,
  • Continua ao longo de toda a existência do indivíduo,
  • Ocorre com todos ou quase todos os parceiros sexuais (Waldinger MD, Hengeveld MW, Zwinderman AH, et al. An empirical operationalization study of DSM-IV diagnostic criteria for premature ejaculation. Int J Psychiatry Clin Pract 1998;2:287-93).

Este é o tipo mais frequente, mas muitos homens têm esse problema apenas em certos períodos ou situações.

Ejaculação precoce secundária
Este tipo ocorre se o homem não teve problemas no passado, mas agora tem problemas para atrasar o orgasmo.
Pode ser progressiva ou pode se desenvolver junto com a disfunção erétil.

Ejaculação precoce generalizada
Ocorre em todas as situações independentemente do parceiro ou do nível de excitação sexual.

Ejaculação precoce ocasional ou situacional
Para algumas pessoas pode ser ocasional; por exemplo, ocorre apenas com um parceiro ou em uma situação específica. Geralmente é adquirida ou secundária.

Os profissionais mais indicados para diagnosticar e tratar a ejaculação precoce são:

  • O andrologista,
  • O urologista.

 

Quanto tempo dura uma relação sexual normal?

Em média, a ejaculação chega depois de quase 10 minutos, mas alguns homens têm uma duração de menos de um minuto antes do orgasmo.
Em alguns casos a ejaculação ocorre antes da penetração e, obviamente, neste caso não pode provocar a gravidez.

 


Causas de ejaculação precoce

Ninguém sabe do que depende a ejaculação precoce. Tempos atrás acreditava-se que fosse apenas psicológica, porém os médicos sabem agora que a ejaculação precoce é mais complicada e envolve uma complexa interação de fatores psicológicos e biológicos.

Psicologia
Estes motivos ocorrem principalmente em jovens entre 15 e 20 anos ou pouco mais.
Alguns médicos acreditam que as primeiras experiências sexuais possam estabelecer um modelo psicológico que pode ser difícil de mudar mais tarde no decorrer da vida, como:

  • Situações em que o indivíduo possa ter pressa para chegar ao ponto culminante, para evitar ser descoberto.
  • Sentimentos de culpa que aumentam a tendência a acelerar os encontros sexuais.

Outros fatores que podem desempenhar um papel na ejaculação precoce são:

Disfunção erétil. Os homens que são ansiosos para obter ou manter a ereção durante a relação sexual podem desenvolver o hábito de serem rápidos na ejaculação e isso pode se tornar difícil de mudar.



Ansiedade e estresse. Muitos homens com ejaculação precoce também têm problemas com ansiedade, tanto em relação especificamente ao desempenho sexual, como associada a outras questões (por exemplo o medo de uma gravidez).

Problemas de relacionamento. Se houve relações sexuais satisfatórias com outros parceiros, em que a ejaculação precoce ocorreu raramente ou nunca, é provável que as questões interpessoais com o atual parceiro contribuam para a doença.
A primeira vez que o indivíduo tem uma relação sexual ou a primeira vez com uma nova garota podem criar tensão emocional que provoca a ejaculação precoce.
Este distúrbio ocorre principalmente durante a adolescência.

Muitos preliminares. Em alguns casos os preliminares duram uma hora ou mais e o homem chega a um orgasmo rápido pela muita excitação.

 

Causas biológicas de ejaculação precoce

Um número de fatores biológicos pode causar a ejaculação precoce, incluindo:

  • Níveis hormonais anormais
  • Níveis anormais de substâncias químicas do cérebro chamados de neurotransmissores
  • Problemas de tireoide
  • Inflamação e infecção da uretra ou da próstata
  • Frênulo curto (causa a hiperestimulação das células nervosas que transmitem a sensação de prazer, portanto a ejaculação ocorre antes). Em alguns casos o homem pode recorrer à cirurgia para resolver esse problema.
  • Varicocele. Existem suposições de que esta doença possa causar ou agravar a ejaculação precoce, mas não existem provas a este respeito.
  • Fimose e parafimose – trata-se do estreitamento do prepúcio (pele que cobre a glande). Nesse caso, o médico pode recomendar a circuncisão para remover o prepúcio.
  • Fatores hereditários.

Raramente, a ejaculação precoce é causada por danos ao sistema nervoso resultantes de trauma ou cirurgia.


O que fazer? Tratamento para a ejaculação precoce

Quando o indivíduo tem uma ejaculação precoce leve (por exemplo, é possível durar cinco minutos mas o desejo seria aquele de durar 10 minutos), provavelmente não faz sentido ir a um médico.
Por que? Porque o indivíduo deve ser capaz de melhorar a situação usando simples técnicas de distração.
Isso significa dirigir a mente para outra coisa quando o indivíduo sente que o orgasmo está próximo.
Por exemplo, é possível pensar em algo que não tenha nada a ver com as relações sexuais ou beliscar-se.

 

Creme ou gel anestésico local

Alguns homens tentam tratar-se com um gel anestésico local que é aplicado no eixo do pênis pouco antes da relação sexual.
Geralmente esse produto contém lidocaína.
Embora a publicidade afirme que este produto seja indicado para reduzir a sensação sexual no pênis, não se aconselha usar este gel porque o anestésico local pode anestesiar a sensação sexual do parceiro.
Também pode causar reação dolorosa da pele, acompanhada de:


Medicamentos antidepressivos

A serotonina é o freio natural do reflexo da ejaculação.
Um baixo nível desse neurotransmissor é uma das principais causas da ejaculação precoce.
Os antidepressivos têm a capacidade de aumentar o nível de serotonina.

É possível tratar a ereção precoce com medicamentos antidepressivos tomados algumas horas antes da relação sexual.
O grupo de medicamentos que são usados principalmente para esta finalidade é a do ISRS (inibidores seletivos da recaptação da serotonina).
O uso destes medicamentos pode parecer um pouco estranho, mas o atraso do orgasmo masculino é um efeito colateral conhecido de alguns antidepressivos.

Para a maioria dos homens, esse efeito colateral não é desejado, mas os homens com ejaculação precoce desejam muito este efeito.
Os antidepressivos mais comumente usados para esta finalidade incluem:

  • Dapoxetina (Priligy ®),
  • Clomipramina (Anafranil ®),
  • Fluoxetina (Prozac ®),
  • Sertralina (Zoloft ®).

No entanto, é preciso ter cuidado: estes são medicamentos poderosos que têm uma lista considerável de possíveis efeitos colaterais.

 

Preservativos ‘Long Love’

Os cientistas alemães trataram a questão com uma abordagem um pouco diferente que não causa irritação vaginal.
Chama-se preservativo ‘Long Love’ e contém um anestésico local (lidocaína ou benzocaína) no interior.
Preservativos Long love são agora vendidos em muitos países sob marcas diferentes.
Alguns pacientes do gênero masculino disseram que a relação dura mais com esses preservativos, porém o homem corre o risco de ter uma reação alérgica ao anestésico local.