Garganta seca e irritada – remédios naturais

A garganta seca é um sintoma muito comum, muitas vezes caracterizada por uma sensação de:

ÍNDICE


Piora:

  • Quando se fala,
  • Engolindo a comida,
  • Durante a corrida porque a boca fica aberta e a respiração é rápida.

 

Hidratação da garganta

As glândulas salivares são órgãos que produzem saliva e são encontradas na cabeça e no pescoço.
Existem centenas de pequenas glândulas salivares, mas algumas delas são grandes:

  • Parótida,
  • Submandibular,
  • Sublingual.

Um fluxo contínuo de saliva previne as infecções causadas por lesões e as cáries.
As bactérias e os resíduos de alimentos são varridos.
Os íons de fosfato de cálcio contribuem para a remineralização dos dentes.

O bicarbonato contido na saliva atua como um tampão contra os ácidos:

  • Da comida,
  • Produzidos pelo metabolismo bacteriano.

Além disso, ajuda a prevenir a cárie dentária.
O pH é maior se a quantidade de saliva na boca aumentar e isso pode proteger a mucosa esofágica porque neutraliza os ácidos do estômago que chegam ao esôfago em caso de refluxo.

Os estudos sobre a saliva das crianças são particularmente relevantes para os problemas dentários.
Parece que a qualidade da saliva (teor de proteínas) seja crucial para prevenir a cárie, sendo mais importante do que a quantidade.
Em um grupo de crianças de quatro a seis anos, Bhalla et al. demonstrou que a formação da cárie é mais frequente se a saliva contiver pouca prolina (um aminoácido), mas não depende da quantidade total de saliva produzida [1].

 

Causas da garganta seca e irritada

Álcool
O álcool absorve a umidade dos tecidos e a garganta fica seca e irritada.
Quando o indivíduo bebe álcool, deve beber um pouco de água para que a cavidade oral não se seque.

Desidratação
Uma baixa percentagem de água no corpo pode fazer com que a garganta se torne seca e a língua branca, especialmente no inverno. Portanto, é necessário água ou comer frutas e vegetais para evitar a desidratação.

Ar seco
No inverno os níveis de umidade no ar são menores e a consequência é a entrada de ar frio e seco no corpo enquanto a pessoa respira.
Isso provoca irritação das membranas da garganta, causando uma sensação de sede ardente e irritação.

Fumo
A fumaça de cigarro, mastigar tabaco e/ou qualquer narcótico podem causar a garganta seca. Os ingredientes dessas substâncias desidratam o corpo e a inalação de fumo irrita a garganta.
Fumar as folhas de cannabis (maconha) pode causar a garganta seca e irritada.

Doenças que causam a garganta seca e irritada

Diabetes

A garganta seca é um sintoma frequente do diabetes.
A boca seca pode ser um efeito colateral de medicamentos:

  • Para reduzir a glicemia no sangue.
  • Para as complicações do diabetes, como doenças cardíacas e pressão alta.

No entanto, a principal causa de garganta seca nos diabéticos é a desidratação porque o diabetes:

 

Esclerodermia

A esclerodermia é uma doença que provoca a acumulação de colágeno e matriz extracelular no tecido conjuntivo e vascular (vasos sanguíneos) do organismo.
A consequência é a hipoxia tecidual, ou seja, a falta de oxigênio.
A secura na boca e na garganta é causada ​​pela fibrose de:

  • Capilares,
  • Canais excretores,
  • Glândulas salivares.

 

Tuberculose

A tuberculose (TB) é uma infecção bacteriana crônica causada por Mycobacterium tuberculosis, que provoca a formação de granulomas (estruturas nodulares causadas por inflamação) nos tecidos infectados.

Entre as consequências estão:

  • Boca e garganta secas,
  • Formação de cistos ou granulomas nas glândulas salivares que podem se tornar inchadas.

As doenças granulomatosas, tais como sarcoidose e tuberculose, podem reduzir a funcionalidade das glândulas salivares, causando boca seca.

 

Alergias

Existem várias alergias que causam a garganta seca. A reação alérgica do trato respiratório provoca irritação da garganta que pode ser acompanhada de:

Os alérgenos mais comuns são:

  • Os produtos químicos,
  • Pólen,
  • Pelos de animais, etc.

 

Intoxicação alimentar por botulismo

A intoxicação alimentar por botulismo é uma doença infecciosa causada pela bactéria Clostridium botulinum.
As toxinas desta bactéria bloqueiam as funções dos nervos e provocam uma paralisia dos músculos esqueléticos.
De 12 a 36 horas depois a ingestão das toxinas (por exemplo, ingestão de alimentos contaminados) é possível notar os sintomas como:

 

Síndrome de Sjögren

A síndrome de Sjögren é uma doença autoimune sistêmica que destrói as glândulas exócrinas que produzem:


  • Lágrimas,
  • Saliva.

A consequência é a secura das mucosas, portanto, garganta seca, olhos secos e assim por diante.
Quando a produção de saliva é reduzida (em alguns casos para completamente) a boca e a garganta se tornam secas.

 

Câncer na garganta

Os sintomas do câncer de garganta podem ser confundidos com aqueles das infecções das vias aéreas.
Uma sensação de sede ardente é um dos sintomas do câncer na garganta.
Geralmente, ocorrem também outros sintomas que podem variar de acordo com a localização do tumor, incluindo:

  • Alterações de voz persistentes,
  • Dor e dificuldade em engolir,
  • Inchaço no pescoço.

 

Infecções

estreptococo pode causar uma infecção na garganta (faringite, amigdalite, etc.).
A infecção bacteriana causa:

Essas infecções são contagiosas e podem ser transmitidas através de:

  • Secreções nasais,
  • Saliva,
  • Tosse,
  • Espirros,
  • Contato físico.

 

Distúrbios das amígdalas

As amígdalas incham-se devido a:

  • Uma infecção,
  • Tumor ou câncer,
  • Abscesso,
  • Amigdalite crônica.

A consequência é uma interrupção do fluxo de saliva para a garganta.
Durante o sono, as amígdalas inchadas podem obstruir as vias aéreas e forçar o paciente a dormir com a boca aberta.
A consequência é a garganta seca porque a saliva evapora.

 

Outras doenças

A secura da garganta também ocorre por causa de certas doenças, como:

  • Herpes labial, se ocorrer na boca (estomatite herpética) as aftas doloridas causam dificuldade em engolir a saliva. Portanto, o paciente não deglute e sofre de sialorreia (baba na boca). A consequência pode ser a garganta seca.
  • Laringite, a inflamação da laringe,
  • Tosse crônica, irrita a garganta causando secura e queimação.
  • Doença do refluxo gastroesofágico, o ácido gástrico que volta para a garganta irrita as mucosas e provoca boca amarga e tosse seca.
  • Dor de garganta,
  • Câncer das glândulas salivares. Trata-se de um câncer bastante raro que pode causar uma massa dolorosa no pescoço e dificuldade de deglutição

 


Garganta seca

Garganta e boca secas

A boca e garganta secas podem indicar uma doença subjacente.

As causas da boca e garganta secas

A desidratação é uma das principais causas de sequidão na boca e na garganta.
Pode ser a consequência de:

A ardência oral pode ser a consequência de danos aos nervos do cérebro e do pescoço devido a uma lesão ou cirurgia entre a cabeça e o pescoço.

 

Medicamentos

A garganta e boca secas podem ser um efeito colateral de certos medicamentos usados para tratar:

  1. Depressão, antidepressivos tricíclicos,
  2. Alergiasanti-histamínicos,
  3. Hipertensãodiuréticos,
  4. Asma, descongestionantes,
  5. Distúrbios psicóticos, antipsicóticos,
  6. Incontinência,
  7. Dor, analgésicos e narcóticos,
  8. Doença de Parkinson, antagonistas da dopamina.

A radioterapia ou quimioterapia reduzem a quantidade de saliva produzida.

 

 

Remédios caseiros para garganta seca que são seguros também na gravidez

Usar um umidificador
A melhor maneira de tratar os sintomas da garganta seca é utilizar um umidificador todas as vezes que a umidade relativa do ar cair abaixo dos níveis recomendados.
No inverno, basta colocar um pequeno recipiente cheio de água perto dos radiadores.
O calor provoca a evaporação da água, aumentando a umidade.
É também possível colocar uma toalha molhada sobre o emissor térmico; o resultado obtido é o mesmo.

Manter o corpo hidratado
A hidratação é importante para evitar a garganta seca. A água produz um efeito de lubrificação e hidrata as vias de passagem do ar seco.
É necessário beber uma quantidade suficiente de água (pelo menos 8 copos por dia).

Gargarejo com água salgada
Os gargarejos com sal e água morna estão entre os melhores remédios para aliviar a sede ardente e irritação da garganta.
Outra receita para gargarejo é adicionar uma colher de sopa de vinagre de maçã em um copo de água para gargarejos.

Limão e mel
Outro remédio caseiro eficaz para garganta seca e irritada e para a tosse persistente é uma bebida com limão e mel preparada com água quente.
Para preparar este chá de ervas é suficiente:

  • Aquecer uma xícara de água (250 ml),
  • Espremer o suco de um limão,
  • Adicionar uma ou duas colheres de chá de mel.

Praticar técnicas de respiração
Quem sofre de distúrbios do sono (por exemplo, apneia) e respira pela boca enquanto dorme pode desenvolver a garganta seca. Isso porque a umidade das vias respiratórias diminui durante a inspiração e expiração.
Os exercícios respiratórios ajudam a fortalecer os músculos envolvidos na respiração e prevenir a obstrução das vias aéreas.

 

 

[1] Bhalla S, Tandon S, Satyamoorthy K. Salivary proteins and early childhood caries: A gel electrophoretic analysis. Contemp Clin Dent. 2010 Jan;1(1):17–22. doi: 10.4103/0976-237X.62515.