Muco no nariz – verde, branco, amarelo e com sangue

O muco no nariz não é sempre claro: pode ser amarelo, verde ou pode ter uma coloração avermelhada, laranja ou marrom.

ÍNDICE

 

O muco é uma secreção das membranas mucosas que pode sair dos seguintes órgãos:

  • Narinas
  • Orelhas
  • Boca
  • Área genital
  • Ânus.

O objetivo principal é proteger o corpo contra os micro-organismos nocivos.

 

Formação de muco no nariz

O muco é uma substância produzida por:

  • Células caliciformes,
  • Glândulas seromucosas.

O muco é composto por glicoproteínas, água, sais minerais e lipídios.
No muco também são encontrados:

  • Anticorpos que ajudam a reconhecer vírus e bactérias,
  • Enzimas para eliminar os invasores,
  • Proteínas que tornam o muco pegajoso e fibroso,
  • Outras células.

O muco geralmente drena na parte de trás da garganta.
A pessoa não está ciente da presença dessa substância porque a quantidade é pequena.

Um nariz inflamado produz uma maior quantidade de muco que se torna:

  • Espesso,
  • Amarelo-pálido.

O muco pode começar a fluir da parte anterior do nariz e da parte posterior.

 

Função do muco no nariz

O muco captura a poeira e outros materiais contidos no ar e bloqueia-os.
Os cílios do epitélio respiratório empurram o muco para a faringe, de onde é engolido.

No nariz, a produção continua e, portanto, há sempre muco novo e limpo.
Os cílios também estão presentes na traqueia e, assim, empurram o muco para a faringe (logo, na direção oposta em relação aos cílios do nariz) para ser engolido.

 


Cores do muco no nariz

O conhecimento da cor do muco é muito importante porque pode ser usada como uma ferramenta de diagnóstico. Dá pistas importantes sobre uma doença.

Muco claro ou transparente: o muco claro e aquoso (líquido) é considerado normal e saudável.
Ele mostra que os seios nasais estão saudáveis e funcionam adequadamente.
Às vezes, quando uma pessoa tem corrimento nasal devido a uma alergia ou irritação, ela produz grandes quantidades de muco claro e gotejante.

Muco branco espesso: o muco branco ou turvo indica uma congestão ou a presença de muco bloqueado. Quando o muco claro permanece preso nos seios, torna-se denso e seco. Quando o muco se seca, torna-se branco ou opaco.
Às vezes, isso indica alguns problemas gastrointestinais, tais como aqueles que ocorrem depois de beber o leite.

Outras causas são:

Muco verde: o muco verde representa um tipo de uma infecção bacteriana que pode conter pus.
Para combater a infecção, o corpo manda as células brancas do sangue.
Estas células sanguíneas contêm uma enzima de cor verde.
Se houver muitos glóbulos brancos, o resultado pode ser o muco verde.
O muco verde pode indicar:

Muco rosa/vermelho: o muco vermelho significa que está misturado com sangue devido a uma lesão da mucosa dentro do nariz.
A mucosa nasal é rica em capilares superficiais e frágeis.
O muco rosa pode ser a consequência de traços ou manchas de sangue (uma quantidade mínima) no muco, mas também indica distúrbios no nível nasal, por exemplo:

  • Varizes no septo nasal,
  • Rinossinusite,
  • Rinite,
  • Lesão dos capilares ao soprar o nariz.

 

Muco marrom: o muco marrom pode indicar sangue seco que sai do nariz e dos seios paranasais, mas na maioria dos casos é causado pela respiração em um ambiente cheio de:

  • Fumaça,
  • Poeira,
  • Poluição atmosférica.

Certos medicamentos e a bronquite crônica podem causar a produção de muco marrom.

Muco preto: o muco preto é considerado grave e muitas vezes é devido a infecções por fungos e mofo dos seios paranasais.
Os filamentos pretos no muco podem ser a consequência de:

  • Poluição do ar para as pessoas que trabalham em minas ou que respiram carvão, grafite e berílio,
  • Fumo e produtos com tabaco.

 


O que significa o muco amarelo?

Muitas vezes uma mudança na cor do muco indica a presença de algum distúrbio subjacente e de micro-organismos patogênicos (tais como bactérias, vírus ou fungos). Por exemplo, quando a pessoa sofre de resfriados, um dos primeiros sinais é uma perda abundante clara e aquosa (corrimento nasal).
Nesta fase, a infecção é de tipo viral.

Mas depois de alguns dias, uma constipação não tratada pode causar uma secreção nasal amarela ou esverdeada (infecção bacteriana).muco,rinite,alérgica

Muitas vezes o muco amarelo é o sinal de uma invasão bacteriana e indica também que o sistema imunológico está lutando contra as bactérias.
Muitas vezes o muco amarelo (purulento) também é denso.
Geralmente isso provoca:

  • Uma obstrução nasal,
  • Dificuldade na respiração.

Causas de muco amarelo
Quando ocorre uma infecção bacteriana, o muco torna-se amarelo e existem muitas doenças que podem provocar esta situação:

Infecções virais: quando um vírus invade o corpo, o sistema imunológico está muito ocupado em eliminar o vírus e torna-se vulnerável a outras infecções.
O resfriado ou a gripe não tratados são muitas vezes a causa mais frequente de sinusite bacteriana, muitas vezes também provocam a tosse.
Neste caso, o muco pode:

  • Ser escuro (por exemplo, azul ou preto),
  • Ter mal cheiro,
  • Ser grosso e pegajoso

O paciente nota isso pela manhã.
Um abcesso dentário que drena o pus em um seio nasal pode provocar a formação de muco malcheiroso.



Alergias: de acordo com Robert H. Shmerling, MD (Faculty Editor, Harvard Health Publications), as alergias sazonais podem causar todos os tipos de secreções nasais:

  • Grossa ou fina,
  • Amarela, verde ou clara.

Comida: alguns alimentos podem causar alterações na cor do muco (corantes naturais ou artificiais que são encontrados em alimentos).

Dor de garganta: uma dor de garganta causada por resfriado/gripe (vírus) ou amígdalas inchadas (observadas com maior frequência em crianças) pode predispor uma pessoa a uma infecção bacteriana e ao muco amarelo.

Infecções do trato respiratório: a bronquite, a pneumonia e outras infecções respiratórias também podem causar a produção de muco amarelo que indica uma infecção bacteriana.

Pólipos nasais: muitas vezes uma massa não cancerosa (benigna) de um pólipo nasal bloqueia o nariz e os seios, criando um terreno fértil para as bactérias. O muco amarelo está presente como um sinal daquela infecção.


Muco no nariz, sinusite, paranasaisMuco excessivo do nariz

Mesmo quando uma pessoa é saudável, o corpo é uma máquina que produz cerca de 1-1,5 litros de muco todos os dias, que é mais perceptível pela manhã; por isso ao acordar assoamos o nariz.
A maioria desse muco desce pela garganta sem que a pessoa o perceba.
No entanto, às vezes nota-se o muco não porque a produção dele aumenta, mas porque sua textura muda.

Geralmente a produção de muco pelo corpo aumenta devido a:

  • Resfriado,
  • Alergia,
  • Contato com algo irritante.

Durante a gravidez pode ocorrer um distúrbio chamado rinite gravídica devido ao aumento dos hormônios no sangue (estrogênio e progesterona) que provocam inchaço da mucosa nasal.

 

Como reduzir o muco no nariz

Geralmente, a pessoa deve ser capaz de reduzir as secreções nasais em casa.

Diluir o muco
O muco deve ser fino, não pegajoso nem grosso.
O muco espesso e pegajoso pode:

  • Causar problemas respiratórios,
  • Aumentar o risco de complicações, tais como infecções do ouvido (otite média ou externa).

Uma maneira de diluir o muco consiste em respirar vapor.

Tratamento com vapor

  • Pegue uma pequena panela e despeje nela meio litro de água,
  • Adicione 2 colheres de chá de bicarbonato de sódio,
  • Ferva a água,
  • Coloque a panela sobre a mesa,
  • Coloque uma toalha sobre a cabeça,
  • Respire o vapor por 10 minutos.

É também possível utilizar um spray nasal salino ou um umidificador para aumentar a umidade do ar.
Não utilize um spray descongestionante nasal por mais de três dias consecutivos (se não for prescrito pelo médico).

Anti-histamínicos
Os anti-histamínicos são medicamentos que previnem os sintomas das alergias.
Esses medicamentos podem causar sonolência significativa.
Os anti-histamínicos podem interagir com outros medicamentos.
Antes de tomar medicamentos anti-histamínicos é necessário falar com o médico, principalmente quando a pessoa já tomar:

  • Relaxantes musculares,
  • Pílulas para dormir,
  • Sedativos.

Mucolíticos – apenas na fase inicial (primeiras 24 horas) para facilitar a passagem da tosse seca a tosse com catarro.
Entre os mais utilizados está a acetilcisteína (Fluimucil ®, Flucistein ®).
No hospital, os mucolíticos não são usados porque podem causar o acúmulo de secreções nas vias respiratórias inferiores.

 


Remédios naturais para muco no nariz

Chá de gengibre
O gengibre é usado para dar sabor a muitas receitas.
Mas também é um excelente anti-inflamatório natural para tratar muitas doenças.
Tem propriedades antibióticas que ajudam a eliminar as infecções.
O chá de gengibre é um remédio herbal para o nariz entupido: recomenda-se inalar o vapor.

Lidar com resfriados e gripes
Se um resfriado ou uma gripe provocarem secreção nasal, não existem muitas terapias disponíveis.
É preciso descansar.
Se os sintomas da gripe forem graves, o médico pode prescrever um medicamento antiviral.
Isso pode reduzir o tempo necessário para a cura.

Banho quente
Este é um remédio imediato. Tomar um banho de chuveiro quente e continuar a inalar o vapor quente até se sentir melhor.
Isso não só libera o nariz, mas:

  • Também acalma os nervos,
  • Relaxa a pessoa.

Este remédio é eficaz especialmente antes de ir dormir.
Se a pessoa estiver com febre, deve evitar este remédio.

 


Muco no nariz em um recém-nascido

É complicado assoar o nariz de um bebê recém-nascido e, neste caso, se houver uma congestão nasal importante, é possível fazer a aspiração com um aspirador.

Óleo de eucalipto
Quando a pessoa está no trabalho ou está fora de casa e está com o nariz entupido, pode borrifar algumas gotas de óleo de eucalipto em um lenço.
Sempre que ela sentir que seu nariz está entupido, poderá cheirar o lenço para obter alívio imediato da congestão.

É possível adicionar algumas gotas de óleo de eucalipto na fronha do travesseiro. O odor ajuda a livrar o nariz obstruído durante o sono.
É também possível usar o óleo de lavanda ou de Tea Tree, mas o de eucalipto é melhor.


Remédios homeopáticos para muco no nariz

Na homeopatia são considerados todos os sintomas da doença antes da prescrição de um medicamento.
Quando o indivíduo tem uma perda de muco amarelo e denso, o homeopata pode aconselhar a Pulsatilla.
É necessário:

  • Aquecer a loção da Pulsatilla,
  • Encher uma seringa sem agulha,
  • Despejar algumas gotas da loção no nariz.

Na farmácia ou no herbanário existem também sprays nasais à base de Pulsatilla.
É possível repetir a aplicação de Pulsatilla 4 – 5 vezes por dia.

 


Prevenção do muco do nariz

Infelizmente, não podemos impedir todas as secreções nasais.
No entanto, é possível prevenir doenças que causam uma excessiva secreção nasal.

De acordo com a medicina natural, as infecções desenvolvem-se quando o corpo está cheio de toxinas.
Essas substâncias são formadas durante a digestão de alimentos que não são adequados para os humanos.
Os micro-organismos nocivos crescem nos órgãos:

  • Mortos,
  • Em fase de decomposição.

Bactérias e fungos não proliferam em tecidos saudáveis porque não encontram os alimentos.
Para evitar o crescimento desses micro-organismos, uma dieta natural deve ser seguida sem:

  • Produtos processados,
  • Alimentos fritos,
  • Bebidas estimulantes e açucaradas (coca cola, chá, café),
  • Cereais, especialmente aqueles com glúten,
  • Leite e produtos lácteos.

Depois de excluir esses alimentos, a pessoa pode seguir uma dieta vegana ou rica em proteínas animais e vegetais (como a dieta do tipo sanguíneo).

Para ficar efetivamente protegido contra a gripe, o médico recomenda tomar a vacina antigripal todos os anos.

Se as alergias forem a causa da secreção, devem ser evitados os alérgenos que causam os sintomas.
Manter um diário das atividades pode ser útil para identificar os alérgenos.

Evitar o fumo. Isso pode ajudar a manter as passagens nasais sem irritação e inflamação.