Dor na coluna lombar

A dor na coluna lombar  (ou seja, na parte baixa da coluna) é um problema muito comum, que afeta até 90% da população pelo menos uma vez em suas vidas.
Cerca de 50% haverá mais de um episódio doloroso. A dor lombar não é uma doença, mas um termo genérico que inclui muitas diferentes causas.
Na maioria dos casos não há uma causa específica de dor na coluna, apesar de um exame médico completo.

A lombalgia pode ser causada por muitos Dor na coluna lombarproblemas diferentes, mas muitas vezes a ressonância magnética e outros exames são negativos e as pontadas passam sozinha.
Nesta página expomos muitas das causas de dor na coluna e a avaliação correta.
Precisa discutir com seu médico os propríos sintomas e tratamentos recomendados para determinar o diagnóstico e tratamento melhor adaptados à sua situação.
A lombalgia é segunda só a um resfriado como uma causa de dias de trabalho perdidos.
Também è uma das razões mais comuns para visitar o consutório do médico ou pronto-socorro do hospital.

A dor na coluna é a segunda mais comum doença neurológica que os pacientes se queixam, segundo somente a dor de cabeça.
Para o 90% das pessoas, mesmo aquelas que têm a irritação da raiz nervosa, os sintomas melhoram dentro de dois meses, independentemente do tratamento efetuado.
Falamos de dor aguda se durou menos de um mês e crônica se persiste por um longo período.

As causas de dor na coluna

A dor lombar é um sintoma. As causas mais comuns de dor na coluna são contraturas musculares ou doenças dos ossos e nervos da coluna vertebral.
A dor causada por anomalias dos órgãos dentro do abdômen, pélvis ou no peito pode ser sentida até mesmo na parte de trás do tronco. Isso é chamado de dor referida.
Muitos distúrbios dentro do abdômen, tais como apendicite, aneurisma, doença renal, distúrbios ovarianos, além de infecções renais, da bexiga ou pélvica podem causar dor na coluna.
Uma normal gravidez pode causar dor na coluna de várias maneiras, incluindo alongamento dos ligamentos dentro da pelve, irritação do nervo e com os esforços da parte inferior da coluna. O médico deve considerar esses itens ao avaliar sua dor.
A síndrome da raiz do nervo é aquele que causa sintomas de compressão do nervo (quando um nervo é diretamente irritado).

Eles são freqüentemente causados por hérnia de disco entre as vértebras lombares (o protusão). A dor ciática é um exemplo da compressão de uma raiz nervosa.
A dor por compressão do nervo é latejante, afeta uma área específica e está associada a dormência da perna inervada de nervo irritado.

A hérnia de disco: Os discos degeneram e se tornam mais finos. A parte central do disco é gelatinosa, sai para fora da cavidade central e pode pressionar contra uma raiz nervosa. Os discos intervertebrais começam a degenerar pela terceira década de vida.
As hérnias discal está presente em um terço dos adultos com mais de 20 anos.
Apenas 3% destes, no entanto acusa os sintomas de compressão do nervo.



A espondilose ocorre com a idade porque os discos intervertebrais perdem seu líquido e o volume diminui.
Aas vértebras aproximam-se uns aos outros. Nessas circunstâncias até mesmo um leve trauma pode causar inflamação e compressão da raiz do nervo.
Esta situação pode causar a dor ciática clássica sem ruptura do disco.
A degeneração do disco intervertebral junto com a artrose das articulações vertebrais pode causar o estreitamento do canal espinhal.

A estenose espinhal. Essa alteração no disco e nas articulações causa graves sintomas e pode ser vista com uma radiografia. Uma pessoa com estenose espinhal pode haver uma dor que irradia para as pernas enquanto está parada por longos períodos de tempo em pé ou caminhando por curtas distâncias a pé.

A síndrome da cauda equina é uma emergência médica que consiste no esmagamento da medula espinhal. O material do disco se estende para o canal medular e comprime os nervos. Quem é afetado pode sentir pontadas dolorosas, possível perda de sensação e disfunção intestinal ou da bexiga.Também pode se verificar a incapacidade de controlar a micção, causando incontinência ou incapacidade para iniciar a micção.

vértebras-espinhal-nervos-coluna-vertebral-lombar-sacral-dor-inflamação-articulação-disco.
Coluna lombar

 

As síndromes de dor músculo-esquelética que produzem a dor na coluna são a síndrome de dor miofascial e a fibromialgia.
A fibromialgia provoca dores generalizadas e rigidez por todo o corpo. Os sintomas relatados são as dores musculares, fadiga e rigidez generalizada.

A dor miofascial é caracterizada por dor e rigidez em áreas específicas do corpo (pontos gatilho), perda da amplitude de movimento de grupos musculares afetados e dor que irradia com uma distribuição específica, mas permanece limitada a um nervo periférico. Geralmente, a dor alivia com o alongamento do grupo muscular afetado.A dor miofascial é muitas vezes acompanhada de contraturas musculares.

Infecções ósseas (osteomielite) da coluna vertebral são uma causa rara de dor lombar aguda.

Artrite da coluna vertebral: A espondilite anquilosante pode causar dor e rigidez na coluna que piora de manhã. Geralmente, a espondilite anquilosante tem seu início nos adolescentes e jovens.

Umtumor, especialmente um câncer, pode ser uma fonte de lombalgia forte.

A inflamação aguda dos nervos da coluna vertebral pode ser causada por infecção do nervo pelo vírus herpes zoster. Essa doença pode ocorrer na área do peito e causa dor na parte superior das costas ou ocorre na área lombar e causa dor na região inferior da coluna.

Como podemos ver a lista é extensa, mas não é um elenco completo de possíveis causas de dor na coluna, é importante haver uma avaliação médica completa para fazer os adequados exames de diagnóstico.

Leia também:

Dor na coluna, Tratamento

Dor na coluna – postura

Colchão para dor na coluna

    Leia também