Acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorrágico – sintomas

Acidente vascular cerebral (ou derrame) é uma doença causada pela redução do fluxo sangüíneo que chega ao cérebro.

INDICE

 

Esta doença ocorre quando o fluxo de sangue é interrompido ou um vaso sanguíneo é rompido.

 

Classificação

Acidente vascular cerebral isquêmico
O acidente vascular cerebral isquêmico é mais frequente, cerca de 85% dos casos.

Eles são causados pela obstrução completa das artérias que levam o sangue para o cérebro.
Geralmente afeta os idosos, mas também pode ocorrer em crianças e jovens.

acidente vascular cerebral , isquêmico ,hemorrágicoAcidente vascular cerebral hemorrágico
O acidente vascular cerebral hemorrágico ocorre quando um vaso sanguíneo do cérebro é rompido.
Existem dois tipos de vasos que se podem quebrar e provocar um acidente vascular cerebral hemorrágico: os aneurismas e malformações arteriovenosas (MAV).

Uma malformação arteriovenosa é uma anomalia genética de um vaso sanguíneo.
Um destes vasos pode se quebrar causando sangramento no cérebro.
Um aneurisma é uma saliência de um vaso sanguíneo.
Se não for tratada, a parede da artéria se afina até que se quebre.

O acidente vascular cerebral hemorrágico pode ser de dois tipos:

  1. Com hemorragia sub aracnóide,
  2. Com hemorragia cerebral.

Hemorragia sub aracnóide: As artérias perto da superfície do cérebro (a membrana aracnóide externa) se quebram e o sangue enche o espaço entre o crânio e o cérebro.

Hemorragia cerebral: Os vasos sanguíneos que estão no cérebro se quebram e causam danos às células vizinhas.

 


Tipo de AVC de acordo com a localização

  • Posterior: quando ocorre no círculo vértebro-basilar, ou seja as artérias vertebrais ou aquelas basilares
  • Anterior: quando ocorre na artéria cerebral média
  • Lacunar :quando afeta apenas uma artéria perfurante e profunda.

O acidente vascular cerebral no lado direito do cérebro provoca sintomas no lado esquerdo do corpo.

O que é um AIT ou ataque isquêmico transitório?
O fluxo sanguíneo do cérebro é interrompido apenas por um curto período de tempo.
Os sintomas são semelhantes a um acidente vascular cerebral isquêmico.

Acidente vascular cerebral de localização pontina
O tronco cerebral (a parte inferior do cérebro) é chamado de ponte.

Se o fluxo de sangue para apenas por alguns segundos pode provocar sérios danos às células do cérebro.
Existem três partes principais do sistema nervoso central:

  • Cérebro
  • Cerebelo
  • Tronco cerebral.

O cérebro é a parte maior do sistema nervoso central, é dividido em duas partes: o hemisfério esquerdo e direito.

A isquemia na área pontina é causada pela falta de sangue no tronco cerebral.
O tronco cerebral controla as funções vitais como a respiração, batimento cardíaco e pressão arterial.
Um acidente vascular cerebral de localização pontina provoca graves problemas nessas funções.

 

Diferença entre um derrame e um ataque cardíaco

Acidente vascular cerebral: morte súbita das células cerebrais devido à falta de oxigênio. Ocorre quando o fluxo de sangue no cérebro para de responder devido a uma obstrução ou ruptura de um vaso sanguíneo.

Ataque cardíaco: falta ou insuficiência de sangue no coração.
Muitas vezes o infarto do miocárdio é causado pelo entupimento ou obstrução de uma artéria coronária. O principal sintoma é dor no peito.

 

Causas do derrame cerebral hemorrágico ou isquêmico

circulação,cerebralAcidente vascular cerebral isquêmico
Cerca de 85% dos acidentes vasculares cerebrais são isquêmicos. A isquemia ocorre quando as artérias do cérebro são interrompidas por coágulos de sangue ou êmbolos. Isso resulta em uma redução do fluxo sangüíneo.
A isquemia é causada por:


  • Trombos
    Ocorre quando um coágulo (trombo) é formado dentro de uma artéria que transporta sangue para o cérebro. Um coágulo é causado por depósitos de gordura (placas) que se acumulam nas artérias e provocam uma redução do fluxo de sangue (aterosclerose).
    A fibrilação atrial promove a formação de coágulos de sangue e aumenta a probabilidade de acidente vascular cerebral.
    Foi descoberto recentemente que pode existir uma predisposição genética.
  • Êmbolos
    Ocorre quando um coágulo de sangue (longe do cérebro) viaja na corrente sanguínea e obstrui as artérias do cérebro. Esse coágulo é chamado de êmbolo.


Acidente vascular cerebral hemorrágico
O acidente vascular cerebral hemorrágico ocorre quando um vaso sanguíneo do cérebro se quebra.
As hemorragias cerebrais são causadas por muitas doenças dos vasos sanguíneos como
hipertensão arterial e aneurismas.

Uma causa pouco freqüente de hemorragia cerebral é a ruptura de um vaso sanguíneo malformado ao nascer.
As hemorragias cerebrais podem ocorrer fora do sistema nervoso central:

Hemorragia cerebral
Uma hemorragia intracerebral (ou cerebral) ocorre quando um vaso sanguíneo do cérebro é rompido e o sangue entra em contato com o tecido cerebral circundante. O resultado é um dano aos neurônios.
As células cerebrais estão sem oxigênio e podem morrer.

As doenças que causam hemorragia cerebral são as seguintes:

  • Hipertensão arteria
  • Trauma
  • Malformações vasculares
  • Drogas anticoagulantes.

Hemorragia subaracnóide
Nesta patologia se quebra uma artéria entre o cérebro e o crânio (externa a membrana aracnóide).
Muitas vezes a pessoa sente uma forte e repentina dor de cabeça.
Uma hemorragia subaracnóidea é causada pelo rompimento de um aneurisma no cérebro.
Após a perda de sangue, os vasos sanguíneos no cérebro se podem dilatar e contrair de forma irregular (vasoespasmo).
Os vasoespasmos alteram o fluxo sanguíneo do cérebro e podem causar outros danos aos neurônios.

Ataque isquêmico transitório (AIT)

Um ataque isquêmico transitório (AIT) (chamado mini-AVC) provoca sintomas semelhantes aqueles de um derrame, mas eles desaparecem completamente dentro de algumas horas; muitas vezes duram menos de cinco minutos.
Como um acidente vascular cerebral isquêmico, um AIT ocorre quando um coágulo reduz o fluxo sanguíneo para o cérebro.

 

Sinais e sintomas do AVC agudo

Os sintomas do AVC ocorrem de repente e sem aviso, os principais são:

  • Confusão
  • Problemas de fala
  • Dificuldade de compreensão
  • Dor de cabeça
  • Inconsciência
  • Vômitos
  • Afasia (dificuldade para falar)
  • Boca torta devido a paralisia facial de um lado
  • Formigamento e dor na face, braço ou perna
  • Perda da visão em um olho
  • Dificuldade em andar
  • Tontura
  • Perda de equilíbrio
  • Falta de coordenação.

Os sintomas dependem do lobo afetado pelo AVC:

  • Lobo frontal: causa problemas de movimento e da percepção do corpo no espaço
  • Lobo temporal: provoca distúrbios que afetam a audição, memória e linguagem
  • Lobo parietal: prejudica a capacidade de perceber o corpo e o mundo ao seu redor
  • Lobo occipital: afeta principalmente os olhos e pode causar alucinações visuais.

 

Diagnóstico do AVC hemorrágico ou isquêmico

Exames no pronto socorro
O primeiro exame é uma tomografia computadorizada. Esse exame mostra se existe sangramento no cérebro. Este exame mostra se o AVC é isquêmico ou hemorrágico.
Outros exames que são realizados para um acidente vascular cerebral são:

Exame de sangue:

  • Hemograma completo
  • Glicose no sangue
  • Eletrólitos
  • Função hepática e renal
  • Tempo de protrombina (mede o tempo que leva o sangue a coagular).

Exames subseqüentes

  • Ultrassonografia com Doppler colorido das carótidas
  • Angiografia com ressonância magnética (RM)
  • Angiograma
  • Angiografia carotídea.

Se o derrame é causado por um problema no coração, o médico pode prescrever os seguintes exames:

  • Ecocardiograma
  • Monitorização Holter
  • Teste da telemetria.

Os estudos dizem que os fatores de risco para doença cardíaca também são importantes para evitar um acidente vascular cerebral. Um AVC fulminante pode ser mortal.
A mortalidade aumenta quando a pessoa tem febre após um derrame.
Muitas vezes um problema de coração causa uma doença cerebral. Muitas pessoas que têm um derrame também têm a doença arterial coronariana.

 

    Leia também