Sintomas da febre alta

A febre alta não é uma doença, mas geralmente é o sintoma de uma doença, muitas vezes é causada por uma infecção.

INDICE

Dependendo da idade, condições de saúde e febre, você poderia:

  • Precisar de tratamento,
  • Esperar que desapareça espontaneamente.

A febre é um mecanismo de defesa natural contra infecções porque a temperatura excessiva:

  • Dificulta a sobrevivência e a proliferação de vírus, bactérias e outros microrganismos nocivos que precisam de uma temperatura de cerca de 37 °,
  • Aumenta o metabolismo das células do corpo e, portanto, o sistema imunológico torna-se mais forte.

Geralmente, a febre não é considerada perigosa.
No entanto, se for muito alta, o corpo não é mais capaz de controlar a temperatura corporal.

 

O que é febre alta?

A temperatura normal do corpo medida:

  • Na boca deve ser 36,8 ± 0,7°,
  • Ao nível da axila mais de 37,1 ° é considerada febre (ou pirexia).

A febre:

  • É mais alta à noite,
  • De manhã é mais baixa porque o corpo queima menos substância nutrientes quando se dorme.

 

Febre alta no recém-nascido e na criança

A febre alta nos recém-nascidos pode causar danos cerebrais, causando efeitos a longo prazo, como:

  • Crescimento reduzido,
  • Perda de visão,
  • Desordens motoras, etc.

O sistema imunológico do bebê ou da criança não é tão forte quanto o de um adulto, portanto é necessária muita atenção.
Os bebês têm uma temperatura corporal maior do que os adultos.

  • Recém-nascido: para as crianças com menos de 3 meses, uma temperatura retal de 38º C (37,5 axilar) é considerada febre.
  • Bebê de 3 a 6 meses: a temperatura interna de 38,8-39 ° C (corporal 38,3ºC) é considerada febre alta.
  • Crianças com mais de 6 meses: para as crianças com pelo menos 6 meses, a temperatura do corpo de 39,4° C é considerada febre excessiva.


Como medir a febre em recém-nascidos?

Para medir a temperatura em bebês, o valor mais confiável é obtido com o termômetro elétrico retal.
Comparado com a temperatura medida sob a axila, a retal é interna e, portanto, é superior de 0,5 graus.

 

Quando se preocupar para febre alta?

  • Jovens e adultos: em caso de febre acima de 40 graus é necessário ir ao médico ou hospital.
  • Alta febre persistente (por mais de dois dias).
  • Se houver outros sintomas.


Sintomas que podem acompanhar a febre alta

A febre alta persistente é um motivo de preocupação e os seguintes sintomas podem ocorrer no corpo:

  • Confusão (redução da capacidade de pensar)
  • Epilepsia ou convulsões (raras, apenas em crianças com predisposição genética)
  • Fadiga (falta de energia)
  • Urina escura (amarelo escuro) – pode indicar problemas no fígado.
  • Comportamento anormal ou delírio
  • Língua branca
  • Erupções cutâneas, pontos e manchas vermelhas na pele (especialmente em crianças que podem ter o sarampo, varicela, rubéola, etc.)
  • Placas na garganta – por exemplo, em caso de faringite ou amigdalite
  • Dor na barriga (por exemplo no caso de gastroenterite)
  • Glândulas linfáticas inchadas, por exemplo, se o paciente sofre de AIDS, mononucleose, herpes, etc.
  • Frequência cardíaca rápida (taquicardia)
  • Dor de cabeça, dores articulares e musculares são outros sintomas frequentes da gripe sazonal.

Febre alta não é um sintoma de gravidez.

 

Sintomas que podem acompanhar a febre alta em crianças

  • O recém-nascido é irritado,
  • Evita comer e brincar,
  • Pode dormir muito ou não dormir por nada,
  • Respira mais rapidamente, pode ter dificuldade em respirar (falta de ar),
  • As dificuldades de respiração também podem causar lábios roxos,
  • Tosse,
  • Dor no ouvido,
  • A criança se sente muito quente ou fria,
  • Em alguns casos, a criança vomita constantemente e pode tornar-se pálida.

 

Causas da febre alta em adultos

Entre as causas de febre alta estão:

A exposição às toxinas ou uma reação alérgica aos medicamentos pode causar febre alta em adultos.

Pancreatite: Esta é uma doença que causa inflamação do pâncreas.
A pancreatite é caracterizada por:

  • Dor abdominal grave,
  • Febre que chega até 39,5 graus.

A doença é a consequência da invasão das enzimas digestivas e pode causar:

  • Sangramento,
  • Graves danos aos tecidos.

Golpe de calor: O golpe de calor ocorre devido à exposição prolongada ao sol. Quando uma pessoa permanece em um ambiente muito quente, a temperatura do corpo pode aumentar e ultrapassa 40 graus.
A desidratação e o treinamento esportivo durante um longo tempo podem causar esse sintoma.
Com um adequado tratamento a febre dura apenas 1 dia.

Infecção viral: As infecções virais, como resfriado e gripe sazonal são uma das causas mais comuns de febre alta em crianças e adultos.
O principal sintoma de resfriados é o nariz entupido, também ocorre:

Geralmente provoca uma febre baixa.
A febre da gripe dura pelo menos 4/5 dias, mas em caso de recaída a duração é mais longa, pelo menos uma semana.
No entanto, se a infecção é grave, a febre pode chegar acima de 39° e pode causar:

Em tais casos, é necessário um tratamento urgente.

AIDS
A AIDS é uma síndrome que pode ser causada pelo vírus do HIV. O vírus do HIV enfraquece progressivamente o sistema imunológico e pode causar febre alta intermitente.

Infecções bacterianas: as infecções bacterianas que causam pneumonia e bronquite e afetam as vias respiratórias são outros fatores responsáveis pela febre.
O paciente:

  • Tosse sem parar,
  • Tem dor no peito.

As bactérias afetam o trato intestinal, causando:

Além disso, podem elevar a temperatura do corpo.



Malária: a febre alta em adultos pode ser causada também por uma infecção parasitária que se espalha através de picadas de mosquito.
A malária ocorre através da picada do mosquito Anopheles e quem tem esta doença também sofre por:


Doença de Lyme
A doença de Lyme é causada pela picada de carrapato e pode causar vários sintomas, incluindo:

Sem tratamento esta doença pode se agravar e pode causar problemas:

  • Do coração,
  • Dos nervos.

Parto
A febre alta após o parto (acima de 38° c) não deve ser negligenciada porque pode ser causada por:

  • Uma infecção uterina,
  • A infecção da incisão perineal.

Câncer
Alguns tipos de câncer podem causar febre alta, especialmente em estágios avançados, por exemplo o câncer de fígado.

 

Causas de febre alta em crianças

As causas da febre alta em crianças que estão crescendo podem ser:

  • As infecções virais e bacterianas,
  • A alergia à certos medicamentos,
  • A erupção dentária (quando nascem os dentes),
  • As vacinas,
  • Otite: é uma infecção bacteriana ou fúngica que afeta o ouvido.
    Pode causar:

  • Meningite: As membranas protetoras do cérebro e medula espinhal são chamadas de meninges.
    Quando estas membranas se tornam inflamadas falamos de meningite.
    A febre alta repentina e a dor no pescoço são os sintomas mais comuns da meningite, o termômetro indica geralmente uma temperatura acima de 39,5 graus.

 

O que fazer? Qual medicamentos tomar? Como baixá-la?

A febre alta indica que o sistema imunológico está ocupado na defesa do organismo contra as infecções.
Quando a temperatura do corpo é abaixada com medicação, é possível prolongar a duração da doença porque uma temperatura mais alta ajuda a defesa imunológica do corpo.
Em caso de infecção, o corpo tenta lutar contra a infecção aumentando a temperatura e criando assim um ambiente desfavorável para as bactérias.

Quando a terapia é necessária?
No entanto em caso de febre alta é necessário evitar possíveis danos a outros órgãos.
Os adultos com menos de 40° de febre não precisam se preocupar porque não causa complicações, por isso é melhor evitar os fármacos antipiréticos (para abaixar a febre).

Medicamentos
Geralmente o médico receita paracetamol para reduzir a temperatura do corpo.
Se a febre não baixa com o paracetamol após alguns dias, pode haver uma infecção séria no corpo.
Você deve informar todos os sintomas ao médico (por exemplo, fotofobia, erupções cutâneas ou falta de ar), porque eles podem ser importantes:

  • No diagnóstico,
  • Para o tratamento.

Os anti-inflamatórios têm um efeito antipirético, entre os mais prescritos há o Nurofen ® (Ibuprofeno) em comprimidos.

Quando é necessário tomar um antibiótico?
No caso de infecção bacteriana, o médico pode prescrever antibióticos para combater as bactérias.
Se a doença é causada por um vírus não servem os antibióticos.

 


Pulmões, sistema respiratório

Remédios naturais e caseiros para febre alta

Entre os remédios para combater a febre sem medicamentos estão:

Hidratação
Beber água é uma das maneiras de diminuir a febre naturalmente.
Dessa maneira é possível recuperar a água perdida através:

  • A transpiração excessiva,
  • O vômito (quando ocorre).

Repouso
É importante descansar e abster-se de qualquer atividade física ou esforço para restaurar a temperatura normal do corpo.
O objetivo é ajudar o corpo a expulsar as substâncias indesejadas e micróbios.

Manjericão sagrado
A infusão de manjericão sagrado (Ocimum Sanctum) é um bom remédio para febre.
Para a preparação recomendamos ferver 1 litro de água com 25 g de folhas de manjericão sagrado até que o líquido se torna denso.
Sirva com cardamomo em pó.

As folhas de manjericão normal podem ser usadas para preparar um suco:

  • Lavar as folhas de manjericão fresco e picar para fazer o suco,
  • Diluir as colheres desse suco de manjericão em um copo de água,
  • Beber 2 – 3 vezes ao dia.

A temperatura corporal deverá baixar rapidamente.

Banho com esponja
Entre os remédios da avó para abaixar a febre alta você pode tomar um banho com esponja.
A eficácia do banho frio como tratamento para febre é questionável.
Portanto, para ter certeza, você pode lavar as axilas, rosto, costas e outras áreas do corpo com uma esponja úmida em intervalos regulares.

Suco de cítricos
O suco de toranja, laranjas e limões é eficaz para o tratamento da febre.
Essas substâncias:

  • Dão um efeito de resfriamento,
  • Reduzem a sede,
  • Nutrem o corpo,
  • Fortalecem o sistema imunológico para combater as infecções.

Infusão de tamarindo
O tamarindo é uma substância com efeito antimicrobiano que pode ser usado para combater:

  • A febre,
  • Infecções virais.

Modo de preparo:

  • Esmagar o as folhas de tamarindo juntamente com um pedaço de raiz de cúrcuma.
  • Despejar num copo de água muito quente,
  • Beber o chá.

Suco de fruta caseiro
O suco de damasco ou outras frutas frescas é um restaurador e é eficaz no tratamento de febre.
Preparar suco de damasco em casa:

  • Lave 500g de damascos maduros,
  • Corte os damascos em pequenos pedaços
  • Coloque em uma panela
  • Adicione meio litro de água,
  • Aqueça lentamente por 10 minutos,
  • Desligue o fogo,
  • Adicione o suco de 1 limão,
  • Misture o composto,
  • Dilua com água.
  • Despeje uma colher de chá de mel para aumentar suas propriedades terapêuticas.
  • Misturar bem e servir.

Como alternativa aos damascos, você pode usar outros frutos sazonais, tais como:

  • Pêssegos,
  • Pêras.


Mel, limão e gengibre
Uma bebida feita com mel, suco de limão e gengibre é um remédio antigo para tratar as infecções virais.
Você pode curar uma febre causada por um vírus bebendo uma bebida com:

  • 1 copo de água quente,
  • 1 colher de chá de mel,
  • Suco de 1 limão
  • Gengibre picado

Recomendamos beber esta bebida duas ou três vezes por dia.

Uso de álcool para febre alta
O álcool resfria a pele porque evapora logo.
Não recomendamos usar álcool porque:

  • Quando se esfria o corpo da criança muito rapidamente com álcool ou um banho frio, a criança pode começar a tremer, isto provoca um aumento na temperatura.
  • Além disso, o álcool pode ser absorvido através da pele e inalado, portanto há o risco de intoxicação por álcool.

Cuidado com o gelo para a febre
Evite colocar compressas de gelo na cabeça ou na virilha, pois podem causar o efeito oposto, ou seja aumentar a temperatura interna.

 

Dieta e alimentação para febre alta

De acordo com a medicina natural e o higienismo, a alimentação é a coisa mais importante para curar.
De acordo com os higienistas, para curar rapidamente nada deve ser feito e também é preciso evitar:

  • Medicamentos (que são considerados venenos),
  • Remédios e ervas (aumentam as toxinas no corpo).

Uma alimentação leve e natural baseada em frutas e vegetais é a terapia mais rápida.
Um jejum curto é certamente a terapia mais eficaz (se não houver contraindicações).
Se o paciente não tem apetite por causa da febre, não é aconselhável ir contra a natureza e comer.

O caldo de galinha sempre foi considerado um alimento básico, na verdade, durante o cozimento absorve todas as toxinas dos músculos do animal.
Então aumenta a intoxicação do corpo e os tempos de recuperação tornam-se mais longos.