Hemorróidas externas e internas

 

INDICE

As hemorróidas externas e internas são vasos sanguíneos inchados no anus e intestino reto.
Existem dois tipos de hemorróidas: externas e internas, dependendo da localização.
Hemorróidas externas, se desenvolvem perto do ânus e são cobertas por uma pele muito sensível. São geralmente indolores, no entanto, se por um acaso se forma um coágulo de sangue (trombose), a hemorróida externa torna-se um nódulo doloroso e duro.
Hemorróidas externas podem sangrar quando se quebram.

Hemorróidas internas, se desenvolvem dentro do ânus sob a parede. Um sangramento indolor e uma saliência durante as evacuações são os sintomas mais frequentes.
No entanto, hemorróidas internas podem causar dor intensa se estiverem completamente “prolapsadas” e se projetam a partir da abertura anal e é impossivél empurrá-las para dentro.
A duração é variável, muitas vezes se curamc espontaneamente mudando  a dieta, outras vezes, tornam-se crônicas.

 

Classificação

1. Primeiro grau: não prolapsam através do ânus
2. Segundo grau: hemorróidas prolasam através do ânus, mas caem espontaneamente;
3. Terceiro grau: as hemorróidas prolapsam através do ânus e a redução pode ser conseguida só manualmente
4. Quarto grau: estão prolapsadas através do ânus e a redução não é possível.

 

O que são hemorróidas?

As artérias que levam o sangue para o canal anal descendem do reto e formam uma extensa rede de vasos interligados em torno do canal anal.
Devido a esta extensa rede de artérias, os vasos sanguíneos hemorroidários tem um suprimento de sangue arterial.
Isto explica por que o sangramento de hemorróidas é vermelho vivo (sangue arterial) em vez de vermelho escuro (sangue venoso) e porque o sangramento de hemorróidas é raramente grave.
As veias anais drenam o sangue do canal anal e as veias hemorroidárias. Estas veias tem dois sentidos.
A primeira direção é para cima no recto, e a segunda é para baixo sob a pele ao redor do ânus.

 


Quanto são freqüentes as hemorroidas inflamadas e com sangramento?

Cerca de 75 por cento das pessoas tem hemorróidas em algum momento na vida. Hemorróidas são mais comum entre adultos com idade entre 45 a 65 anos, muitas vezes afetam as mulheres grávidas mas também podem ser vistas nas crianças.

 

Porque as hemorróidas são mais comuns durante a gravidez?

A gravidez aumenta as chances de ter hemorróidas, varizes nas pernas e às vezes na vulva por várias razões.
O crescimento do útero aumenta a pressão sobre as veias pélvicas e a veia cava inferior, uma grande veia do lado direito do corpo que recebe sangue das extremidades. Isso pode retardar o retorno do sangue da metade inferior do corpo, aumenta a pressão sobre as veias por baixo do útero e provoca uma dilatação com inchaço.
A constipação é outro problema freqüente durante a gravidez, também pode causar ou agravar as hemorróidas. Isso ocorre porque os esforços abdominais para evacuar causam hemorróidas.
Além disso, um aumento do hormônio progesterona durante a gravidez provoca o relaxamento das paredes venosas, permitindo-lhes expandir mais facilmente.
O progesterona também contribui para a constipação retardando o peristaltismo intestinal (contrações musculares rítmicas dos músculos dos intestinos).

 

Como posso evitar as hemorroidas inflamadas e com sangramento?

As chances de ter hemorróidas durante a gravidez podem ser evitadas.
Aqui estão algumas maneiras de evitar ou tratar hemorróidas:
Primeiro, você deve evitar a constipação: comer uma dieta rica em fibras (um monte de grãos integrais, feijão, frutas e legumes), beber muita água (2 litros por dia) e fazer exercício físico regular, mesmo que só existe tempo para uma caminhada rápida e curta.
Quem está com prisão de ventre deve pedir ao seu médico de prescrever um suplemento de fibras ou um produto para amolecer as fezes.

Não esperar quando sente urgência para evacuar, não empurrar demais quando você está no banheiro e não ficar sentado no vaso sanitário porque isso aumenta a pressão sobre a área.
Fazer exercícios de Kegel diariamente. Exercícios de reabilitação perineal para aumentar a circulação na área retal e fortalecer os músculos ao redor do ânus, diminuindo a chance de hemorróidas.
Fortalecer e tonificar os músculos ao redor da vagina e da uretra ajuda o corpo para se recuperar após o parto.
Evitar a posição sentada ou em pé por longos períodos de tempo. No trabalho você tem que sentar, levantar-se e movimentar-se por alguns minutos a cada hora.
Em casa, domir do lado esquerdo, ler ou ver televisão para reduzir a pressão nas veias retais e ajuda a aumentar o retorno do sangue da parte inferior do corpo.

 


Sintomas de hemorroidas inflamadas

O sintoma mais comum da doença hemorroidária é sangramento indolor.
Sangue nas fezes pode ser vermelho brilhante, você também pode ver sangue no papel higiênico ou um leve gotejamento no vaso sanitário.
O sangramento é geralmente auto-limitado.
A perda de sangue nas fezes durante as evacuações nunca é normal, então você tem que ir ao médico.
Enquanto hemorróidas são a causa mais frequente de sangramento com evacuações, pode haver outras causas de sangramento, incluindo tumores, infecções e doença inflamatória intestinal (colite ulcerativa ou doença de Crohn).

Outros sintomas podem incluir:

Hemorróidas internas

Hemorróidas, entranhas, veias, internas, externasO prolapso das hemorróidas internas ocorre quando as veias incham e estendem sua posição do reto através do ânus.
Um prolapso das hemorróidas internas tem as seguintes características:

  • Sentem-se como um nódulo fora do ânus;
  • Podem ser delicadamente empurrado para trás através do ânus, isso poderia resolver a posição das hemorróidas, mas não cura a doença;
  • Podem aumentar e inchar ainda mais se não podem ser empurradas para trás;
  • Podem tornar-se estranguladas, neste caso serve um tratamento médico urgente.

As hemorróidas também podem causar coceira anal ou ao redor do ânus e uma sensação constante de necessidade de evacuar (tenesmo).

Hemorróidas externas com fenômenos trombóticos

As hemorróidas externas com fenômenos trombóticos são uma doença muito dolorosa. Estas ocorrem quando o coágulo de sangue se desenvolve em uma veia hemorroidária, causando inchaço e inflamação.
Quando um coágulo de sangue ocorre em hemorróidas, estas vão inchar ainda mais. O inchaço provoca um aumento na dor.
Geralmente, a dor é pior:

  • Na evacuação,
  • Na posição sentada,
  • Andando de bicicleta.

Hemorróidas externas trombosadas podem resolver sem tratamento. No entanto, issa doença muitas vezes deve ser tratada.
Hemorróidas inflamadas têm uma cor vermelha brilhante, enquanto aquelas com trombose são azuladas ou roxas.

 

Complicações das hemorroidas inflamadas e com sangramento

As complicações da doença hemorroidária são raras, que incluem:
Anemia. Perda de sangue crônica por hemorróidas pode causar anemia, onde não existem suficientes glóbulos vermelhos saudáveis para transportar oxigênio para as células. A anemia pode causar fadiga e fraqueza.
Hemorróidas estranguladas. Se o fornecimento de sangue para a hemorróida diminui, as hemorróidas podem ser “estranguladas”. A conseqüência é a dor extrema e morte do tecido (gangrena).

 

Causas de hemorroidas inflamadas e com sangramento

Hemorróidas externas e internas

Causas mais freqüentes
Um inchaço hemorroidário e o aumento no diâmetro do canal anal é a conseqüência da deterioração do tecido conjuntivo que suporta as hemorróidas e é parte do processo normal de envelhecimento.
Doenças que aumentam a pressão intra-abdominal podem acelerar a deterioração do tecido conjuntivo e apoiar o prolapso do canal anal. Os vasos tornam-se inchados e perdem o suporte.

Causas raras
Um equívoco é que as varizes retais são uma causa de hemorróidas. Em pacientes com problemas de fígado, as varizes podem ocorrer devido ao duplo fornecimento de sangue para o reto.
Quando examinadas com o endoscópio, as varizes retais ocorrem no reto, enquanto as hemorróidas podem ser encontradas no ânus.
Hemorróidas não são contagiosas.

Causas graves
Qualquer causa de hipertensão portal (por exemplo, cirrose) pode agravar a pressão da veia hemorroidária.

Os fatores predisponentes são:

  • Esforço durante a defecação e prisão de ventre,
  • O aumento da pressão intra-abdominal devido à ascite e gravidez,
  • Diarréia,
  • Gravidez,
  • Na fase pré-menstrual até o dia em que começam a menstruação você pode ter um agravamento de hemorróidas.
  • Trombose associada a parto e prolapso das hemorróidas,
  • Trabalho pesado,
  • Posição sentada prolungada
  • Tosse crônica,
  • Constipação (prisão de ventre),
  • Prostatite,
  • Relações sexuais.

 

Diagnóstico de hemorroidas inflamadas e com sangramento

O médico pode ser capaz de ver se o paciente tem hemorróidas externas simplesmente olhando.
Os exames e procedimentos para diagnosticar as hemorróidas internas são:

Exame do canal anal e reto para anormalidades.
Durante um exame retal digital, o médico insere um dedo com uma luva, depois de ter lubrificado o reto.
O médico olha para algo fora do normal como protuberâncias.
O exame pode dar ao médico uma indicação de que testes podem ser apropriados.

Inspeção visual do canal anal e do reto.
Dado que as hemorróidas internas são frequentemente muito moles ser sentido durante um exame retal, seu médico também pode examinar a parte inferior do cólon e do reto com um anoscópio, um proctoscópio ou um sigmoidoscópio.
Estas são os instrumentos que permitem ao médico de ver o ânus e o reto.

As hemorróides externas aparecem como uma pertuberância e/ou a área escura ao redor do ânus. Se o nódulo é doloroso, as hemorróidas são trombosadas.
Qualquer inchaço deve ser seguido com cuidado, no entanto, você não deve pensar que seja sempre hemorróidas porque há raros tumores da região perianal que podem parecer hemorróidas externas.

O diagnóstico de hemorróidas internas é fácil se as hemorróidas se projetam fora do ânus.
Embora um exame retal com um dedo pode descobrir hemorróidas internas altas no canal anal, o exame de toque retal é mais útil para excluir raros tumores que começam no canal anal e reto.