Dor anal e ardência

INDICE


Quais são as causas de dor anal e ardência no ânus?

As pessoas acham que as principais fontes de dor anal são as hemorróidas, em que as veias ficam inflamadas e saem para fora do ânus. No entanto a dor anal pode resultar de:

Fissuras (criadas pelas fezes que rasgam o ânus), que geralmente é uma dor aguda e ardente.

Pode haver um espasmo muscular que causa dor prolongada por horas.
As rachaduras na pele ao redor da região anal são conhecidas como fissuras anais.
As fissuras anais causam muita dor após a defecação.
Em adultos e em crianças as fissuras anais são comuns.
Elas geralmente não são graves, mas podem ser dolorosas, especialmente para as crianças.

Abscesso perianal (devido a uma infecção bacteriana) que pode causar febre, transpiração nocturna e uma dor prolongada e constante.

Infecção fúngica, que pode criar uma dor prolongada menos grave do que a de um abscesso.
No caso de uma ferida infectada ou abscesso, o tratamento consiste em tomar antibióticos, em casos graves é necessária uma cirurgia.

Tumor (como o câncer) que pode causar uma dor intensa que se agrava progressivamente.
O câncer retal pode causar uma obstrução do reto ou ânus. A causa real do câncer retal é desconhecida, mas é observado frequentemente em pessoas mais velhas.

Um espasmo muscular na bacia pode causar dor aguda mas geralmente desaparece rapidamente.

Fístula, é um canal anormal que se forma entre o reto e a pele e pode causar dor do ânus até o osso sacro, especialmente se está bloqueada por fezes e se forma um abscesso no canal.fístula,perianal,abscesso,pus

Úlcera anal, uma área dorida ou ferida, que pode causar uma dor forte e onde se pode desenvolver uma infecção.

Doença sexualmente transmissível do reto como gonorréia, clamídia ou herpes.

Problema da pele (tais como psoríase ou dermatite) que pode causar coceira anal ou ardência na pele.

Evacuação intestinal dolorosa
A dor ou desconforto durante a defecação é um motivo de preocupação se isso ocorre com freqüência.
Uma pessoa também pode sentir dor se expulsa fezes grandes, duras ou cheias de sangue.
Pode haver várias razões para esta situação.
A dor também ocorre quando o indivíduo tosse porque aumenta a pressão abdominal, tais como durante a evacuação.

Indigestão: na maioria dos casos, é devido a quantidade e o tipo de alimentos consumidos. Uma pessoa pode sofrer de problemas de estômago e do intestino se come grandes refeições, alimentos não lavados ou extremamente picantes.
A diarréia provocada por intoxicação alimentar ou por indigestão, também pode causar a evacuação intestinal dolorosa.

Prisão de ventre: as causas mais frequentes de prisão de ventre incluem desidratação, dieta com baixo teor de fibra, certos medicamentos, etc.
Muitas vezes a constipação provoca evacuação intestinal irregular.
As pessoas são influenciadas pela publicidade e muitas vezes comem alimentos que parecem bons, mas são cheios de conservantes, corantes e substâncias nocivas.
Seria necessário evitar alimentos processados, doces, gorduras trans e saturadas porque eles causam a maioria das doenças.
Geralmente, as pessoas que seguem uma dieta vegana e comem nozes, pistache, amendoim, frutas e legumes têm uma boa digestão.

Hemorróidas: as hemorróidas causam dor devido ao inchaço das veias em torno ou dentro do esfíncter anal.
Isto ocorre quando existe uma alta pressão nas veias do reto.
A gravidez é um fator de risco para a formação de hemorróidas por causa do congestionamento causado pelo aumento no tamanho do útero.
O primeiro dia a dor é contínua, sentado, deitado ou ao caminhar.
No caso de cirurgia para hemorróidas, a dor anal pode durar alguns dias ou semanas.

Prostatite bacteriana crônica
A prostatite bacteriana crônica é um tipo de prostatite infecciosa. É devido a uma infecção bacteriana crônica (persistente) da glândula prostática.
Os homens com prostatite bacteriana crônica têm sintomas que vão e vem.
Durante um surto de raiva, você pode sofrer de dor e desconforto. Esse sintoma é sentido especialmente na base do pênis, ao redor do ânus, no períneo (a área entre o escroto e o ânus) ou na região lombar.
A dor pode se espalhar para o pênis e os testículos. A expulsão das fezes pode ser dolorosa.

Além dos sintomas mencionados acima, outras causas possíveis incluem:


Quando ocorre a dor anal?

Durante o ato de defecação. Isso geralmente é causado por um rasgo ou fissura no ano.
As fezes queimam ao passar através do músculo apertado do ânus. Geralmente, a dor desaparece após a passagem das fezes, mas poderia continuar por causa de um espasmo muscular.

Com a limpeza. Muitas vezes isto é um problema da pele ou uma infecção por fungos (por exemplo candida intestinal), também afeta as crianças.

Dor contínua, independentemente da presença de fezes. Provavelmente, isso é um abscesso ou uma infecção e as vezes uma hemorróida trombosada (coagulada), mas também pode ser um tumor.
A dor pode ocorrer até mesmo à noite.

Gradualmente ao longo do tempo. Isso pode indicar uma hemorróida trombosada, uma infecção ou um tumor.

Quando o indivíduo está sentado. Se o paciente não pode sentar-se, a causa pode ser um abscesso, um espasmo muscular ou um tumor.


Onde dói?

A dor anal que pode ser encontrada na frente ou atrás do ânus onde as fezes passam é normalmente uma fissura do ânus.
Nessa posição, a dor anal pode ser latejante.
A dor devido a inchaço que é na porção profunda do tecido subcutâneo geralmente é um abscesso.
Geralmente, a dor causado por um abscesso emerge com os dias e pode ser causada por um inchaço doloroso na pele ao redor do ânus.
Uma massa sólida que emerge do ânus e é de cor azul, geralmente é uma hemorróida trombosada, isso significa que se formou um coágulo nos vasos sanguíneos. Uma massa mole e dolorosa pode ser uma hemorróida inflamada.
Uma protuberância dolorosa que emerge lentamente por alguns meses pode ser um câncer.
A dor na pele do ânus ou em torno dela pode ser devido a um trauma, infecção por fungos ou limpeza excessivamente vigorosa da pele anal.




Quando se preocupar?

Um médico deve verificar a dor anal que não passa dentro de 24-48 horas depois de tomar os medicamentos sem receita.
A dor anal que dura mais de duas semanas pode ser grave.
A dor anal crônica que torna-se progressivamente mais grave pode ser um câncer.
Em casos raros, se a dor no ânus é muito forte pode causar desmaios.


O que ocorre se houver um sangramento junto com a dor anal?

A causa mais comum de defecação dolorosa com hemorragia é uma fissura anal.
A hemorróida trombosada pode causar sangramento e uma dor súbita.
A causa mais frequente de hemorróida acompanhada de dor que não envolve a defecação é uma infecção da pele do ânus, como uma infecção por levedura ou falta de higiene anal.
A coceira e a ardência anal podem ser causadas pela transpiração da pele ao redor do ânus.
A criança pode haver oxiúros (vermes) que causam muita coceira à noite.
Se a criança se coça pode causar uma lesão cutânea e sangramento.


O que fazer? Remédios naturais para dor anal e ardência

Tomar banhos quentes com bicarbonato de sódio
Após a evacuação intestinal, limpar delicadamente a área com papel higiênico ou gazes molhadas
Quando você sabe que tem hemorróidas, use um creme para hemorróidas.
Quando você tiver as fissuras (rachadura ou rasgõ na abertura anal), o médico pode prescrever um creme ou pomada com hidrocortisona.


Tratamento para dor e ardência anal

Você pode curar a prisão de ventre alterando seus hábitos alimentares e o estilo de vida ou tomando laxantes.
Você pode tratar as hemorróidas mudando hábitos intestinais e seguindo as diretrizes dietéticas adequadas.
Pode ser necessária uma cirurgia se as hemorróidas são muito grandes.
O tratamento para o câncer retal depende do estágio e o crescimento do câncer.
Se uma pessoa sofre de defecação dolorosa por tanto tempo deve consultar um médico imediatamente porque pode ser um sintoma de alguma doença grave. Além disso, observe se existe sangue nas fezes porque é um sinal de uma doença grave e você deveria procurar um médico.


Prevenção

Comer alimentos saudáveis e haver uma dieta equilibrada é essencial para evitar distúrbios relacionados com a digestão e a evacuação intestinal.
Um indivíduo também deve evitar comer alimentos muito picantes, especialmente à noite.
Beber uma quantidade adequada de água ajuda a diluir o ácido no corpo.
Fazer exercícios regularmente também pode ser útil para melhorar a regularidade da evacuação intestinal.


Dor no ânus após a evacuação intestinal

A dor após a evacuação intestinal é um sintoma causado por doenças muito específicas porque indica um problema que pode afetar os músculos do trato gastrointestinal ou do ânus.
Muitas doenças que causam esto distúrbio também podem causar dor abdominal ou na virilha.

Causas da dor

Síndrome do intestino irritável
Uma das causas mais comuns de dor é a síndrome do colon irritável. Nesta doença, a parede interna do músculo do intestino é hiperativa e pode causar uma passagem rápida do alimento através do trato gastrointestinal.

Portanto a comida não é completamente absorvida no corpo.
Além disso, os espasmos continuam por algum tempo, mesmo depois que o alimento já passou, causando dor.
O paciente também pode sofrer de meteorismo, e também pode observar o muco nas fezes.

Proctite
A proctite é definida como uma inflamação do ânus e a parede interna do reto.
Os sintomas desta doença incluem:

  • Dor na área retal e anal
  • Dor durante os movimentos intestinais e ao toque
  • Ardência durante e após a defecação
  • Espasmos e cólicas involuntárias
  • Hemorragia e secreção da região anal
  • O paciente não pode andar de bicicleta por causa do desconforto.

Devido a esta doença, pode ocorrer até mesmo a prisão de ventre.

Cálculos biliares/colecistite
Às vezes, a dor depois de comer também pode ocorrer devido a problemas tais como cálculos biliares.
Nos cálculos biliares existe uma obstrução da vesícula biliar que tem a função de liberar a bile após a ingestão dos alimentos.
No entanto, se após uma refeição (especialmente após uma refeição rica em gordura e colesterol) a bile não flui livremente, pode causar dor após a evacuação intestinal.

Doença de Crohn ou colite ulcerativa
A doença de Crohn e colite ulcerativa também são doenças que causam dor abdominal após a evacuação intestinal.
Muitos fatores podem provocar dor de barriga deste tipo depois de comer.
A doença de Crohn é uma doença em que existe um movimento espasmódico do intestino, enquanto a colite ulcerativa é uma inflamação de toda a parede interna do intestino.
Portanto, estas doenças provocam sinais de dor no corpo durante e após a evacuação intestinal.

 


Hemorróidas

Outra causa frequente de dor depois de comer são as hemorróidas.
As hemorróidas inflamadas são uma doença onde as veias da região anal e retal incham causando dor e inchaço nesta área.
Portanto, durante a expulsão das fezes, a pessoa pode sentir dor intensa devido ao atrito sobre as hemorróidas.doença,de,crohn

Outras causas
Outras causas de dor são:

Até mesmo a prisão de ventre pode causar dor após as refeições.
Uma dor no estômago após uma evacuação intestinal poderia indicar uma gastrite ou úlcera no estômago.

 

Tratamento para dor após a evacuação intestinal

O tratamento para dor após as refeições e a evacuação intestinal depende da causa subjacente.
Se houver uma infecção, geralmente os antibióticos ajudam a curar. No entanto, se a dor é devida a espasmos do trato gastrintestinal, o anti-espasmódico pode dar uma ajuda importante.
No caso de cálculos biliares, hemorróidas e outros problemas de saúde semelhantes, a pessoa deve visitar um médico e receber um plano detalhado do tratamento.


Dor anal, ardência, hemorróidasCausas de dor no reto e no ânus

Algumas causas da doença anorretal não são muito graves. Outras indicam que existe um problema grave que requer avaliação imediata. A chave é entender o que está ocorrendo. Vamos dar uma olhada em algumas das muitas causas de dor retal e anal.

Fissura anal – Uma fissura é uma laceração na pele, nos tecidos ou na mucosa. Uma fissura anal é uma lesão do tecido dentro ou ao redor do ânus e do reto.
A fissura anal causa dor queimante durante a evacuação.

Abscesso retal – Um abscesso é um acúmulo de pus que deriva de uma infecção dentro do tecido. Estes tipos de infecções localizadas ocorrem frequentemente em torno do reto.

Hemorróidas – Uma hemorróida é uma veia ou um grupo de veias inchadas e cheias de sangue em torno do reto.

Colite (colite ulcerativa ou doença de Crohn) – A colite é uma inflamação do trato intestinal. A colite ulcerativa é limitada no intestino, enquanto a doença de Crohn pode envolver todo o sistema digestivo. As duas causam uma inflamação que causa dor retal.
Os problemas intestinais também podem causar dor nas pernas.

Trauma durante a relação sexual anal – Durante as atividades sexuais voluntárias, podem ocorrer ferimentos graves.
As lesões anais externas mais frequentes são causadas por relações sexuais anais.
Embora a maioria destes ferimentos é menor e pode ser resolvido com uma pequena intervenção, pode ser desconfotavél e preocupante para as pessoas afectadas.

Lesões anais e retais – As lesões ou os nódulos dentro e ao redor do ânus podem causar dor retal. Duas das mais frequentes lesões anais são as verrugas genitais e herpes simples que doem mesmo sem sangramento.

  • Verrugas genitais – Lesões redondas, lisas de cor carne e causadas pelo vírus do papiloma humano (HPV). As verrugas genitais são sexualmente transmissíveis e causadas por vírus do papiloma humano (HPV). O HPV também pode causar câncer anal.
  • Herpes genital – Um dos vários tipos de herpes. Isso é causado pelo vírus herpes simplex. Eles são dolorosos e cheios de líquido ao redor do ânus. Estas lesões se quebram, se secam e às vezes formam úlceras no reto e no ânus.