Dor na coxa e na virilha: anterior ou posterior

A dor na coxa e na virilha pode ser causada por muitas estruturas:

  • Ossos,
  • Articulações,
  • Músculos
  • Tendões.
ÍNDICE


Dor na coxa e na virilha

Causas de dor na coxa e na virilha

Lesão muscular na virilha
A lesão muscular causa dor na parte superior da coxa e na virilha; por exemplo, pode ocorrer durante um chute em uma bola.

Se a dor for na parte superior e anterior, o músculo afetado é o quadríceps.
No caso de dor no interior da coxa e na virilha, a causa pode ser a lesão de um músculo adutor.

Rasgo do quadríceps
O quadríceps é um grupo de músculos na parte da frente da coxa. O quadríceps estende (endireita) o joelho.
Em caso de lesão, a ruptura das fibras musculares causa:

  • Um hematoma,
  • Inchaço,
  • Uma forte dor na área anterior da coxa.

A causa pode ser um chute na bola ou um sprint (corrida de velocidade).
A lesão geralmente ocorre na parte superior ou inferior do músculo, perto dos tendões, sendo rara na metade da coxa.
Nos primeiros dois dias o paciente coxeia.
Os sintomas são sentidos também ao caminhar ou com movimentos simples.

Quando a inflamação aguda passa (após 3 dias) a dor ocorre quando a pessoa faz atividades mais difíceis, como correr ou subir escadas.

Cruralgia
A cruralgia ou neuralgia crural é a inflamação do nervo crural ou femoral.
Pode causar dor ao longo do nervo, ou seja, na parte inferior das costas que se estende até:

Neste caso, a dor aumenta durante alguns movimentos das costas que esticam o nervo, em particular a extensão (arqueando a coluna para trás).

A artrose de quadril é um tipo de artrite provocada pela degeneração da articulação e é causada pelo envelhecimento.
Entre os sintomas estão dor crônica na coxa.

 


Dor na frente da coxa

Causas

Feridas e traumas
As lesões cutâneas e as contusões na coxa provocam dor.
Uma fratura do fêmur causa muita dor na parte da frente da coxa.
Na coxa muitas vezes forma-se um hematoma ou equimoses devido a pequenos traumas, especialmente na mulher que tem uma circulação pior que a do homem.
Geralmente, o sangue é absorvido em 2/3 semanas sem tratamento.

Lesão do músculo quadríceps
O rasgo do músculo quadríceps também provoca dor súbita e grave na coxa.
A lesão muscular ocorre quando o músculo alonga-se excessivamente durante uma atividade esportiva.

Osteomielite
A osteomielite é uma infecção óssea causada por bactérias.

Osteossarcoma
O osteossarcoma é um câncer; as células cancerosas originam-se no osso.

Gravidez
Durante a gravidez, as mudanças que ocorrem no corpo da futura mãe podem causar dores nas coxas.
O sistema circulatório precisa trabalhar mais durante a gravidez porque aumenta o volume de sangue, especialmente perto do fim da gravidez.
Doenças tais como o edema (inchaço) dos membros inferiores e a disfunção da sínfise púbica podem causar dor durante a gravidez.
Também as maiores dimensões do útero e o aumento de peso durante a gravidez podem causar dor.
O peso corporal em excesso exerce uma pressão nos membros inferiores.

Tendinite do quadríceps
Em caso de sobrecarga ou trauma, é possível desenvolver uma tendinite do quadríceps na área acima do joelho.
Os atletas que sofrem desta desordem são especialmente os ciclistas que regulam o selim da bicicleta em posição muito baixa.

 


Dor atrás da coxa

Lesão no bíceps femoral
Uma das lesões musculares mais comuns é a distensão\lesão do bíceps femoral. O indivíduo sente dor na parte de trás da coxa.
O bíceps femoral é uma estrutura muscular da perna que parte do glúteo (ísquio) e termina por trás do joelho.

A lesão é causada por uma arrancada ou por um movimento rápido.
A corrida em subida pode danificar o bíceps femoral.
A distensão também provoca dificuldades para esticar a perna.

Tendinite do grupo ísquio-crural
O grupo ísquio-crural é composto pelos músculos posteriores da coxa:

1. Bíceps femoral,
2. Semitendíneo,
3. Semimembranáceo ou semimembranoso.

Os velocistas e os saltadores são os atletas mais predispostos a desenvolverem uma tendinite.
A dor é sentida na parte de trás e inferior da coxa, na zona correspondente aos tendões afetados.

Dor ciática
A dor ciática (inflamação do nervo ciático) é outra causa frequente de dor.

Síndrome do piriforme
O músculo piriforme está perto do nervo ciático. Ele está localizado abaixo dos músculos das nádegas, origina-se das vértebras S2-S3 e insere-se no trocânter maior do fêmur.
A sobrecarga deste músculo pode causar dor.
Dado que está localizado próximo ao nervo ciático, pode irritar ou comprimir o nervo.

A dor muscular devido à síndrome do piriforme pode ser sentida na parte posterior externa da coxa esquerda até o joelho, sendo extremamente rara na coxa direita.

Síndrome compartimental
A síndrome compartimental é um problema de saúde que ocorre quando a pressão dentro dos músculos aumenta excessivamente.
Isso pode comprimir os nervos, vasos sanguíneos e os músculos.

Essa pressão pode reduzir o fluxo sanguíneo, impedindo que oxigênio e nutrientes cheguem às células:

  • Nervosas,
  • Musculares.

A falta de oxigênio provoca a morte do tecido.

Dor referida
Quando a dor ocorre em áreas distantes da lesão trata-se de dor referida.
Muitas vezes, a dor é causada pela inflamação de músculos, ligamentos ou tendões do quadril ou da articulação sacroilíaca, mas provoca dor ao longo da coxa.

Má circulação sanguínea
A pessoa pode sentir dor na coxa quando permanece sentada por um longo tempo.
A dor é causada pela má circulação do sangue.
As pessoas que sofrem de insuficiência venosa, trombose venosa profunda (formação de um coágulo em uma veia profunda) e problemas de coagulação do sangue podem sentir dor nas coxas e nas panturrilhas.

Celulite dolorosa
As mulheres que sofrem de celulite avançada, retenção de líquidos grave e hematomas frequentes podem sentir dor na coxa.

 


O que fazer? Remédios naturais para a dor na coxa

Abaixo estão alguns dos tratamentos caseiros para ter alívio da dor.

Uma atividade física moderada pode ser útil para recuperar o movimento total e para eliminar o ácido láctico.
Recomenda-se andar de bicicleta ou usar a bicicleta ergométrica porque esta atividade não sobrecarrega os músculos, tendões e articulações.
É possível pode fazer alongamento sem esticar muito o músculo.

Manter a perna aquecida
Usar calças de lã à noite ajuda a reduzir a dor nas coxas.
Manter a coxa enrolada em flanela: este é um dos remédios caseiros mais eficazes para aliviar a dor na coxa.

A crioterapia (terapia do frio) é muito útil para reduzir a dor.

  • Encha um saco plástico com vários cubos de gelo e água fria.
  • Coloque-o sobre a coxa por 20 minutos.
  • Repita 2 – 3 vezes ao dia.

Massagens: para fazer passar as câimbras recomenda-se uma massagem.
A massagem deve ser executada na direção do coração para promover a circulação sanguínea.
A massagem terapêutica:

  • Melhora a circulação sanguínea local,
  • Reduz a rigidez muscular e aquece os músculos.

Massagear as coxas com azeite de oliva; é possível adicionar um ou dois dentes de alho para obter melhores resultados.

Leia também