Dor no umbigo – do lado, abaixo ou acima

A dor no umbigo pode ser leve ou excruciante; além disso, pode ser constante ou intermitente.

ÍNDICE


A dor persistente não pode ser ignorada se for causada por problemas intestinais, como uma hérnia umbilical.

Anatomia do umbigo
O umbigo é uma área deprimida ou levantada no abdômen, no ponto de inserção do cordão umbilical.
Está localizado aproximadamente no meio da parede abdominal, na linha alba.
Durante o desenvolvimento do feto, através do cordão umbilical a mãe fornece a ele oxigênio e nutrientes.
Pela constituição anatômica é uma área com menor resistência na parede abdominal.
O umbigo está conectado ao fígado através do ligamento redondo.

 

Dor no umbigo, barriga

 

Causas de dor no umbigo em homens e nas mulheres

Além da prisão de ventre e de outras doenças, como a síndrome do cólon irritável, aqui está uma lista das doenças que causam desconforto na área umbilical.

Apendicite
A apendicite provoca uma inflamação súbita do apêndice.
Esta massa de tecido pode desenvolver dor quando se torna inflamada devido a uma infecção.
Geralmente, afeta crianças menores de 12 anos, mas também os adultos podem ter esse distúrbio.
Quando o apêndice se inflama, a pessoa sofre de dor abdominal no lado direito acima da virilha, que pode piorar com o passar do tempo:

  • Inicialmente, a dor desenvolve-se ao redor da área abdominal,
  • Depois se estende para o lado direito, abaixo do fígado.

Os outros sintomas da doença são os seguintes:

Úlcera
A úlcera é uma ferida aberta que se desenvolve na parede interna do intestino.
Em caso de úlcera duodenal, a dor está acima do umbigo.
As úlceras causam hemorragia interna e dor na barriga.

Infecções do trato urinário (ITU)
A ITU afeta o sistema urinário formado pelas seguintes partes:

  • Ureteres,
  • Rins,
  • Uretra,
  • Bexiga (acima do osso púbico).

A infecção provoca a necessidade de urinar frequentemente e o mau cheiro na urina. A dor e a ardência sentida durante a micção (enquanto a pessoa urina) e depois de uma relação sexual são muito fortes; a dor é leve ou moderada durante o resto do dia e pode se estender até a vagina. Embora a ITU possa infectar qualquer parte do sistema urinário, afeta frequentemente a bexiga.

Doença de Crohn
A dor na região umbilical é frequente em pacientes que sofrem de doença de Crohn.
Esta doença causa inflamação no intestino delgado e intestino grosso (colite).

As consequências são:

  • O engrossamento da parede interna,
  • A redução do lúmen intestinal (volume interno do intestino em que o alimento digerido flui).

Isso bloqueia o fluxo dos alimentos.
A doença de Crohn dificulta a digestão e provoca desconforto ao redor da área do umbigo, causando:

Cistos ovarianos
Os cistos ovarianos podem causar dor umbilical em mulheres.
O cisto é uma bolsa que contém um fluido.

Os ovários são dois órgãos localizados nos lados esquerdo ou direito do umbigo.
Geralmente, não causam sintomas, mas se se tornarem muito grandes podem gerar pressão contra as estruturas circundantes, causando dor.

Hérnia
A hérnia umbilical desenvolve-se a partir de um enfraquecimento dos músculos abdominais que não conseguem suportar os órgãos internos.
Isso provoca uma protusão dos tecidos intestinais em direção ao exterior (uma bola) através das áreas musculares mais fracas do abdômen e vermelhidão.

Infecção do estômago e do intestino
A gastroenterite é uma doença viral que causa inflamação na mucosa do estômago e do intestino.
Isso provoca:

  • Problemas de digestão,
  • O paciente vomita depois de consumir alimentos,
  • Diarreia.

As dores mais comuns desta doença são as seguintes:

  • Desconforto em torno do umbigo,
  • Dores no estômago.

Problemas da vesícula biliar
Os cálculos biliares causam dor na área abdominal superior direita.
A dor permanece confinada ao redor da área do umbigo.
Os cálculos biliares são compostos por material cristalizado que se forma gradualmente dentro da vesícula biliar.
Quando os cálculos saem da vesícula biliar, permanecem presos nos ductos e podem provocar dor súbita:

A dor pode ser intermitente.
Na maioria dos casos, a dor é constante por um período que varia entre 1 e 5 horas.
Geralmente, a dor ocorre depois de uma refeição abundante, razão pela qual é chamada de “cólica pós-prandial”.

A colecistite (infecção da vesícula biliar) ocorre com os seguintes sintomas, além da dor:

  • Náuseas,
  • Vômito,
  • Diminuição do apetite,
  • Febre,
  • Icterícia (coloração amarelada de pele e mucosas).

O tratamento inclui medicamentos e a colecistectomia que pode ser efetuada em laparoscopia.
Algumas pessoas têm dor no umbigo após a laparoscopia e a causa disso pode ser uma intervenção não bem-sucedida ou as aderências da cicatriz.

remoção,da,vesícula,biliar

Pancreatite
A pancreatite provoca uma inflamação do pâncreas, uma glândula que produz enzimas para:

  • A digestão (amilase, lipase, etc.),
  • A utilização dos açúcares nas células (insulina e glucagone).

Por estar o órgão localizado na parte posterior do estômago, a dor pode se desenvolver na área umbilical.
Outros sintomas da pancreatite são os seguintes:



Os sintomas ocorrem de forma mais grave após a ingestão de uma refeição abundante.

Exercícios pesados
Após um treino intenso, é possível sentir dor em torno do umbigo ao tato e durante o movimento.
Os músculos abdominais cansam-se durante o exercício intenso e de duração prolongada ou durante o levantamento de pesos.
Isso pode causar dor no abdômen.

Intoxicação alimentar
A intoxicação alimentar ocorre quando o indivíduo come alimentos:

  • Não devidamente armazenados/conservados,
  • Preparados em um ambiente onde não são respeitadas as normas básicas de higiene.

A sensação de desconforto abdominal e o vômito ocorrem algumas horas após a refeição.

 

Dor no umbigo na gravidez

Gravidez, dor do umbigoA dor abdominal durante a gravidez é comum e não deve ser motivo de preocupação.
No entanto, em alguns casos pode ser causada por:

Com o progresso da gravidez, o útero aumenta e causa mais pressão no umbigo e dor na barriga.

É normal que uma mulher grávida tenha dor abdominal inferior durante os últimos estágios da gravidez.

Dor no ligamento redondo
A dor no ligamento redondo é causada por dois grandes ligamentos que ligam o útero e a virilha.
O crescimento do útero causa um alongamento desses ligamentos e desconforto.
A mulher sente uma dor:

  • Aguda,
  • Excruciante,
  • De curta duração.

A dor pode ser sentida à esquerda do umbigo, à direita ou em ambos os lados.
Geralmente, começa no segundo trimestre e é sentida principalmente durante alguns movimentos, por exemplo:

  • Ao se levantar da cadeira,
  • Girando na cama.

Contrações de Braxton Hicks
Após a metade da gravidez, podem ser sentidas as contrações de Braxton Hicks no nível do útero.
Geralmente são:

  • Pouco frequentes,
  • Irregulares,
  • Indolores.

Após a 37ª semana, as contrações podem ser o sinal de parto, mas são:

  • Regulares,
  • Mais de seis contrações em uma hora.

Não é normal ter cólicas durante a gravidez com dor grave, persistente ou acompanhada de outros sintomas, tais como:

 

Dor de umbigo antes da menstruação

Dor menstrual
As mulheres sofrem de fortes cólicas menstruais antes e durante a menstruação.

De acordo com o “American College of Obstetricians and Gynecologists”, pelo menos 50% das mulheres sofre de cólicas menstruais antes da menstruação.
Antes do início do ciclo menstrual, aumenta o nível de prostaglandinas, ou seja, ácidos graxos insaturados que estimulam a contração dos músculos do útero.
Esta ação promove a eliminação do sangue menstrual.
As contrações do útero podem causar cólicas abdominais.

Endometriose
A endometriose é uma doença em que as células da parede interna do útero (endométrio) crescem em outros órgãos, em geral:

  • Nos ovários,
  • Nas trompas de Falópio.

O tecido uterino raramente cresce em outros órgãos, como o reto ou bexiga.
Isso pode causar dor todos os meses durante a menstruação ou nos dias anteriores.

Os remédios para tentar aliviar a dor podem ser os seguintes:

  • Compressas quentes,
  • Chás de ervas,
  • Caminhadas.

 

Piercing

É necessário muito tempo para a cicatrização após um piercing no umbigo, às vezes mais de um ano. É importante seguir as instruções de higiene cuidadosamente.
Em caso de infecção, ela pode passar para a corrente sanguínea e pode se tornar perigosa.
Reconhecer os sintomas de um piercing infectado é importante para executar o tratamento adequado.

 


Dor abdominal perto do umbigo

Dor acima do umbigo

Flatulência e indigestão
O que comi ontem ou anteontem? Foi alguma coisa à qual posso ser alérgico ou algo que não digeri? Trata-se de comida proveniente de um lugar com normas de higiene questionáveis?
Estas são as perguntas que uma pessoa deve fazer a si própria quando tem essas dores depois de comer.
Os alimentos não devidamente assimilados pelo estômago podem causar os seguintes distúrbios:

Um produto antiácido funciona para este tipo de dor.

Úlceras pépticas
As úlceras podem se desenvolver como consequência dos seguintes maus hábitos:

 


Dor abaixo do umbigo

Uma outra área em que é possível sentir dor é a área abdominal abaixo do umbigo.

Infecções do trato urinário
A entrada de bactérias na uretra e na bexiga causa muitas vezes uma infecção urinária.
Este tipo de infecção provoca:

Existem outros sintomas menores, tais como febre baixa e urina turva.

 hérnia-abdominalHérnia abdominal
A hérnia abdominal ocorre quando parte de um órgão do abdômen se projeta a partir de uma área fraca do abdômen.

Constipação crônica
Os maus hábitos alimentares muitas vezes causam indigestão e prisão de ventre. A maioria das pessoas já sofreram de constipação pelo menos uma vez na vida.
A consequência pode ser uma dor próxima ou abaixo do umbigo.

Dor pós curetagem após um aborto
No caso de aborto e curetagem, nos ciclos subsequentes, a mulher pode ter dor abdominal inferior que se estende até o umbigo.
É um distúrbio que passa sozinho com o tempo.


Dor em torno do umbigo

Esta última seção fala das causas da dor em torno do umbigo.

Estresse muscular
Se o indivíduo pratica um esporte ou atividade que envolve o estresse físico, pode desenvolver dor na região abdominal.
Os exercícios de fortalecimento abdominal podem causar contraturas ao redor do umbigo.
Sem aquecimento adequado antes da atividade física, o esforço pode causar um excessivo trabalho muscular e, portanto, dor.

Apendicite
O apêndice causa dor quando é infectado.

Tumor
A dor no umbigo pode ser causada por um câncer pancreático ou câncer de cólon.
Entre os outros sintomas desses cânceres estão:

  • Náusea,
  • Vômitos,
  • Diarreia,
  • Perda de peso,
  • Perda de apetite,
  • Sangue nas fezes.

 


Dor atrás do umbigo

A dor atrás do umbigo é um sintoma das seguintes doenças:

  • Apêndice inflamado,
  • Úlceras,
  • Infecções da vesícula biliar.