Dor nas articulações – causas

A dor nas articulações pode ser causada por uma inflamação ou lesão da cartilagem, ligamentos, ossos e tendões em torno da articulação.

ÍNDICE

Causas da dor nas articulações

Dor nas articulações e artrite reumatoide

A artrite reumatoide (AR) é uma doença inflamatória dolorosa que causa inchaço, rigidez e deformidades nas articulações.
Esta doença autoimune afeta as células que cobrem e lubrificam as articulações (tecido sinovial).

Geralmente, a artrite reumatoide afeta as articulações simetricamente (nos lados direito e esquerdo). Por exemplo, pode afetar ambos os pulsos, mãos, joelhos e pés.
Em relação à artrose, a artrite reumatoide afeta as pessoas mais jovens.

Nos exames de sangue, a velocidade de hemossedimentação (VHS) é alta; esse valor indica a velocidade de sedimentação de eritrócitos.

Quais são os sintomas da artrite reumatoide na mão e nos dedos?
As articulações mais próximas dos dedos e do pulso são as áreas mais afetadas pela artrite reumatoide. Os sintomas incluem:

Qual é o tratamento para artrite reumatoide?
O tratamento para artrite reumatoide inclui:

  • Medicamentos;
  • Repouso e exercícios;
  • Uma órtese especial que ajuda a eliminar a dor e a pressão no interior da articulação;
  • Autocontrole do estresse;
  • Mudanças na alimentação: eliminar os alimentos que podem aumentar a inflamação e consumir aqueles que a reduzem, como os ácidos graxos ômega-3 e vitamina D que se encontram no óleo de linhaça e nos peixes de água fria;
  • Exames médicos periódicos;
  • Fisioterapia e reabilitação;
  • Cirurgia para ajudar a restaurar a funcionalidade.

 

Dor nas articulações e artrose

Muitas pessoas confundem artrose com artrite, mas são dois problemas de saúde muito diferentes.
A artrose é uma doença degenerativa das articulações e afeta principalmente os idosos.

Artrite significa inflamação da articulação e provoca:

  • Dor,
  • Inchaço,
  • Limitação dos movimentos.

A artrose é um fenômeno fisiológico que começa na idade de cerca de 30-35 anos; por isso, os idosos desenvolvem artrose em quase todas as articulações.
Felizmente, essa degeneração não causa dor se a articulação não se inflamar.
Muitas vezes, o médico diz ao paciente que os sintomas são causados pela artrose, sem fazer uma análise completa, mas na realidade, a dor pode ser causada por:

  • Músculos,
  • Nervos,
  • Tendões,
  • Tecido conjuntivo, etc.

Muitos idosos têm uma vida sedentária e, assim, os músculos e tendões ficam mais curtos com a idade, causando dor e rigidez.


A artrose afeta principalmente a cartilagem, um tecido duro mas escorregadio que cobre as extremidades dos ossos.
A cartilagem em saúde permite que os ossos:

  • Deslizem uns sobre os outros,
  • Absorvam os choques durante o movimento.

Na artrose, a camada superficial da cartilagem quebra e desgasta-se.
A consequência é que os ossos raspam uns sobre os outros durante o movimento, causando:

  • Desconforto,
  • Perda de movimento da articulação.

Com o passar do tempo, a articulação pode perder a sua forma normal. Além disso, pequenos depósitos de osso chamados osteófitos ou esporões ósseos podem crescer nas bordas da articulação.
Alguns fragmentos de osso podem separar-se e entrar dentro da articulação. É claro que isso causa ainda mais dor.
As pessoas com artrose normalmente têm dores nas articulações, acompanhadas por restrições de movimento.
Ao contrário de outras formas de artrite, a artrose afeta apenas as funções articulares e não afeta:

  • Pele,
  • Pulmões,
  • Olhos,
  • Vasos sanguíneos.

Quais são as áreas afetadas por artrose?

  • Mãos: a artrose das mãos parece ter algumas características hereditárias. As mulheres são mais propensas a desenvolver a doença do que os homens, especialmente após a menopausa.
    Quando a artrose afeta as pequenas articulações dos dedos, podem formar-se pequenos nódulos chamados de nódulos de Heberden.
    Outros nódulos podem aparecer nas articulações centrais dos dedos, mas neste caso eles são chamados de nódulos de Bouchard.
  • Os dedos podem aumentar de tamanho, endurecer e perder a sensibilidade.
    Até mesmo a base da articulação do polegar é frequentemente afetada pela artrose (rizartrose).
    A dor é mais intensa pela manhã, depois de esforços ou quando o tempo muda e houver baixa pressão atmosférica.
    Se a pressão atmosférica for baixa, a pressão dentro da articulação é elevada em comparação com a pressão externa e, portanto, os sintomas pioram.
  • artrose,do,joelhoJoelhos: os joelhos são as articulações das pernas mais afetadas pela artrose.
    Os sintomas da artrose do joelho com inflamação (artrite) incluem rigidez, inchaço e dor que tornam difícil caminhar e subir escadas.
    Os sintomas da artrose do joelho são mais graves durante a mudança da estação. Os pacientes sofrem mais quando o tempo muda do frio para um clima quente; portanto, na primavera e no outono.
    A artrose do joelho pode levar à incapacidade.
  • Quadril: o quadril é frequentemente afetado pela artrose. No caso de inflamação, os sintomas incluem dor e rigidez da articulação. A dor afeta geralmente a virilha, na parte interna da coxa até o joelho. A artrose do quadril pode limitar a caminhada e os movimentos de flexão dificultando as atividades diárias tais como vestir-se e calçar os sapatos.
  • Coluna vertebral: a artrose da coluna vertebral não causa sintomas, mas no caso de inflamação é manifestada por rigidez e dor no pescoço e/ou dor na coluna. Em alguns casos, as alterações estruturais da coluna associadas à artrite podem causar pressão sobre os nervos que saem da medula espinhal, com consequente fraqueza e/ou dormência nos braços e pernas.
    Quando chove a dor é mais forte e geralmente piora dois dias antes da chuva.
  • O ombro não é afetado pela artrose porque não deve suportar o peso do corpo e porque não tem as características da mão.
    A dor articular no ombro é causada principalmente pela lesão do supraespinhal, pela bursite e pela calcificação.


Qual é o tratamento para artrose?
O tratamento para artrose tem como objetivos a redução da dor e a melhoria do movimento da articulação.
Os tratamentos incluem:


  • Medicamentos analgésicos: estes incluem acetaminofeno (paracetamol, por exemplo), aspirina, ibuprofeno (Alivium) ou cetoprofeno (Artrosil).
  • Tratamentos tópicos: certos medicamentos sob a forma de cremes ou sprays podem ser aplicados sobre a pele das áreas afetadas para aliviar a dor.
  • Exercícios: a atividade física pode melhorar a mobilidade articular e fortalecer os músculos que atuam sobre as articulações. Os exercícios suaves como nadar ou caminhar sobre superfícies planas são recomendados porque criam pouco estresse nas articulações.
    As atividades que aumentam a dor nas articulações (jogging, aeróbica de alto impacto, etc.) devem ser evitadas. No caso de artrite, consulte um médico para saber quais são os exercícios mais adequados.
  • Controle do peso: o emagrecimento pode evitar mais estresse nas articulações que suportam o peso.
  • Medicamentos receitados por médicos: ajudam a reduzir a dor e inchaço das articulações.
  • Infiltração de ácido hialurônico: estes medicamentos podem ser administrados como uma injeção para aliviar a dor em algumas pessoas com artrose. Entre os medicamentos estão Synvisc e Synvisc-One.
  • Injeções de cortisona: o médico pode injetar estes medicamentos potentes diretamente na articulação para alívio da dor. O uso frequente e prolongado ao longo do tempo pode causar danos nas articulações.
  • Narcóticos: os narcóticos são medicamentos mais potentes que são prescritos quando a dor for muito forte.
  • Cirurgia: depois de experimentar tratamentos diferentes, algumas pessoas precisam de cirurgia para aliviar a dor crônica nas articulações, por exemplo uma prótese de quadril ou de joelho.
    Com base nas estatísticas referentes aos meus pacientes, os resultados da cirurgia de prótese do joelho são muitas vezes escassos, a maioria dos pacientes continuam a ter dor e o movimento é muito limitado. Pelo contrário, a cirurgia de prótese de quadril geralmente dá bons resultados.

 

Dores nas articulações e fibromialgia

Esta doença crônica é caracterizada por dor generalizada e migrante nos músculos e articulações.
Existem certos pontos dolorosos no corpo, chamados de tender points,  que estão relacionados com a fibromialgia.
Entre as causas da fibromialgia existe um componente emocional: as pessoas que sofrem de ansiedade e depressão são mais propensas a ter esta doença.
Entre os sintomas estão:

 

Febre alta e dor nas articulações

Febre alta e dor nas articulações são dois sintomas que podem indicar várias doenças:

  • Escarlatina: a escarlatina é causada pela bactéria estreptococo e é uma infecção bacteriana que pode causar dificuldade em engolir.
    A escarlatina provoca uma erupção cutânea característica que cobre muitas vezes a maior parte do corpo de uma pessoa, além de febre alta e dor nas articulações.
    Os medicamentos antibióticos são usados para tratar esta infecção.
  • Pneumonia bacteriana: a pneumonia bacteriana é uma infecção bacteriana que afeta os pulmões e os pequenos tubos nos pulmões chamados de bronquíolos.
    Além de febre alta e dor nas articulações, a pneumonia bacteriana também pode causar calafrios, agitação e dor forte no peito.
    Os antibióticos são o método mais comum de tratamento para este tipo de pneumonia.

 

Dor nas articulações durante a gravidez

Durante a gravidez, é possível sentir sensações de rigidez e dor em:

  • Cotovelos,
  • Dedos,
  • Joelhos,
  • Quadris.

O que pode causar dor articular durante a gravidez?
O ganho de peso na gravidez pode causar pressão excessiva sobre as articulações (joelhos e calcanhares em particular).
Se a gestante praticar muito esporte, a dor articular pode resultar de um esforço e uso excessivo das articulações.
Durante a gravidez é também muito comum a síndrome do túnel do carpo.
Além do ganho de peso, uma estagnação de líquidos pode fazer aumentar a pressão no pulso, causando dor.
Durante a gravidez os níveis de hormônio mudam e causam uma frouxidão (menor estabilidade) das estruturas articulares e ligamentares.
Isso permite uma dilatação da pelve durante o parto.
Nesta situação, as articulações sofrem um estresse maior e podem se inflamar causando dores articulares.
Os sintomas podem continuar mesmo após o parto e durante a amamentação.
A dor nas articulações pode ser o resultado de hipotireoidismo, um distúrbio da tireoide que produz menos hormônios.

 

Menopausa e dor articular

A dor articular, o inchaço e a rigidez das articulações podem ser sintomas da menopausa.
A dor articular afeta muitas pessoas que envelhecem e especialmente as mulheres na menopausa. Estas dores geralmente são mais fortes de manhã, mas melhoram ao longo do dia.

O quadril e os joelhos são as articulações mais afetadas pela artrose na pós-menopausa, mas também as mãos e os dedos são afetados muitas vezes.
Os exercícios de alto impacto, tais como jogging, podem agravar o problema, embora a dor passe rapidamente com o repouso.

 

Outras causas frequentes de dor nas articulações

Dor nas articulações
Dor nas articulações

Doenças diferentes da artrite que podem causar dor nas articulações são:

  • Bursite (inflamação das almofadas amortecedoras em torno das articulações);
  • Doenças reumáticas como lúpus, gota, artrite psoriática ou esclerodermia;
  • Alguns vírus, por exemplo, aqueles que causam a caxumba, gripe, hepatite B e mononucleose;
  • Condromalácia patelar (a cartilagem da patela torna-se áspera);
  • Lesões;
  • Tendinite (inflamação do tendão);
  • Infecção do osso;
  • Uso excessivo;
  • Câncer (por exemplo, leucemia e linfoma);
  • Sarcoidose;
  • Raquitismo.