Dor nos ossos

INDICE


A dor nos ossos tem muitas causas: de uma simple fratura a algumas doenças graves tais como:

Comparado com a dor nos músculos e articulações, o ósseo também se sente sem se mover.
Além disso, a pressão na área afetada causa um agravamento desse sintoma.

 

Dor no fêmur

Causas
Algumas das causas mais comuns de dor no fêmur estão listadas na lista a seguir:

IMG_0333

  • Fratura óssea do quadril,
  • Osteoporose, apenas em caso de fratura,
  • Artrose no quadril (entre o fêmur e o quadril),
  • Doenças reumáticas como artrite reumatóide,
  • Necrose asséptica,
  • Osteomielite,
  • “dor do crescimento” em crianças e adolescentes
  • Interrupção do fornecimento de sangue, por exemplo, no caso de anemia falciforme
  • Edema ósseo, um trauma pode causar uma inflamação do osso muito dolorosa. Ao nível do joelho pode reduzir a amplitude do movimento.
  • Infecções,
  • Calcificações óssea ou outras anomalias no quadril,
  • Displasia congênita do quadril.

 

Dor nos ossos da pélvis

A dor óssea na bacia é um evento comum a muitas mulheres grávidas.
Os sintomas incluem dor no osso púbico, rigidez e dor nas articulações entre os ossos pélvicos e o sacro.

A mudança de postura durante a gravidez pode causar dor no quadril.
É possível usar um travesseiro entre as pernas e sob o abdômen enquanto você dorme: este truque pode reduzir a dor no quadril.
No período de aleitamento é possível sentir dor nas articulações porque o hormônio ocitocina produzido pelo corpo provoca uma maior flexibilidade das articulações que se tornam menos estáveis.

A dor nos ossos do quadril ocorre muitas vezes devido a um acidente.

 


Dor no osso do braço

A dor no osso do braço afeta os hábitos diários de uma pessoa.
Algumas causas de dor nos ossos do braço:

Fratura óssea
Uma fratura em qualquer osso provoca dor excruciante.
O osso pode doer mesmo alguns anos mais tarde, quando muda o tempo (dois dias antes que comece a chover ou a nevar).

Câncer nos ossos
O câncer nos ossos são de dois tipos: benignos e malignos.
Em alguns casos, ocorre a formação de uma massa, em outros casos, o tumor pode causar uma fratura.
Os tumores ósseos invadem especialmente as extremidades dos ossos longos: braços e pernas, as mais frequentes são as seguintes:

  • Osteossarcoma
  • Condrossarcoma
  • Sarcoma de Ewing.

A dor crônica no úmero é um dos sintomas mais comuns de câncer ósseo.

Doença de Paget
Os ossos têm uma renovação contínua, uma parte do osso é absorvida e uma parte é adicionada.
Na doença de Paget esse processo é alterado.
A consequência é uma anormalidade da estrutura esquelética normal e o osso é mais fraco.
A ruptura excessiva e a formação de tecido ósseo que ocorre com a doença de Paget pode causar enfraquecimento dos ossos, dor óssea, artrite, deformidades e fracturas.
Os ossos mais afetados são:

  • Bacia
  • Crânio
  • Fêmur
  • Tibia
  • Úmero

Outras doenças
Outras doenças que causam dor no membro superior estão listadas abaixo:

  • Artrite reumatóide
  • Rizartrose ou artrose da mão (afeta a articulação entre o trapézio e o metacarpo da mão)
  • Gripe sazonal (porque a dor se espalha para os ossos, articulações e músculos)

A dor no ombro é de tipo muscular uo no tendão na maioria dos casos.
Algumas pessoas pensam que o ar condicionado, o frio ou a umidade pode causar dor nos ossos.
Na verdade o efeito é uma contratura muscular em particular do trapézio.


Dor nos ossos da perna

Existem várias doenças e transtornos que causam dor nos ossos:

  • Deficiência de cálcio ou falta de vitamina D causam fraqueza no sistema músculo-esquelético.
    A osteoporose (ou seja, a perda de densidade óssea) caracterizada por uma deficiência em minerais, é comum em mulheres mais velhas.
    Lesões e fraturas ósseas são as causas mais comuns de dor nos ossos.
  • A osteomielite (infecção óssea) se manifesta com sintomas como inchaço, vermelhidão na área da infecção e febre.
  • A anemia falciforme é uma doença hereditária e causa uma grave dor óssea.
  • O câncer que se desenvolve no osso causa dor.
    O câncer espalhado nos ossos é um crescimento descontrolado de células e pode ser primário ou uma metástase óssea.
  • A artrose e a gota causam inflamação e dor articular grave, especialmente nos joelhos.
  • A artrose no joelho se sente especialmente ao acordar e após um esforço.
  • Os tumores benignos (osteoma osteóide) do fêmur e da tíbia causam dor crônica grave, mesmo à noite.

A dor na perna pode também ocorrer durante o repouso e o sono.
O tratamento rápido e adequado ajuda a aliviar a dor nas pernas em um curto espaço de tempo.
A dor na perna constante compromete a rotina diária de uma jovem atleta, mas também de um idoso.


Muletas, dorDor no esterno

O esterno é o osso central do peito onde as costelas se juntam.
O esterno protege os órgãos internos do corpo como o coração e os pulmões contra danos físicos.

O que causa dor no esterno?

Embora a dor no esterno é um sintoma relacionado à dor no peito, lembre-se que o sintoma percebido é diferente da dor relacionada com os pulmões ou com o coração (ataque cardíaco e angina).

Características da dor no esterno:

  1. A dor causada por doenças pulmonares é constante e piora durante a respiração,
  2. A dor causada pela angina piora durante a atividade física, enquanto a dor de um ataque cardíaco é uma “sensação de compressão”,
  3. A dor óssea esternal pode piorar durante a respiração, mas acima de tudo, é sentida com pressão sobre o osso.

Condrite costal
Uma inflamação da cartilagem da costela que liga as costelas ao esterno é uma das causas mais comuns de dor no peito.
A dor piora com a tosse ou com a respiração profunda.

Lesão na articulação esternoclavicular
A articulação esternoclavicular (EC) é uma estrutura anatômica que conecta o esterno à clavícula.
Um trauma nesta articulação causa dor no peito de leve a grave, dependendo da magnitude do trauma.
Para ser mais precisos, luxação anterior e superior da articulação esternoclavicular pode causar dor insuportável ao esterno.

Fraturas do esterno
Outra causa de dor esternal é a fratura causada por uma lesão. A fratura esternal ocorre quando um objeto duro atinge diretamente o osso, com uma força considerável.

 

Outras causas de dor no esterno

A dor no esterno é um sintoma pós-cirúrgico de uma cirurgia de coração aberto que envolve a separação do esterno dos músculos adjacentes.
Outras possíveis causas de são na lista a seguir:

  1. Câncer,
  2. Osteomielite do esterno (inflamação devido a uma infecção do osso ou da medula óssea).

 


Causas de dor nos ossos dos pés

Os ossos dos pés podem doer devido a fraturas, especialmente o calcanhar e o quinto metatarso.
A parte anterior do pé é afetada por duas doenças do osso muito doloridas:

  • O hálux valgo é um desvio do primeiro metatarso e pode causar uma bursite do hálux causado pela fricção contra o sapato;
  • A metatarsalgia é uma inflamação da cabeça dos metatarsos.

 


Dor nos ossos da cabeça

Um trauma craniano pode ser leve ou pode causar uma fratura.
Uma pancada forte pode causar:

As dores no pescoço não traumáticas são frequentemente causadas por contraturas da musculatura occipital, não pelo osso.

trauma,craniano,hematoma,subdural,edema,cerebral

 

As causas mais frequentes de dor nos ossos em crianças

Em crianças as dores ósseas e articulares podem ser causadas por várias doenças:

  • Lúpus
  • Doença de Lyme
  • Osteomielite
  • Leucemia
  • Osteossarcoma
  • Artrite séptica
  • Dor do crescimento
  • Artrite reumatóide juvenil
  • Fratura óssea.


Osteoporose e hiperparatireoidismo

Quando você está sofrendo de hiperparatireoidismo, você pode enfrentar uma diminuição de cálcio nos ossos.
As consequências podem ser:

  • Fraturas,
  • Perda de altura devido ao “colapso” do corpo vertebral. Na prática, as vértebras são esmagadas pelo peso do corpo.

Isso ocorre quando a produção de PTH (hormônio da paratireóide) é em excesso e provoca a reabsorção de altas quantidades de cálcio dos ossos, tornando-os fracos.
A osteoporose geralmente afeta mulheres na menopausa.
A osteoporose não causa dor, mas aumenta o risco de fraturas.
O médico controla os sinais de osteoporose com a densitometria óssea.
Este teste mede a densidade de cálcio nos ossos.
A máquina usa aparelhos de raio-x especial.

 

Tratamento para dor óssea

O tratamento depende da causa.

No caso de fratura, o ortopédico geralmente aplica um gesso (ou tala imobilizadora) ou realiza uma cirurgia.
Um tratamento muito útil, mas muitas vezes não prescrito, é a terapia magnética, que pode reduzir o tempo de recuperação em até 50%.
É um dispositivo que cria um campo magnético e atua diretamente no tecido ósseo.
Pode ser realizado em uma clínica ou em casa (alugando um aparelho).

Em caso de trauma que cause dor nos ossos, o médico pode aconselhar:

  • Medicamentos para a dor,
  • Exercícios de reabilitação, o movimento pode reduzir a inflamação e promover a recuperação,
  • Uma dieta saudável com alimentos anti-inflamatórios.

O câncer ósseo ou metástase deve ser tratado em oncologia.

Em caso de infecção (osteomielite), o médico pode prescrever o tratamento com antibióticos por via intravenosa ou intramuscular por uma ou duas semanas. No final, a terapia pode continuar com antibióticos orais.
Nos casos mais graves (como para o pé diabético) uma cirurgia de amputação pode ser indicada.

Leia também